Desliga a TV se puder

 
Não é comum assistir a um jogo onde os dois times fazem menos de 20 faltas, criam chances de gol o tempo todo, jogam com atacantes abertos, deixam espaços, ignoram a retranca e buscam o gol muito mais do que não leva-lo. Hoje, quem teve o prazer de estar na frente da TV teve esta sorte.

Independente das falhas, acertos ou qualquer analise tática do jogo, foi uma puta partida de futebol! Daquelas que você não muda de canal nem por decreto! Emocionante, de arrepiar, de dar gosto!!! Pros dois lados, não só pelo Flamengo. O América é um time tão irresponsável que torna o jogo agradável de ser visto. 

Se você contar pra alguém: "O Flamengo foi ao México, poupou jogadores e venceu por 4x2 no jogo de ida", nem o mais corneteiro terá uma reação que não seja sair soltando rojão. Mas, quem viu o jogo teve lá seus momentos de ficar puto.

O número de gols perdidos pelo Flamengo, sem exagero, aponta que o jogo poderia ter sido, sem grandes dificuldades, 8x4 pro Mengão.  Não, que nada! 12x5, seria mais justo.

A zaga do Flamengo errou pra cacete, e o Souza merece um destaque pelo primeiro tempo que fez. Primoroso!

Joel correu o risco, e se deu bem. Alternou titulares e reservas pensando na final, e mesmo assim o time jogou uma partida fantastica ofensivamente. Criou tudo, fez "só" 4, e só errou na defesa.

Depois comento mais sobre o jogo. Mas, basicamente, o primeiro classificado para as quartas tem méritos e mais méritos.  Aplausos pro Mengão, definitivamente, um time de alto nível e candidato aos títulos que disputar em 2008.

abs,
RicaPerrone

É só ignorar


Para encarar o Boca Jrs. basta ignora-lo.  Enquanto entrarem em campo achando que vão encarar uma seleção de gênios, vão dançar. Quando pararem de supervaloriza-lo, ele vira 60% do que é, o que já é muito pra um time argentino, diga-se.

Ah,mas o Boca é muito forte! Sim, claro que é. Mas é apenas um time grande, como outros 12 aqui do Brasil. Tem um estádio que é um ovo, uma torcida que canta, bons times, e uma fama que se justifica em partes. Afinal, se no Brasil só tivessem 2 times grandes, os dois ganhariam o dobro do que o Boca ganhou sendo um dos raríssimos times de bom nivel da argentina nos últimos 20 anos, onde apenas Boca e River sobrevivem.

O Cruzeiro foi pra lá cheio de garotos e se borrando todo. Claro, teve o mérito do Boca em tocar a bola de forma progressiva, coisa que os brasileiros adoram não fazer. Mas, no momento que o Cruzeiro fez o gol e cresceu, fica meio claro que é mais lenda do que bola.

Tinha que marcar o Riquelme individualmente. Não dá pra deixar o craque continental sozinho. Digo continental porque ele só joga no Boca. Lá na Europa é um jogador igual outros 200.

O Cruzeiro tem um cara que enche os olhos. Ramirez, um jogador daqueles raros, práticos, que marcam, driblam, correm, pensam... fantástico! Cabe em qualquer time do país e, em breve, do mundo.

Na volta tem que contar com a torcida. Se encher o Mineirão e empurrar ao invés de cobrar, passa. O time do Boca é bem normalzinho, joga mais com a camisa do que com os pés. Se ela for ignorada, ou devidamente pesada, fica mais fácil vence-los.

Pra cima deles, Cruzeiro! Você é brasileiro, o que já te faz favorito. 

abs,
RicaPerrone

Ainda não


O zagueiro Rodrigo está, de fato, muito perto do SPFC.  Tudo acertado, só falta o acordo com o Flamengo.

Mas... o Palmeiras também já fez oferta e segue tentando atravessar o negócio.

Aguardemos, mas nada está definido ainda.

abs,
RicaPerrone

Mais perigoso

 Atlético Nacional   x   Fluminense

O Atlético Nacional, adversário do Fluzão nas oitavas, representa algum perigo sim. Não é mais time que o Flu, mas... tem lá suas qualidades.

É o décimo colocado no campeonato colombiano. Na última rodada venceu o América por 3x2, em casa.

Fez 15 jogos no nacional, venceu 6, empatou 1 e perdeu 8! Fez 15 gols, levou 17.

Na Libertadores foi bem irregular. Perdeu 2, empatou 2 e venceu 2.  Fez 8 gols, levou 5.

Comparando os dois na Libertadores...

O Flu teve 13 cartões, o Nacional 9
Os dois tiveram apenas um expulso na primeira fase
O Flu desarmou 171 vezes, o Nacional 101
Foram 105 dribles do Tricolor contra 74 do Nacional
O Flu cedeu 40 escanteios, o Nacional apenas 22
O Tricolor finalizou 92 vezes, o Nacional só 81
O Flu acerta 87% dos passes, o Nacional 84%
O Nacional sofreu um pênalti, o Flu, nenhum
O Flu fez 4 de cabeça, o Nacional só 2
O Flu criou 8 de seus gols em jogadas na área. O Nacional, 5

Enfim, outro time que não tem o nível do time brasileiro. Mas, diferente do América do México, este Nacional eu vi jogar algumas vezes por estar no grupo do SPFC.

É mais ou menos assim: Eles não pressionam muito o adversário. Mas, fora de casa também não são tão covardes quanto outros por aí. Tocam bem a bola, correm bastante e pensam mais do que se esforçam. Não é um time bobo, pelo contrário. Tecnicamente tem algum recurso, mas não tem time pra ganhar do Flu em 2 jogos.

Ah, e cruzar na área deles é uma bela alternativa... erram todas pelo alto.

abs,
RicaPerrone

Nada assustador


 América   x  Flamengo

O adversário do Flamengo é muito nome pra pouca bola.

Em 2008, fez a segunda pior campanha da primeira fase da Libertadores.
Em casa, venceu o River por 4x3, num jogo fantástico.  Venceu em casa o Universidad Catolica (2x1) e o San Martin, 3x1.  Fora, apanhou todas.

No campeonato mexicano, faz um ridículo histórico. É o lanterna do campeonato tendo vencido 2 míseros jogos. A última foi no dia 8 de fevereiro, 2x1 contra o Tecos.

Foram 16 jogos, 2 vitorias, 2 empates e 12 derrotas. Tomou 27 gols, fez 11.

Comparando os dois na Libertadores...

O América teve 31 escanteios a favor, o Fla 39
O Fla cedeu 22 escanteios, o América 34
O América fez 92 faltas, o Fla 95
O Fla finalizou 99 vezes, o América 70
O Flamengo tem 14 minutos a mais de posse de bola em 6 jogos
Nenhum cometeu ou sofreu penaltis
A média de acerto de passes é igual - 89%
O Fla ficou impedido 31 vezes, o América 16

Não se reforçaram para a segunda fase, logo, se o Flamengo esquecer a camisa e o nome, dá pra ganhar o jogo lá, inclusive. A zaga dos caras é uma piada. O ataque até que não é tão ridículo, mas os resultados em 2008 são, e muito.

abs,
RicaPerrone

Fenomenal!

 
Dá um medo comentar esse tipo de coisa, mas... é o que diz a pauta do dia, sugerida pela procura dos leitores, não necessariamente pelo que gostaria.

Ronaldo se envolveu na coisa mais engraçada da sua carreira. Ok, sejamos politicos: Ninguém tem nada a ver com a vida pessoal do cara.

Juro, acredito nele! Pra mim ele foi vítima de uma armação.

Claro, poderia ter um gosto melhor, né irmão? Pegar 2 trabucão daqueles pensando que era mulher, tava bem escuro mesmo...

Não há motivo pra se achar que Ronaldo faria isso de propósito, afinal, se tem um jogador que gosta de mulher e tem bom gosto, é o Ronaldo. Deve ter se enganado, pois vai saber também o tamanho da produção das "meninas" antes do show na delegacia né? Elas enganam... todo dia na rua a gente ve e se confunde. 

Tá com uma baaaaaaita cara de armação pra cima dele isso. Só acho que é uma mancha desnecessária né? Com o que tem, podia ir num belíssimo puteiro de alto nível e caprichar na escolha... Mas, vai saber?

E torço, muito, para que tenha sido um engano. Porque ele é meu ídolo. E meus ídolos não saem com travestis. rs

abs,
RicaPerrone

Atlético PR vai sacudir a relação imprensa/clubes


Enfim, um clube toma uma atitude pra lá de esperada e, de certa forma, coerente.

O Furacão avisou que a partir do dia 10 de maio cobrará 15 mil reais por cada emissorra que transmitir um de seus jogos. Bom, se a Tv paga, acho que o rádio, como veículo de comunicação ao vivo, também tem que ter sua transmissão repensada neste quesito.

A imprensa tá quietinha, porque se der pano pra manga, os grandes começam a fazer isso e aí... complica. Porque se o Furacão pede 15, o SPFC vai pedir 40, o Flamengo vai pedir 60, e transmitir os 38 jogos do Flamengo numa emissora de rádio pro Rio de Janeiro custará mais de 1 milhão, chutando bem abaixo do exemplo acima. Que emissora AM tem essa grana pra gastar?

Mas, existem os prós e os contras:

Contra:
- Falarão menos dos clubes mais caros, porque se a grana não entrar, não tem como transmitir.
- Os clubes devem usar isso a seu favor e criar transmissões próprias em rádios ou sites oficiais. Sendo assim, a informação chegará parcial e totalmente quebrada pro torcedor, já que não haverá nenhuma dose jornalistica nisso.
- Pode ser o fim de muita rádio AM
- Emissoras de rádio que mais se divertem do que informam podem se dar bem, e acabar com as que mantém profissionais sérios e que usam o FUTEBOL para dar ibope, não apenas o humor.
- Vai chover emissora cobrindo rodada ao vivo. Ou seja, 20 reporteres e um apresentador. Dando gol pra todo lado, comentando tudo ao vivo e não mais uma partida de futebol na íntegra.

A favor:
- Acaba com essa coisa de qualquer um ligar um microfone, se passar por mídia e falar o que bem entende pra torcedor ouvir.
- Os clubes arrumam nova fonte de renda
- A concorrência entre as rádios vai exigir uma qualidade maior de transmissão, já que a busca por patrocinadores sera ainda maior
- A internet, que hoje é totalmente de ninguém, talvez passe a ser cobrada como deveria. Afinal, ela se tornaria um meio fácil de pirataria, como já acontece todo dia com todos os clubes e emissoras.
- Talvez sabendo que apenas o espetáculo não basta, pois estará nas mãos de uma TV e mais 2 ou 3 rádios, os clubes deixem de ser europeus e deixem que os jogadores sejam entrevistados livremente após a partida, não só aquela porcaria de coletiva onde todo mundo sai do estádio com o mesmo material, seja competente ou não.

Enfim, vai dar briga essa história. Prepare-se para ouvir dezenas de jornalistas de rádio detonando clubes e clubes dando menos espaço para rádios. Ah, e também tenha certeza: As emissoras que comprarem terão bem mais acesso a CT, entrevistas, etc... Ou seja, vai causar um auê sem tamanho. O que a Globo tem na TV, algumas terão no rádio. Meu medo é que ao invés dessas vantagens cairem na mão de uma Globo, caiam na mão de uma emissora de rádio daquelas que faz piada durante 3 horas de transmissão, que xinga jogador quando ele vai mal ao invés de comentar, enfim, circos.

abs,
RicaPerrone

O único indefinido


Para mim, de todos os estaduais, o único que não consigo ver um time muito perto do título é o carioca.

O Flamengo não fez uma partida brilhante, mas venceu, fez o mínimo que podia fazer diante de um Botafogo sem 4 titulares de peso. O Fla viaja, joga no México, volta e joga a segunda final contra um Bota completo.

Esqueçam ontem, o jogo é totalmente outro.

O favoritismo é do Flamengo? Sim, diria que sim. Joga por um empate, e tem a seu favor um fato incontestavel: Diante de qualquer time do Rio, o Flamengo se impoe de uma forma absurda no Maracana em decisões. A torcida do Botafogo ontem, que me perdoe, mas foi ridícula. Eu acho lindo, gosto das músicas, gosto do clube, mas... não encher nem o lado da arquibancada numa decisão?

Depois choram que o Flamengo ganha sempre, que o Botafogo é coitadinho... porra, vamos combinar? Coitadinho tem que ser mesmo, porque só ve sua torcida quando joga contra um time menor ou contra um rival de fora. Contra o flamengo, incrível, o torcedor some do Maracanã.

E o time precisava de vocês... foi uma tremenda pipocagem em massa. Me perdoem os que foram, ou os que não puderam ir.  Mas, dos 40 mil que foram ver contra a Lusa, ter aquela "merreca" na decisão, é brincadeira. Depois não chora quando a imprensa ficar passando as imagens do Flamengo campeão e apontando a força da sua torcida como determinante, porque ela é mesmo.

Sobre o jogo, tirando a entrada do Tardelli, que insisto ser um jogadorzinho, o Flamengo fez o que dava. O time não joga como antes, é nítido.

Alguns culpam a fase do Ibson pra isso, mas... honestamente... não vejo por aí.

Pra mim a coisa é bem simples. Nego reclama do Jailton, e eu também não acho ele um grande jogador. Mas, quando ele jogava, o Léo e o Juan podiam ir pra cima livrememte. Sem ele, tanto o Ibson fica mais quanto os dois laterais ficam mais presos, e ninguém precisa ser genio pra saber que a jogada do Flamengo é pelas alas.

Enfim, sao pontos de vista. Mas, não da pra dizer que o Flamengo tá com a mão na taça ou algo assim, porque o Botafogo é muito forte, joga muito bem, vive boa fase e, queiram ou não, uma hora vão ter que parar de chegar e morrer na praia. Uma hora ganha, e pode ser desta vez.

Vai ser um puta jogo de futebol. Essa certeza podemos ter, mas só essa...

abs,
RicaPerrone

Fim da fila

 
O Palmeiras será campeão paulista dentro de alguns dias. O resultado de ontem não abre a menor esperança de uma reação da Macaca no Palestra Itália.

Pode acontecer? Claro, é futebol. Mas, por lógica, mesmo colocando até a paixão de um torcedor da Ponte na parada, não vira. A chance é muito pequena.

Lembra em 2007 quando o Flu empatou com o Figueira em casa na final da Copa do Brasil e eu fiquei dizendo a semana toda que não tinha acordo, mesmo lá, o Flu ganharia?

Mesma coisa. Camisa é f... O Palmeiras será campeão paulista com todos os méritos do mundo.  Aliás, um dos raros times que jogam FUTEBOL no Brasil hoje.

Não vou entrar em detahes porque não vi o jogo.

abs,
RicaPerrone

Um final de semana

Ufa!!! Tô vivo...

Depois de dor de dente na quinta, uma febre de quase 40 graus na sexta, um sábado no hospital tossindo e com febre, um domingo ainda ruim e 3kg a menos em 3 dias, dá pra imaginar o que foi meu final de semana, né?

Mas, como o cara lá em cima me adora, não dá pra reclamar. Primeiro porque 3 kilos em 4 dias, seja pelo motivo que for, nunca é ruim. rs
Segundo porque eu tenho sorte, muita sorte!

Tinha 2 ingressos pra ir ver o show do Zezé no sábado, Credicard Hall. Dois lugares lá longe, porque quando fui comprar era "esse ou nada". Peguei o que tinha.

Fiquei mal, e sabado me dei conta que não tinha como ir ao show. Liguei pra um amigo e dei os ingressos pra ele. Mas, eu sou sortudo. rs

Meu pai me liga e diz: "Filho, eu ganhei 2 ingressos pra domingo no setor vip do Zezé... você quer ir?". (olha a foto acima que longe...)
Ah, fala sério vai? O cara lá em cima me ama! rsss

Enfim, mesmo tossindo loucamente, fui ao show no domingo e valeu por todo sofrimento do final de semana de cama. Sensacional!!!

Nem percam tempo me enchendo o saco falando que eu sou cafona. Primeiro porque sou mesmo, segundo porque deve se respeitar um filho de Francisco! Aliás, dois.

Enfim, deixei o blog e a ET largados no final de semana porque não tive condiçòes mesmo. Mas acho que hoje consigo ir arrumando aos poucos pra amanha retormar, espero, sem febre e nuns 80% já.

Veja 3 momentos do show... show não, espetáculo!!!  Zezé cantando Roberto Carlos, depois ele cantando "No dia que eu sai de casa", e a galera com os celulares abertos para ele cantar "Tristeza do Jeca".

abs,
RicaPerrone

E não é que é verdade?


Disseram na eleição de terça-feira que Diego Forlan, filho do Pablo, pode vir para o SPFC em breve.

Eu dei risada, porque o cara tem nome na Europa, seria impossível.

Mas, ao ir mais longe no assunto, descobri que o garoto jurou para o pai que jogaria no clube onde ele frequentou quando menino, que faria isso pelo pai, alem de ser um torcedor doente do Tricolor.

Claro, este é um projeto para fim de carreira, na teoria. Mas, alguns conselheiros, talvez mais próximos da família, dizem que este projeto não está tão longe assim.

Sinceramente, acho que ele joga uma bola bem aceitável. Nada que me encha os olhos, mas... pelo sobrenome, pela vontade de vir, poderia ser um ídolo aqui.

Que assim seja, seja lá quando for.

abs,
RicaPerrone

É amor. Só pode ser amor


Sabe aquele casal que vive se cutucando e nunca está junto? Aquela menina na escola que odeia o menino do fundão, que fala mal dele o dia todo, mas que a presença dele a incomoda de forma inexplicável?

Aquele cara do escritório que passa o intervalo do café sempre chamando a menina da recepcão de vagabunda e procurando defeitos nela como se ela implorasse por isso?

Ou aquela menina da sua faculdade que é tão bonita, mas tão bonita que você fica procurando defeito nela pra justificar não conseguir chegar junto?

Ou melhor, a Juliana Paes. Ela é tão perfeita que vivem procurando uma celulite nela...

É assim. Amor puro, paixão platônica. Desejo enrustido. Inveja...

Assim é a relação SPFC x Luxemburgo. Um quer o outro, mas o tempo todo os dois arrumam motivos novos para que o casamento não aconteça.

É sonho do treinador dirigir o SPFC, eu ouvi isso da boca dele, ninguém me contou. A frase, num bar da zona oeste, foi a seguinte: "No dia que eu assumir o SPFC eu ganho tudo". E sem microfone. Falou pra um amigo que estava na mesma mesa que a gente.  Neste dia eu nem troquei "oi" com Wanderley, mas ao ouvir isso guardei comigo como se estivesse ouvindo uma promessa para cobrar mais tarde. Ele ainda dirigia o Palmeiras se não me engano.

Do outro lado, a vontade é tão recusada quanto engraçada. Você pergunta e qualquer um diz: "Dentro das 4 linhas, é um monstro!". Você insiste e logo chovem argumentos contrários.

Luxemburgo é tão desejado pelo SPFC que todas, eu disse todas, as vezes que eu estive perto de mais de 10 conselheiros algum deles citou seu nome e lançou o tema: "Será que um dia vem?".  Sempre, em todas as ocasiões que pude notar, a resposta foi que "mandando em tudo, aqui, não!". Ou seja, se Luxemburgo aceitasse ganhar 300 mil reais e mandar apenas no time, ele seria recebido com beijos e abraços pelos conselheiros que hoje não o querem lá.

Juvenal é contra, porque ele adora mandar e cuidar de tudo. Claro, ele nunca dividiria espaço com alguém tão mandão quanto ele. Os dirigentes do SPFC pregam profissionalismo e, ao mesmo tempo, valores tradicionais do clube. E neles, Luxa não se enquadra.

Ao caminhar até a festa do SPFC após a eleição, estive do lado de 5 senhores dos mais respeitaveis dentro do clube. Vitalicios, com historia la dentro. Pelo corredor falavam de estrutura, brincavam entre eles e riam de piadas antigas. Até que, em determinado momento, um deles disse: "Ah o Luxemburgo ia adorar isso aqui", e apontou pra algum objeto que não me lembro o que era. Os outros quatro começaram a discutir e proclamar frases como: "Por isso que ele não trabalha aqui!", etc, etc...

Do lado de lá, igual. Luxemburgo sempre contesta o SPFC e participa em dobro nos jogos contra o Tricolor. Ele quer cutucar, quer se meter, dizer que está ali, forte, que não precisa do SPFC para ser o que é. E o SPFC idem, faz todo seu discurso e papel para mostrar que é o único clube de Sampa que nunca precisou dele para ser campeão.

Fato, os dois. Tanto ele sendo o que é sem o SPFC, quanto o SPFC sendo o que é sem ele.

Luxemburgo sabe que todos estes conselheiros e torcedores que "detestariam" vê-lo no Morumbi são absolutamente conquistáveis. Um título e tudo isso acaba, como acabou quando Telê era odiado pelos conselheiros do SPFC por sua forma de trata-los e sua mania de querer "abandonar a Libertadores". Ao vence-la, todos eles esqueceram disso e se tornaram fãs do mestre Telê. Futebol é assim, muda em menos de 10 minutos um conceito de gerações.

E o SPFC sabe que um dia terá Luxemburgo lá. Sabe tanto quanto o próprio Wanderlei sabe que chegará no SPFC um dia.  Este casamento é tão negado, proibido, rejeitado e orgulhoso que fatalmente acabará acontecendo.

O SPFC incomoda o Luxemburgo sem se mexer. O Luxemburgo incomoda o SPFC apenas por existir.

Que clube não gostaria de ter o melhor treinador do país? E que treinador não quer treinar o melhor clube do país?

O que os afasta são detalhes. Aqueles, tão pequenos de nós dois... que um dia serão coisas muito grandes pra esquecer...

Alguém duvida? Eu não... Aliás, tenho certeza.  

abs,
RicaPerrone

A gente só toma olé


É irritante a competencia do SPFC para contratar sem que a imprensa descubra. A receita?

Simples! Só Juvenal e mais um sabem da negociação, logo, ninguém tem como vaza-la, a não ser o empresário ou o próprio jogador.

A gente sabe de todo mundo que o SPFC chega a conversar e não dar certo num primeiro momento. Mas, as que seguem e partem pra fechar... é uma guerra!

Desde que Leco confirmou que 2 ou 3 nomes surgirão, a imprensa persegue loucamente e liga pra todos os empresários que existem.

Eu liguei pra uns 5, descobri uns 8 nomes que o SPFC fez contato este ano ou ano passado, mas apenas um deles não foi "descartado".

Meus colegas sabem de outros, e a soma é aquele complicador: O SPFC liga pra tanta gente que desvia o foco.

Da Europa não deveria vir, porque a janela está fechada, não dá pra inscrever. A não ser que os jogadores que o SPFC negocie façam rescisão de contrato lá fora, o que abre uma possibilidade. (será?) Ou que venha do Japão, da Arábia, América do Sul... a janela só diz respeito a EUROPA.

Bolivar, Danilo, Renato (ex-Fla), Pedro Ken, Rodrigo (Fla), Renato (PP), Keirrison, mae Dinah, Pica-pau, Pernalonga, Marcelo Prado e outras lendas que existem por ai. Todos eles, tenham absoluta certeza, já receberam ao menos uma CONSULTA do SPFC.

Tres desta lista acima não estão descartados. Outros dois não tem muita chance. E um deles vai jogar de verde.  O QUE NAO SIGNIFICA QUE ELES JOGARAO NO SPFC AMANHA, OK? (Tem certeza que entendeu ou alguem vai sair dizendo que "o perrone disse que nao sei quem vem?")

Tenho lá meus nomes que confio(palavra que não tem o mesmo significado de SEI COM CERTEZA) serem os de Leco e Juvenal. Não vou bancar aqui porque sei que torcedor lê: "Contato" como "Fechou", e depois cobra do jornalista como se ele estivesse tratando as negociações.  Mas, o SPFC busca 3 nomes.... 2 pra agora, um pra quem sabe quando, porque 2 já tem palavra com o clube pro segundo semestre.

O time vai melhorar bastante, viu? Prometo!

abs,
RicaPerrone

Tudo e mais um pouco


Em virtude da minha dor de dente, que não está brincadeira, vou resumir algumas coisas sobre a rodada e assim que o Lisador fizer efeito eu escrevo mais.

- O Flamengo venceu, mesmo tendo feito esforço pra não vencer e ter que ir ao México entre 2 finais de estadual. A situação é delicada, e nem dá pra culpar ninguém. Perder um treinador no meio das finais, meter uma viagem ao México entre elas... não fazia parte dos planos. Não me deixa otimista, confesso. Mas... é Flamengo, né?

- Boa, Brunão!!!

- O SPFC venceu, jogou o de sempre, contou com ajuda do juiz e do Luqueno. Passou, em primeiro, incontestavel, porque foi mesmo o melhor do grupo. O time segue jogando mal, não tem como esconder isso de ninguém.  A pressao é grande no Morumbi, mas o Nacional-URU não deve ser um baaaaaita problema. Agora, se não fizer gol lá e perder... sei não. Esse time do SPFC não sabe buscar resultado contra times fechados.

- Richarlyson já me irrita na mesma medida de Ricardinho e Gustavo Nery.

- O Botafogo joga, de novo, um futebol redondinho. Mesmo sem ter grandes peças no elenco, consegue ser competitivo. 

- O Inter é, de fato, forte quando precisa. Vai dar um puuuuuuuuta trabalho no Brasileiro esse timaço.

- O Santos é o único brasileiro que, eu acho, não passa das oitavas. Até o Cruzeiro eu acho que passa.

- As quartas de final serão:

Fluminense x SPFC
Flamengo x Cucuta
River x Estudiantes
Cruzeiro x Lanus

abs,
RicaPerrone

Blogs


Blogs de amigos jornalistas que também frequentam o SPFC todos os dias:

http://blogdotorva.zip.net/ - Torvano, 105 fm

http://eduardo.affonso.zip.net/ - Eduardo Affonso, ESPN/Eldorado

abs,
RicaPerrone

Responsabilidade


Hoje recebi uns 100 e-mails de tricolores. Entre eles, uns 20 pedindo que eu não elogie o Luxemburgo porque ele vende jogador, porque ele é safado, porque ele paga torcida organizada, porque ele é mau caráter, etc.

Ok, então vamos esclarecer de uma vez por todas.

Em primeiro lugar, gostaria que qualquer torcedor que faça essas acusações fosse a público e as fizesse dando nome, endereço e CPF. Assim, responderá por elas.

Claro, na minha caixa de e-mail você não será processado. Mas, se publicar isso, talvez ele cobre você, e aí ele ficará mais rico ainda quando você disser que "ACHA" tudo isso.

Eu tenho um blog que já passou de 1,5 milhões de visitas. Eu sou profissional, tenho responsabilidade sobre o que acuso neste blog e portanto não me permito cair neste tipo de situação. Seria um perfeito irresponsavel e ignorante se eu fizesse isso: julgar alguém pelo que ouço alguém dizer, e ainda usar o ibope deste blog para acabar com a imagem de uma pessoa que sequer tive o prazer de conversar por mais de 5 minutos na vida.

Ah, Perrone! Então você é bobo? Você não acha que o cara leva algum, que ele faz o que dizem por ai?

Não, bobo eu não sou. Mas se não afirmar isso para alguns é ser bobo, prefiro ficar com o rótulo de bobo do que com a certeza de ser um cafajeste irresponsavel que usa mídia e diploma pra acusar pessoas sem prova alguma. Vai do berço, e este pingo de educação eu tive em casa desde moleque.

Esperem de mim a espontaneidade de quem torçe, assume, brinca, grava programas de humor, faz um site pro clube que ama, assume o que pensa e fala num tom informal. Isso sou eu, gostem ou não. Mas, acusador e rotulador de pessoas sem saber o que estou dizendo, esqueçam! Isso eu não farei porque acima do manual do jornalismo está uma coisa chamada caráter, o que infelizmente não é pra todos.

Cabe a mim, apenas, julgar e analisar o TRABALHO DO LUXEMBURGO COMO TREINADOR. Quando provarem que ele é 20% do que insinuam, eu posso opinar. Enquanto for "achismo", eu me limito a falar de futebol.

abs,
RicaPerrone

Agora sim, um problemão


Joel não é genio. Longe disso, é um treinador cheio de particularidades e uma forma toda especial de comandar equipes. Deixa o Flamengo após as finais, e tenho certeza que isso será motivador pro time ganhar a decisão e lhe dar esta despedida, já que o cara é querido pelo time.

O Flamengo terá um problema para resolver enorme. Um dos fatores que fazia o Flamengo forte era a manutenção de um trabalho. Ele será interrompido e sabe-se lá quem assumirá isso. Pode vir um ótimo Tite ou um Parreira da vida. Vai saber...

Não dá pra analisar o que acontecerá porque o nome não está escolhido. Mas, seja quem for, não será fácil.

Agora, o panico pode ficar pra depois. A torcida do fLamengo tem todos os motivos pra se preocupar, afinal, é a quebra de uma filosofia no meio do caminho. Mas, em 2005, o SPFC trocou Leão por Autuori na mesma situação. O que ele fez? Teve a humildade de manter a base e só lapidar com o que ele acreditava.

O time comecou a voar e levou tudo, porque quem vê de fora, as vezes, vê diferente.

Entre o céu e o inferno, o Flamengo pagará por um "erro" que não cometeu. Coisas do futebol...

abs,
RicaPerrone

O gás


Hoje, no CT, ouvi todas as pessoas do SPFC e da imprensa que estiveram no vestiário ontem. Mais do que isso, ganhei um DVD do clube com 1 hora de gravaçao do intervalo do jogo, ou seja, na íntegra.

- Antes que questionem, o SPFC leva um cinegrafista a todos os jogos, seja no Morumbi, fora ou qualquer lugar.

- A imprensa confirmou: Estava impossível no intervalo. Foi forte, irritou os olhos, deu tosse, etc. Mas, no fim do jogo disseram que não havia mais tanto problema.

- O SPFC está revoltado, mas também não acredita que tenha sido o Palmeiras, mas sim algum torcedor babaca.

- Segundo Turibio, se existisse um asmatico no grupo... seja dirigente ou segurança, daria merda.

- A especulação dos jornalistas também não chega a acusar o Palmeiras. Todos acham que foi coisa de torcedor, mas sem dúvida alguém bem infiltrado lá.

- A diretoria do SPFC ficou la dentro o primeiro tempo todo. No exato momento que saiu, aconteceu. Ou seja, quem fez, ou deu muita sorte, ou tava vendo o que acontecia no vestiário através da ventilação.

- Foi mais grave do que parecia. O gás fez mal pro time. O problema é: Se fez tão mal assim, o SPFC podia também não ter continuado no jogo ne? Ai sim haveria consequencias pra isso. Jogando, ficou com cara de "reclamação".

- O assunto foi esse entre os jornalistas. Todos concordam que se o SPFC não passar na quarta haverá uma cobrança forte, uma crise até em virtude do que disse o Leco outro dia, quando afirmou que se saisse dos dois campeonatos, haveria crise sim. Cabeças vão rolar, palavras do Leco.

O complicador: Um policial que foi analisar o local disse, na frente da camera, que "quem fez isso tava aqui dentro, não lá fora". O que acusaria o SPFC. Agora, problema da polícia achar onde foi.

Enfim, é isso.

O vídeo do intervalo:

abs,
RicaPerrone

Coluna ET
Coluna do RicaPerrone: Permita-se
Fonte: Rica Perrone


Permita-se reconhecer que um rival do nosso clube, neste domingo, foi merecedor de uma classificação. Que foi um erro do nosso capitão, mas que não justifica a derrota em virtude dos nossos gols terem partido, também, de erros individuais no primeiro jogo: Arbitro e Gustavo.

Permita-se aceitar que o SPFC não faz uma grande temporada, que isso acontece, que não diminui o clube e nem nossas expectativas de melhora.

Permita-se aprender com isso. Notar que aí vem um Brasileirão com diversos clubes de alto nível e que não estamos sozinhos. Que aquela tese atípica do SPFC ser favorito no Mineirão, Maracanã, Beira-Rio e Olímpico vai acabar, porque é assim que tem que ser.

Permita-se um pouco mais de isenção. Não se culpe por admirar um jogador rival, como Valdívia. Ele irrita, mas ele joga muito futebol. É bonito vê-lo jogar, como é bonito ver o Dodô fazer gols, assim como não há nada de errado em reconhecer a superioridade de um time sobre o nosso em determinado momento.

Permita-se isolar fatos extra-campo do resultado em campo. Imaginar que isso é errado, mas que é problema da polícia, não dos treinadores e do jogo. Permita-se rir das gozações alheias, porque elas são engraçadas, como as nossas foram em 2005, 2006 e 2007.... e, porque não, ainda em 2008?

Permita-se não buscar motivos e culpados para um resultado absolutamente comum, que é a derrota. Aceitar, vestir a camisa, ir ao Morumbi na quarta-feira e buscar algo muito maior, que é a América.

Não há nada de errado em aceitar que as coisas não estão bem. Não haverá mentira se na quarta-feira o SPFC cair e criarem uma crise no clube. Haverá sim uma crise, talvez não nas proporções que existem nos rebaixados, mas uma crise em torno do que era esperado e do que aconteceu.

Perderá? Duvido! O SPFC vai vencer e se classificar, e depois disso zera tudo. Oitavas de final, o SPFC ainda vai com o segundo jogo em casa, e vai reverter isso.

Pode perder, pois nas oitavas não virá um Luqueno, mas sim um Flu, um Nacional-URU, ou outro clube de maior competência do que os da primeira fase. O futebol é apaixonante por isso, se não, seria um saco.

Permita-se ser grande na derrota. Porque amanhã a vitória virá... alguém duvida?

Abs,
RicaPerrone
A briga tática


O clássico deste domingo foi uma verdadeira guerra tática. Muricy pensou em se fechar e sair com o Adriano. Luxemburgo pensou em pressionar e ainda forçar que os laterais do SPFC ficassem presos de novo, assim, o Adriano não receberia cruzamentos.

Veja como os dois times começaram jogando:

Na medida em que o Palmeiras forçava o jogo pela esquerda, o Joilson ficava perdido entre marcar e apoiar. Dagoberto abria e não passava, porque não tinha com quem fazer jogadas. Porém, por optarem por ficar, até pela vantagem, o SPFC anulava seu proprio ataque, e atrapalhava muito o do Palmeiras.

F. Santos no Valdívia, e o Leo Lima inverteu o lado. Foi marcar na direita, porque o Martinez só sabe jogar na esquerda, exatamente onde Léo costuma atuar. Surpreendeu de alguma forma o SPFC, pois o Hernanes ficou de frente pro Léo diversas vezes, e na medida que isso acontecia o outro volante (Martinez), fechava para segurar um contra-ataque. Aliás, taticamente os dois volantes do Palmeiras foram muito bem.

Diego Souza muto aberto, evitando que o Junior fosse. Mas, ele foi. E quando foi, J.Wagner ficou. Quando foram os dois, o Hernanes não saia, e desta forma o SPFC não conseguia atacar em bloco.

Na segunda etapa, já com 1x0 pro Palmeiras, as coisas foram mudando. Muricy foi tirando lateral e empurrando os caras pro setor de criação. Com isso, prendia os volantes e o J. Wagner. Isso tudo antes dos 15 minutos finais, claro, onde tudo virou zona dos dois lados.

Luxemburgo abriu o jogo de forma perigosa. Ele segurava, mas dava ao Palmeiras, na teoria, uma saida muito forte para contra-ataque. DEmorou, mas entrou. E quando entrou, o gol saiu. O espaço dado pelo Luxemburgo para que o SPFC atacasse e tivesse a bola na intermediaria do  PAlmeiras foi um risco, porém, pelo SPFc não ter nenhum meia armador, foi um risco até que calculado.

Quem poderia usar este espaço para bater seria o Hernanes, e com o sistema onde o Léo Lima jogava do lado dele, foi ficando complicado pra ele chegar. Quando no final do jogo, o SPFC ficou no mano a mano e foi pra cima. Ai não tinha mais tática.

Os dois times terminaram o jogo assim: (sem as expulsões)

Os dados de posicionamento foram observados e depois confirmados pelo Footstats.

abs,
RicaPerrone

Estaduais


Reflexos ou não do que será o Brasileirão, os estaduais, enfim, chegam em seus momentos de grande interesse: a decisão.

No Rio, dois grandes, um puta jogo que envolve muito mais do que futebol. A briga da Taça Guanabara, o troco na taça rio, enfim, um jogo cheio de pimenta. Aliás, dois.

Em Minas, aquele famosa sensação de..."Jura!?". Cruzeiro e Galo, nada mais óbvio.

No Paraná, classico também. O Coxa ao menos desponta com um jogador diferenciado. Que deve jogar no Palmeiras, inclusive.

No Sul, o Inter tem a faca, o quejo, o ralador e até a goiabada. É só fazer o basicão.

E em Sampa, um grande x um pequeno.  O Palmeiras merece, é amplamente favorito, mas... final é final, pode haver ingredientes não esperados ainda pra esta decisão. Sinceramente, pelo que vi da Ponte, não imagino outro resultado que não seja o título alvi-verde.

Só acompanhei o Paulista e o Carioca. O resto eu só consegui ver "melhores momentos". Claro, não é um bom sinal que o Grêmio não esteja lá, idem pra Santos e Corinthians, que deviam ao menos ter se classificado. O Brasileirão promete, porque não é dificil imaginar que Flamengo, Fluminense, Botafogo, SPFC, Palmeiras, Inter e Cruzeiro tem condicões de disputar esse título quase que em igualdade de condições.

Que assim seja, porque eu não aguento mais ver jogo de time grande x time pequeno. Tá na hora de ter 4 opções de "jogão" por final de semana.

abs,
RicaPerrone

O problema


Porque torcedor de outro clube tem tanta dificuldade em ouvir elogios ao Luxemburgo?

Porque é tão f... para alguns engolir que o cara é bom pra cacete? Que em 15 anos ganhou 200 vezes mais que os outros?

Porque para julga-lo sempre colocam "carater" no meio, sem que ninguem prove nada contra ele?

O que esperam? Que os jornalistas acusem e distorçam a opiniao PROFISSIONAL sobre o cara porque DIZEM que ele é isso ou aquilo sem provas?

O que voces querem afinal? Jornalistas honestos ou que falam o que torcedor quer ouvir? Os que acusam se provas ou os que tem um pingo de responsabilidade no que dizem?

Futebol é apaixonante, e irritante.

abs,
RicaPerrone

O clássico dos "anexos"


Vamos separar as coisas antes de achar que a semifinal do Paulistão teve um resultado cheio de anexos.

1- Futebol
2- Estádio
3- Valdívia

No campo, o Palmeiras foi melhor e pronto acabou. Não tem susto, surpresa nem nada. O time que jogou bem 20 vezes no ano venceu do que jogou 2, qual é a novidade?

Dirão os tricolores: "Ah, mas se o Ceni não erra..."

Ok, e se o Gustavo não erra? E se o juiz não erra?

Ah, mas o André Dias foi expulso. Sim, e devia ter sido antes, quando numa disputa lateral meteu o cotovelo no Kleber já caido. Idem pro F. Santos, que devia ter sido expulso quando deu uma pernada no Valdívia por trás.

Foi no apito, Perrone?

Não! Mas, o juiz errou pros dois lados, muito mais pro SPFC em 2 jogos, e mesmo assim o Palmeiras passou. Ou seja, méritos pra cacete, e o grande tem que saber perder também.

Táticamente não há o que ser colocado contra os treinadores. O Muricy fez o que podia, e o Luxemburgo o que não devia, mas... o que o diferencia.

O Palmeiras acabou com o jogo? Não! Teve erros, e quase perdeu a vaga quando brincou de não resolver o jogo e deixando a intermediaria aberta pro SPFC bater o jogo todo. Mas, não dá pra se omitir sobre a coragem do Luxemburgo. É incrível, ele é um kamikaze. Na medida que o rival vem pra cima, ele vai abrindo o time dele. Não coloca 2 pra marcar, mas sim 2 pra que venham menos rivais pra cima. É um puta risco, mas ele corre, e normalmente dá certo.

O Muricy tirou o Joilson, o cara meteu o Lenny. O Muricy meteu o Hugo, ele meteu o Denilson. Ele não ficou tacando volante no time.

Ah, mas ele colocou o Wendel! Ok, e quem fez a jogada do segundo gol? Ele... la na frente, não na zaga.

Enfim, venceu o melhor time e ponto final. Sem chororô...

Estádio

Houve um problema com gás, outro com a luz. Vamos por partes.

A luz está faltando mesmo, não tem nada a ver com o Palmeiras. Eu moro do lado, e desde a abertura do shopping novo, tá acontecendo. Tanto que, 1h30 antes do jogo, aconteceu também.

E outra: Qualé a vantagem que o Palmeiras tira de apagar a luz ganhando de 2x0, com um jogador a mais aos 40 do segundo tempo? Fala sério vai...

O gás sim, este é grave.

Mas, do gás ser grave ao Palmeiras ser acusado vai uma looooooooooooooooonga diferença. O Palmeiras é responsável? Sim, o estádio é dele. Tem que ter segurança.  Mas é CULPADO? Não, aí são coisas diferentes. Alguem ATIRA O GAS, e este sim tem culpa. O Palmeiras RESPONDE pelo estádio, o que é diferente de se cometer o vandalismo de jogar gás em pessoas.

O gás deu problema? Deu. Mudou algo no jogo? Faça-me o favor...

Valdívia

Se ele jogasse no meu time, eu o adoraria. Jogando em outro, irrita qualquer rival.

O "mago" não participou do jogo o tempo todo, óbvio, ele é o mais marcado. Mas... expulsou André Dias, poderia ter expulsado F. Santos se o juiz quisesse, e fez o segundo gol. Não foi decisivo? Faça-me o favor de novo...

Aí dizem que ele tirou sarro. Primeiro que ele driblou, comemorou o gol, e fez um sinal pro Miranda mandando ficar quieto.

Dirão os tricolores: "Mas ele foi folgado!".

Não sei... eu não ouvi o que o Miranda falou pra ele o jogo todo... 

Valdívia é um baita jogador. Irrita, porque todo baita jogador que joga no rival irrita. Mas, eu queria no meu time.

E é isso. Parabéns pro Palmeiras, e o SPFC que se cuide. Uma bobeira na quarta-feira explode uma crise SIM no Morumbi.

abs,
RicaPerrone

Menos, Juvenal!


O presidente do SPFC parece meio alterado este ano.

Na semana da decisão, dispensa Carlos Alberto sem maiores explicações. Pior: Pela imprensa e não comunicando o atléta.

Depois, vai ao CT e diz pra imprensa que os reforços não deram muito certo.

Isso tudo somado ao afastamento do Hugo por contra própria, assim como a mudança de postura no caso F. Santos, e não duvido que mude também sobre Carlos Alberto.

Não era o caso de dizer isso daqui 1 semana e não no meio de duas semifinais onde tudo que o SPFC precisa é de paz?

Lembra o quanto criticamos Citadini, Palaia e outros dirigentes por falarem demais e conturbarem ambientes em jogos importantes? Pois é, agora é no SPFC. O que, sem dúvida, aumentará o mérito do Muricy em 200% em caso de classificação, já que não é fácil blindar o time disso tudo.

Insisto na tese de 2007: O SPFC podia falar menos... tá virando um time que mais discute, justifica e reclama do que joga.

abs,
RicaPerrone

Motivador?


Muricy debocha de atos motivacionais. Diz por ai que não faz, que jogador ganha pra correr e ponto final. Discordo bizonhamente dessa tese, mas... acho que ele também discorda.

No último sábado, quando o Tricolor dormia, Luxemburgo chamou a torida e soltou fogos no CT. Fez festa, acordou o time todo do Tricolor, que é vizinho.

Muricy levantou, tirou fotos e gravou a festa. Usou isso antes do jogo, mostrando pro time que eles já eram os classificados, afinal, a festa já estava sendo feita.

Daí surgiu o tesão fora do normal que o time do SPFC está para eliminar o Palmeiras. Tenho visto no Ct esta semana e ouço de todos: "Não vamos perder o jogo". E com uma segurança que até impressiona.

Ainda, por coerencia, imagino que o Palmeiras seja o favorito. Mas, a porcentagem de favoritismo na minha cabeça caiu muito dia após dia que fui ao Ct ver o time treinar. O que também vale registro: Nào fui ao Palmeiras, logo, o tesão lá pode ser o dobro e eu não sei.

Motivador ou não, Muricy usou bem o ato do Luxemburgo a seu favor.

abs,
RicaPerrone

Espetacular!

Enfim, alguma emissora de TV aberta abre os olhos do povo pro futebol fora da sua cidade. O Globo Esporte, depois de anos, resolveu ser um programa de futebol brasileiro, não mais de futebol de quintal, igual os demais.

Matérias do Inter, do Gremio, Galo, Flamengo, Botafogo... EM SÃO PAULO!!!

Isso é sensacional! O futebol cresce na medida que o torcedor deixa de ser alienado.

Quando é pra meter o pau a Globo é o alvo predileto, até porque, e o maior. Mas, quando é pra elogiar... devia ser igual.

Segunda-feira nem falaram do Corinthians! Mas os estaduais foram TODOS informados. Aí sim, futebol pra gente de alto nível, não pra 'macaco' que só quer ouvir elogio e bla bla bla do time dele.

abs,
RicaPerrone

Será?


Carlos Alberto foi dispensado e já tem propostas. Aliás, não chegam a ser propostas, mas sim contatos para demonstrar interesse.

Depende muito do time alemão, que precisa permitir a permanencia dele no Brasil.

Um dos clubes que demonstrou interesse joga contra o SPFC no próximo domingo.

Mesmo clube que quer contratar um zagueiro ex-SPFC para o Brasileirão.

Será?

abs,
RicaPerrone

Zebra muda o quadro
Adversário das oitavas da Libertadores começa a ser definido
Fonte: Estação Tricolor


Com 3 grupos "resolvidos" e outros 2 para serem definidos nesta noite, os possíveis adversários do SPFC nas oitavas de final começam a ficar mais claros.

Se não houver "zebras", ou seja, os favoritos ganharem seus jogos, e o Tricolor idem, o Santos será o adversário das oitavas.

Se o SPFC empatar com o Nacional e ainda assim conseguir a vaga, encara o Fluminense, também baseado na opção de não haver mais grandes zebras nos jogos restantes.

River Plate e Nacional do Uruguai são outros adversários bem possíveis. Dificilmente o rival do Tricolor será diferente dos 4 citados.

Os jogos desta quarta-feira mudaram o quadro um pouco. O mais provavel adversário do SPFC era o Nacional-URU. Agora, qualquer um dos 4 pode surgir na frente do Tricolor.

Com a rodada desta noite o quadro ficará ainda mais claro e, por fazer o último jogo da fase, talvez o SPFC tenha o direito até de escolher o adversário de acordo com o jogo contra o Nacional.

Já estão classificados:
Cruzeiro
San Lorenzo
Estudiantes
Lanús
Cucuta
Santos
LDU
Fluminense
Flamengo

abs,
RicaPerrone

Duas chances


Hoje o SPFC se depara com situação simples:

Se vencer o Nacional, pega o Nacional do Uruguai nas oitavas.

Se empatar e mesmo assim classificar, pega o Fluminense.

A chance disso mudar é mínima, porque so uma combinação de zebras tira o Nacional da frente do Tricolor.

O jogo de volta seria no Morumbi, e este time do Nacional é muito melhor do que os 3 que o Tricolor enfrentou na primeira fase. Por outro lado, o Fluminense é muito melhor do que o Nacional, logo, é bom vencer.

abs,
RicaPerrone

O medo de perder x a vontade de ganhar


Por lazer, fui ao Canindé ver Lusa x Botafogo.  Esperava um grande jogo, e acabei vendo uma partida típica de mata-mata, onde o medo de perder tira a vontade de ganhar, até que se obrigue a procurar a vitória.

O Fogão joga de uma forma muito interessante. Fiquei bem no alto, perto da torcida do Bota (video abaixo), e deu pra ver a parte tática do jogo muito bem. (Aliás, ninguém me tira da cabeça que treinador tinha que ficar é lá no alto e não no gramado)

O Botafogo marca individual e sobra um. Quando toma a bola, impressionante como todos mudam de posição e começam a dar opção pra quem está com ela. O time é realmente o mais voluntarioso que vi este ano. Se mexe muito, corre muito, e tem uma zaga muito mais firme do que a do ano passado, apesar dos nomes. Isso se deve ao fato de Tulio e Diguinho, as vezes com Leandro Guerreiro, formarem uma barreira no meio, coisa que em 2007 não acontecia quando o Joilson ia, o Tulio ia, o Lucio não voltava, e a zaga ficava levando contra-golpe o tempo todo.

Claro, isso diminui o poder de fogo. Mas fica dificil comparar lá na frente quando sabemos que o time de 2007 era mais qualificado do que este.

A Lusa joga com 3 zagueiros, um de mentira. Sai mal demais com a bola, sempre dando chutão, e marca zona. Ou melhor, uma zona. O número de vezes que o Diguinho e o Tulio receberam a bola na intermediaria com os volantes da Lusa marcando os meias e deixando um buraco foi notavel. Se soubessem chutar forte, dava pra ter arriscado mais.

Mas, o mais interessante no jogo foi ver a reação típica do mata-mata.  A Lusa entrou pra não perder, e ficou ali igual um time pequeno jogando fora de casa. Defende, bico pra frente, defende, bico pra frente. O Bota tocava a bola, porque passar o tempo era bom pra ele.

Aí, no segundo tempo, o Fogão fez 1x0. O que aconteceu? A Lusa TEVE que ir pra cima. O Botafogo recuou, porque não queria perder. A Lusa se atirou e tudo que o Botafogo tavajogando melhor virou ao contrário nos últimos 20 minutos, porque o medo de perder virou de lado. Afinal, levar uma virada é pior do que perder de 1x0.

No final das contas, apesar de notar facilmente que Diego é diferenciado e vai fazer diferença voltando ao time titular, não imagino outro resultado que não uma vitória do Botafogo, eu diria que até fácil, no Rio de Janeiro.

No final das contas, valeu o "passeio".

abs,
RicaPerrone

Carlos Alberto demitido


Primeiro: A informação que eu tinha de que o Carlos havia aprontado na concentração anterior ao problema de F. Santos fica cada vez mais desenhada.

Segundo: Demitir jogador pela imprensa é amadorismo e falta de respeito.

Terceiro: O SPFC omitiu coisas, óbvio. Tava na cara que tinha pedaço faltando na história...

Abs,
RicaPerrone

SP x Velez


Caros leitores, um pedido:

Se alguém tiver, seja via PC ou dvd, o jogo entre SPFC x Velez, final da Libertadores 94 no Morumbi, na íntegra, poderia me enviar?

Eu procuro um lance especifico para fazer uma matéria legal pra ET.

Valeu, gente!

abs,
RicaPerrone

Obrigado, Romário!


Acabou. Romário disse que não joga mais futebol, que sei reinado acabou de vez. Outros atacantes virão, outras lendas surgirão, mas um espaço vazio ficará pra sempre na grande área de qualquer estádio do Brasil e, porque não, do mundo.

Os gols ficarão mais complicados, a bola será menos bem tratada e o encontro do bico da chuteira com ela se resumirá a chutes de zagueiros sem direção.  Quem vai encobrir o goleiro dando um toque de primeira da intermediaria? E quem, com um metro e meio, vai subir no meio de 5 suecos para classificar o Brasil na Copa?

Quem vai tirar o corpo pro chute do Branco entrar? Quem vai ser chamado de última hora pra salvar a pátria, literalmente, e vai acabar com um jogo sozinho no Maracanã?

Comemore, Amaral! Comemore, torcedor do Corinthians. Romário não fará mais aquele inferno na vida de vocês. Botafoguenses idem, porque foi o time que mais levou gols do baixinho.

Chora nação vascaína... a camisa 11 acabou.

Chora rubro-negro, o pequeno ídolo não voltará mais.

Como será o amanhã?

Por quem eu vou clamar em época de Copa do mundo? O que vou gritar quando fizer um gol de bico jogando bola com os amigos? O que eu vou dizer pro meu filho quando ele ver um atacante da seleção pipocar ou sumir num jogo decisivo? Explico que um dia não foi assim, ou deixo ele imaginar que é assim mesmo?

 Talvez hoje, para muitos garotos de 19 anos, não seja possivel dimensionar o que estamos vendo parar. Talvez até para a imprensa, cansada desta espera pelo fim, seja algo até comum e esperado. Mas, daqui a 30 anos, terão a exata dimensão do que significou para o futebol esta frase de Romário: "Eu Parei!".

O maior atacante de todos os tempos. O melhor fazedor de gols da história de um esporte onde o objetivo é esse, está fora.

O futebol ficou mais sem graça nesta terça-feira.

abs,
RicaPerrone

Mão no fogo


Posso estar enganado, mas pelo pouco que conheço, é sincero. E a decisão do SPFC é a mais inteligente possível.

Boa sorte, Fábio!

abs,
RicaPerrone

Coluna ET
Coluna do RicaPerrone: Nem melhor, nem pior. Diferente!
Fonte: Rica Perrone


Não querendo roubar a frase que o Salgueiro usa para se descrever na Sapucaí, até porque minha Mocidade é muito mais bonita, mas o Tricolor se encaixaria muito bem neste padrão. Talvez o torcedor tenha a idéia de que o SPFC se limita a um time e títulos. Mas não, pelo contrário, o futebol é o que se expõe, mas não o que controla 100% do clube.
Neste sábado teve eleição. Juvenal foi reeleito, mesmo sem ter sido ainda, com 77% dos votos. Um massacre, como nunca aconteceu.

A votação não se refere apenas ao futebol, mas sim ao social, as ações de marketing, ao crescimento da marca SPFC e aos frutos de outros investimentos. Quem vota são sócios do SPFC, não sócios torcedores. É um outro tipo de torcedor, outro tipo de mentalidade e outra noção de clube.
Para eles, vale o que pagam, o ambiente que vivem, a situação do clube e, para muitos, a responsabilidade sobre a tradição e força deste nome gigantesco.

Merecido, porque o Juvenal é um bom presidente. Mais do que competente ele é inteligente. Sabe colocar pessoas nos lugares certos, tirando um erro ou outro. A manutenção do Casares foi, diria eu, 50% da sua reeleição. Pois a valorização da marca tem sido determinante nos elogios que se faz a atual gestão.

A democracia tricolor esteve em alta no sábado, apesar de alguns pequenos detalhes que incomodam, como a impossibilidade de votar num conselheiro de sua confiança se ele for da chapa contrária a que você votou. Isso contradiz a história de que lá tudo é pelo SPFC, não por política.

Mas, ao final da eleição, aprendi pela décima vez que o SPFC é grande porque tem grandes homens lá dentro. Tem picareta, burro, ladrão, claro que tem! Mas, acima de tudo, tem grandes pessoas que amam o SPFC sobre todas as coisas.

Quando acabou, conversei com diversas pessoas da oposição e ouvi, de forma unânime, que a partir daquele fim de eleição era tudo SPFC, que o Juvenal podia contar com todos, e que o foco era ganhar domingo. Dane-se o resultado, o importante era o Tricolor.

Assim se faz um clube grande, ou qualquer empresa, onde os funcionários não são burros o suficiente para pensar neles antes da empresa, porque sabem, de alguma forma, que se a empresa for mal, você dança. Portanto, cerebral é aquele que entende a instituição como algo maior e você como parte dela. Burros e limitados são os que tentam se sobrepor e, em muitos casos, tirar vantagem dela.

Por isso que admiro e respeito pessoas como Jesus Lopes, Mauro Castro, Pimenta, Casares e tantos outros que fazem daquele clube o maior das Américas.

Nem melhor, nem pior. Diferente!

Mas, se o coração pudesse falar mais alto, eu diria que...

Melhor, muito melhor! E ainda por cima, diferente!

PS - Antes que interpretem tudo errado: Me refiro a parte politica do clube, não ao futebol, nem ao "errar ou não".

A lenda

Marcelo Prado, agora comentarista da rádio ET, é um jornalista de alto nível. Escreve no jornal Agora com enorme competência, gerando ótimas matérias e uma ótima cobertura do SPFC. Mas, entre diversas qualidades, destaco a de avaliar futebol e soltar frases incríveis.

Em uma semana selecionei, ao lado de Rafael Prates da rádio Record, alguns perolas de Marcelo Prado. O e-mail dele é mprado@agora.com.br . Sugiro que comentem suas frases neste e-mail, para que ele sinta todo o apoio da massa tricolor em relação a suas idéias.

“Valderrama, em grande fase, jogou mais do que Gérson”.

“Sonhei em ver Owen e Bechara, mas os ingleses não viram futebol no garoto da Vila Belmiro”

“Rogério Belém foi mal aproveitado no SPFC. Seria um craque”

“Imagine só, Axel, Nem e Válber The Flash nesse time? Seriamos imbatíveis!”

“Hugo é um jogador que merece ser analisado por Dunga.Não temos um meia esquerda com essas características”

“O SPFC deve tentar efeito suspensivo para Richarlyson domingo”

“Ricky é o novo Roberto Dias”

“Joilson, jogando de meia como no Chile, me lembra Fernando Redondo”

“Telê Santana não foi competente, mas sim sortudo. Não é todo dia que se tem Macedo e Victor no mesmo time”

Abs,
RicaPerrone

Apoio


Hoje, pela manhã, os jogadores do SPFC receberam em seus quartos uma carta.

Ela tinha o seguinte conteúdo:

Ps - Quando desenhamos a ideia do apoio, o Borges não estava suspenso. rs

abs,
RicaPerrone

Camisa que cresce

O SPFC joga um futebol pífio em 2008. Até agora, não deu o menor sinal de vida e chegou a dar raiva em alguns jogos.

Mas, é o São Paulo.

Forte e imponente mesmo com problemas internos, o Tricolor muda de cara no Morumbi diante de um jogo decisivo.

Costumo dizer aos meus amigos que se um clube tivesse a estrutura do SPFC e a torcida do Flamengo não haveria campeonato. 

Mas, mesmo sem o apoio de torcida de massa durante boa parte de sua história, o SPFC sempre venceu e chegou. E isso o torna ainda maior, pois conseguiu tudo isso por competencia propria e pouca ajuda externa.

Quando entrei naquele Morumbi hoje me surpreendi. Os palmeirenses estava euforicos, os tricolores, quase unanimes, diziam: "HOje vai ser f...".

Era medo! Sim, eu subi na arquibancada pra ver. Não to chutando lá da cabine não.  Medo de perder pra um time, hoje, melhor que o nosso.

Mas, algo muda quando o juiz apita e aquela camisa branca vai tomando conta do gramado. A camisa cresce, o time fica forte, e o Morumbi se torna um palco onde o artista principal, queiram ou não, é o SPFC.

Hoje isso ficou muito claro. Ali pertinho do campo mais ainda, porque viamos que as firulas dos rivais iam parando na medida em que um carrinho tricolor era dado.  Se impor em casa é fundamental para um time vencedor. E isso, o SPFC ainda sabe fazer.

Hoje foi uma vitória da superação, com ajuda do arbitro, sem dúvida, mas ainda assim uma grande vitória.

Agora aguardemos. Daqui uma semana veremos se o Palmeiras cresce no Palestra ou se temerá a pressão vinda da arquibancada.

Este papel o SPFC fez com perfeição. E mesmo que venha a ser eliminado, desde que não seja goleado, sairá de cabeça erguida por ter encarado de igual pra igual um time, hoje, melhor que o dele.

abs,
RicaPerrone

Hein?


Não vi ainda. Não faço ideia de como tenha sido o jogo, mas o resultado está aí, pra quem quiser ver.

O Flamengo tem a seu favor o desgaste. Claro que pesou. E o Botafogo, a seu favor, o conjunto e a vontade de resolver aquela pendência da Guanabara.

Venceu, 3x0, até onde sei, sem contestações.

O Flamengo segue na final, não muda muita coisa. Terá tranquilidade até pra pensar nela, enquanto Bota x Flu fazem a decisão da Taça Rio.

Como não consegui ver ainda nenhuma das semifinais, me limito a dizer que não me espanta a vitória do Bota, como disse durante semana, e muito menos a do Flu. A final estava meio que desenhada, até pelo bem do estadual, que vai acabar tendo mais 2 jogos decisivos.

Vou apostar no Flu, nem eu mesmo sei porque. Talvez seja apenas vontade enrustida de ver um Fla x Flu decisivo com Maracanã lotado, coisa que eu sou apaixonado desde moleque.

abs,
RicaPerrone

Uma mãozinha de craque

 
Muricy foi prático: Se meu time não consegue dar 3 passes no ataque, mas tem um sujeito que resolve tudo, vou recuar, marcar os caras, sair fazendo lançamento pros atacantes e uma hora a bola entra.

Luxemburgo ficou desarmado: Se ele vai pra cima, abre pro Adriano. Se recua, não passa uma zaga fechada daquelas.

O que aconteceu? Um jogo onde o detalhe individual resolve. Infelizmente pro futebol, o juiz acabou resolvendo muito também. Não há absolutamente nenhuma contestação sobre a irregularidade do gol do Adriano, mudando o rumo do jogo, acentuando a postura defensiva do SPFC e jogando todo a pressão pro outro lado. Quem estava no Morumbi, ali perto do campo, sentiu. O Palmeiras era o time da vez. Quando levou o gol, virou o time que "tem que achar um empate". E o SP, com a torcida ali pulando, começou a se sentir, como de fato era, o dono da casa.

Mudou o jogo? Claro que mudou.

Tira os méritos do SP? Hum... vamos por partes.

- O mérito do Muricy em enxergar o time dentro da sua limitação existe. Principalmente porque ao enfiar o Joilson aberto, ele acabou com o apoio do lateral esquerdo do Palmeiras por ali, o que dificultou muito pro Valdívia.

- O Luxemburgo teve méritos em mudar e colocar o Palmeiras em cima do SP. Foi 67% de posse de bola, um absurdo. E foi bem quando notou que só o drible mudaria aquele cenário.

- O gol do Adriano foi, como 90% dos do SP em 2008, de bola parada. Só que este não foi legal.

- O penalti, pra mim, aconteceu.

- A marcação do SPFC foi perfeita. Muricy foi brilhante com a idéia do Zé e do Joilson na direita, porque acabou com o setor que o Palmeiras mais cria. 

- Mais do que isso: A recuada do SPFC foi perigosa. Talvez, se tomasse o 2x2, Muricy saisse de la vaiado. Mas, se fez necessario na medida em que o desgaste também apareceu na segunda etapa.

- No Palestra, ter que fazer o resultado é f...  O campo é pequeno, e o SPFC vai se beneficiar disso, tenham certeza.

Futebol é detalhe. Hoje, o detalhe ajudou o SPFC de forma irregular, como poderia ter ajudado o Palmeiras. Claro, o lance foi sim meio que "grandioso", mas... eu estava ali e foi realmente dificil demais do juiz ver. O detalhe poderia ter pesado muito mais se o Rogério faz uma das faltas que cobrou, assim como se o Palmeiras conseguisse espaço pra bater no gol, coisa que não conseguiu por méritos da marcaçao do SPFC.

Domingo tem tudo de novo, e hoje me limito a dizer: 50% pra cada lado. Agora sim, nào há favorito.

abs,
RicaPerrone

Bastidores da eleição no SPFC


Gente... que dia!  Não sei como, mas consegui passar 12h direto acompanhando o SPFC. Acordei as 8h, fui ao clube cobrir a eleição. Voltei, fui pro CT, vi o treino, voltei pro clube pegar a apuração e só agora voltei pra casa. Mas, se eu disser que não me diverti, estou mentindo.

Logo cedo, 9h da manhã, dou de cara do Lapolla, dirigente das antigas. Me deu a versão dele da oposição, falou sobre o time, o clube, e tudo bem. Subi, encontrei Mauro Castro, o maior são-paulino que já vi em toda minha vida. Ele está na oposição, mas ele jamais torceu contra, agiu contra ou colocou isso na frente do clube. Um conselheiro vitalício que tem o meu respeito, assim como Sidney, que é mais um a ter o SPFC acima de tudo.

Bom, primeiro fui dar um abraço nos dirigentes da oposição.  Entrevistei todos, amanhã na rádio ET. Aurelio estava com cara de "sei que perdi", e o Cassio Gabus Mendes dando autografo e esbanjando simpatia. Aliás, adorei ele dizer: "Eu sou fã de vocês da ET!". Feito isso, fui pro lado amarelo.

Aí é uma festa. Não dá pra trabalhar sem dar risada. Imaginem: Leco, Juvenal, Jesus Lopes, Marco Aurélio e Casares juntos. Ficam sérios. Mas, quando se soltam do grupinho, risadas pra todo lado, porque o Marco Aurélio é um caso a parte, e o Casares é um cidadão de uma educação e humor diferenciados.

Vamos por partes. O Jesus Lopes é mais sério, mas é o dirigente que eu mais gosto. Conversamos, gravei com ele, tudo beleza. Falei com Leco, ele explicou o ocorrido no aeroporto (amanahã na ET), etc. Falei com Juvenal e... quando pensei que já tinha falado com todos os relevantes dirigentes do clube, quem aparece na minha frente? Ou melhor, abaixo do meu umbigo? Marco Aurélio Cunha, o mala!

Começou a festa. Primeiro ele conta piada, depois ele fica puto, depois ele dá risada, depois ele me xinga, depois ele me diverte, e no fim ele dá uma exclusiva pra ET.  Por isso que eu adoro esse gnomo. Bastidores do show de MAC:

- Vou ser conselheiro, aí eu fico mais um ano no Ct, depois volto pra ficar só de conselheiro
- Tá, e quem nos faz rir?
- Ah, eu vou lá sempre falar, ta? Prometo! hahahahaha

- Perrone, o F. Santos foi isso, isso, isso, bla, bla bla...
(Outro cara) - Oi Marco! Cara, me explica o F. santos?
- Nãaaaaaaao!!! Perrone, conta pra ele! Não aguento maaaaaaaaais!!! hahahaha

- Marco, você viu que fizemos matéria com o Casares? Então, a próxima é sua...
- Ah, agora que a eleição acabou? Não quero!!!! (brincando, claro)

Enfim, divertido como sempre. Aliás, acho que ele tem disturbio bipolar, porque tem dia que ele é seco, outros ele senta e fica 2 horas papeando com você.  rs

Sobre a oposição, devo registrar: São pessoas de bem. Eu sei que são, conheço muitos deles. Tanto que, após a apuração, sabe o que diziam: "Agora é trabalhar junto! O sPFC acima de tudo! Vamos ganhar amanhã".

Claro, tem gente que torce contra, que é ruim. Mas num geral a oposicao do SPFC é muito tranquila, inteligente e não passa por cima do SPFC.

Venceu quem mereceu, porque o Juvenal faz boa gestão sim. Tenho lá minhas reclamações, como todos teriam, mas num geral, ele tem feito bem seu trabalho.

E o Muricy, este sim, que se cuide. Impressionante. A cada 10 conselheiros que se conversa, 7 querem a cabeça do cara. O Juvenal tem realmente muito peito, e hoje ficou claro pra mim de onde o Muricy fantasia que tem tanta gente tentando derruba-lo. O problema é que ele devolve na imprensa, que não tem nada com isso... o alvo é que tá errado. Mas eu até entendo o lado dele, porque o que tem de traira naquele clube é brincadeira... Dá tapa nas costas do cara e depois enfia a faca quando ele perde. Aí, não!

abs,
RicaPerrone

Sente o clima...


Por hora, fotos. Mais tarde, tudo sobre as eleições no SPFC...

 

Parabéns, manhê!

Bom, hoje é dia 12 de abril e a minha mãe, Maria Cristina, faz aniversário. Ela não revela, mas é algo entre 40 e 120 anos.

Filha de duas pessoas absolutamente fora dos padrões de caráter, honestidade e bondade que já existiram, só podia dar coisa boa. 

Esta pessoa em destaque na foto é ela, no dia da abertura do Morumbi. Fez parte da história do SPFC, sempre no clube, sempre envolvida, sempre participando. Me incentivou mesmo quando tudo me desmotivava para que eu jamais largasse o futebol, que era minha paixão.

Quando digo pra ela que o site do SP não dá lucro, mas dá trabalho, ela é a única que diz: "Não pára. Você adora isso e paixão não tem preço".

É uma mãe igual todas. O filho com 30 anos, quando encontra, ainda respode coisas como: "Sim, escovei os dentes". "Sim, to comendo direitinho". Aliás, na verdade eu sempre respondo com ironia, porque não tem uma pessoa na minha família que consiga falar sério por mais do que 10 minutos.

Ela é divertida, dá risada de tudo, tem um gênio do cacete igual o meu. Foi amiga do Muricy na infancia, o que me faz imaginar que, em algum momento naquele parquinho do clube, ela ouviu: "Sai dai! Você não entende nada de balanço, minha filha".

Enfim, essa é minha mãe. Mora aqui do lado, e eu a vejo quase que mensalmente. Hoje é aniversário dela, e estou desde as 8h no clube, agora vou pro CT, volto pro clube e só la pelas 20h, talvez, eu consiga ir até lá dar um beijo nela.

Bom, mãe gordinha, parabéns!!! Muitos anos de vida, sucesso, saúde, paz e que a vida te dê em dobro tudo que você fez por mim até hoje, inclusive aturar minha mania de fazer tudo do meu jeito desde os 8 meses de vida, quando joguei o babador no chão porque ele me irritava.

Se hoje eu faço o que gosto, sou um tricolor doente, vivo no meio daquele clube e consegui tudo que consegui, devo muito a você e seu incentivo.

Te amo!

Bjs,
RicaPerrone

Desarmaram o circo

Com os pais soltos, a imprensa largou o plantão no local do crime.

Acabei de passar lá, tirei uma foto, não havia um jornalista sequer.

Se o pai quiser ir até lá agora, pode ir de boa que ninguém vai notar. rs

Enfim, dá uma sensação ruim olhar aquela janela...  me recuso a acreditar que foi o pai, mas... tá ficando complicado.

Espero que peguem o culpado e que ele não vá preso. Que o deixem solto, de preferencia no meio da praça da sé. Aí sim, estaria pagando o que merece pelo que fez, seja lá quem for.

abs,
RicaPerrone

Agora sim, vai ou racha


Se alguém ainda esperava uma semana razoavelmente tranquila, esquece. O SPFC viverá um verdadeiro drama nos próximos dias. E só viverá essa pressão em virtude da incompetencia administrativa de 2008 e da mentira ridícula do caso F. Santos, caso contrário, teria um desconto em virtude do passado recente.

Perdeu, jogou mal pra cacete de novo. Não há quem aguente mais um time atuar mal todo santo jogo e voltar pro campo igualzinho na semana seguinte. Se tá ruim, mexe! O Richarlyson é um brincalhão, estrelinha, jogador iludido. Tem que sair!!! Banco no cara, dane-se se joga na seleção.

Que diabos o Éder Luis fez para credencia-lo de titular de 15 em 15 dias no SPFC numa posição que não é a dele?

Até quando o SPFC será o único time do país que os atacantes jogam mais de costas pro gol do que de frente?

E depois deste show de horror, que é rotina em 2008, ainda tem que aturar as patadas do professor Muricy, as desconversadas da diretoria, as mentiras de outros e o chororô semanal que justifica, jogo após jogo, a falta de futebol. Chuva, viagem, dor na perninha do óculos, briga interna, eleição, juiz, avião que atrasa...

Agora, meu amigo, é um "vai ou racha"  de marca maior. Daquelas que se não for, racha mesmo. Porque o Palmeiras é favorito sim, tá na cara. Se perder, vai pro Morumbi lotado, cobrando, pressionando, e o Nacional ali, fechadinho e com mais qualidade do que Luqueno e Audax, dois times que o SP só venceu no finalzinho em casa. Será que é absurdo achar que o empate é um resultado possível?

Ficou complicado. Não pelo jogo, porque dá pra ganhar do Nacional. Mas pela pressão, que será enorme nas próximas 2 semanas.

abs,
RicaPerrone

O novo rei do chororô


Se chove, atrapalha os mais técnicos jogadores.

Se faz calor, cansa.

Se o juiz não dá penalti, é roubo.

Se é a favor, "acontece".

Dá briga na concentração, escondem e mentem para a imprensa.

Quando algo conturba o ambiente é culpa da imprensa, não da falta de verdade do clube.

O time joga mal, é exagero da mídia.

Quando ganha, pedem que se enalteça o "trabalho".

Jogaram 2 partidas de Libertadores no Palestra e não teve problema.

Agora, mais fraco, acha um absurdo jogar lá e emite até nota oficial.

Está enchendo o saco isso já... o jogo no Palestra, por lógica, tem que ser aceito.  Sempre teve condições, porque hoje não tem mais?  Cade aquele papo do SPFC que reinou até terça-feira: "Jogamos onde precisar"?

Pelo amor de Deus, Tricolor! Nunca foi disso, agora deu pra se lamentar e falar mais do que agir?  Pára com isso... você também assinou o documento que a FPF escolhe o local. Logo, assim como pro Palmeiras não caberia chororô, não cabe ao SPFC também.

abs,
RicaPerrone

Breves comentários...

Barcelona Schalke 04 Barcelona 1 x 0 Schalke 04 
Normal, nada a acrescentar.
 
Man. United Roma Man. United 1 x 0 Roma
O futebol inglês comprova nesta Champions League que já dominou o mundo
 
Chivas Santos Chivas 3 x 2 Santos 
 Pelo time que tem o Santos, perdeu de pouco e faz uma puta campanha na Libertadores. Esse Santos 2008 tinha que "trancar matricula"  na Libertadores e voltar ano que vem.
 
Cienciano Flamengo Cienciano 0 x 3 Flamengo
Impressionante!
 
Arsenal (ARG) Fluminense Arsenal (ARG) 2 x 0 Fluminense
E quem se importava? O Flu não tava nem aí, porque eu vou estar... rs

Grêmio Atlético-GO Grêmio 3 x 4 Atlético-GO
Posso falar palavrão?

Atlético-MG Nacional-AM Atlético-MG 4 x 1 Nacional-AM
Ah, vá...

Botafogo River-PI Botafogo 2 x 0 River-PI
 Quase, hein... ainda bem que saiu o segundo gol. Seria um desastre.

Corinthians-AL Paranavaí Corinthians-AL 4 x 1 Paranavaí 
Algum Corinthians tem que golear...
 
abs,
RicaPerrone
Fla-Sampa!


Bom, na semana passada o Hassan, líder da Fla-Sampa, grupo de flamenguistas em São Paulo, me chamou para assistir a um jogo com eles no bar onde se reunem. Prometi que assim que o SPFC jogasse em dia diferente do Fla, eu iria. E hoje fui.

Fiquei impressionado. Os caras são divertidíssimo! As piadas durante o jogo, as musiquinhas, o tanto de paixão que se torce mesmo a distancia, é absolutamente assustador.

Claro, toda torcida faz isso. Mas, eu fui ver a do Fla, logo, falo dela.

Gente animada, educada, aberta a receber todos muito bem. Fui muito bem tratado e toda vez que me perguntaram eu disse: "Sou são-paulino". E ninguém, em momento algum, foi grosseiro ou ignorante por isso. Gente de primeiro nivel, parabéns!

Gostei das pérolas que ouvi lá, também.

"Aaaa, Toró é melhor que o Kaká..."
"AAAA Obina melhor que o Drogba..."

Enfim, aquele jeito carioca de tirar sarro dos outros. Tinha musica pro Bota, pro Vasco, pro Flu, pra todo mundo! Muito divertido, porque a brincadeira ficava na musiquinha e ponto final, sem violencia e nem sequer hostilidade.  E cantam o tempo todo! Cada um que puxa uma musiquinha leva um coro junto com ele. Puta galera animada viu... tinha que fazer anti-doping ali.

Muito legal! Mesmo, vocês são ótimos! E parabens pela iniciativa.

O vídeo acima eu gravei lá hoje.

Volto assim que o SPFC jogar em dia diferente do Mengão. E obrigado pela recepção.

abs,
RicaPerrone

Gente grande


O Flamengo tinha tudo para comprovar a tese dos que consideram o time "nervosinho e despreparado". Era jogo duro, altitude, nem o mais otimista dos especialistas imaginava que aquele time desequilibrado do Uruguai poderia vencer por goleada.

Mas, com uma maturidade fora do esperado, um posicionamento digno da sua grandeza e uma calma irritante, o Flamengo venceu seu jogo mais importante em 2008, como aliás, venceu todos que disseram ser "agora ou nunca"  desde setembro de 2007.

Ganhou porque agiu como gente grande. Não olhou pra cima para encarar ninguém, pelo contrário, desde o primeiro minuto deixou claríssimo quem era o Flamengo e quem era o Cienciano. Havia uma atmosfera toda preparada para os jogadores. Torcida, mídia, pressão, altitude, tudo contra!

E é aí que a gente pergunta: Pode-se confiar neste time?

Hoje o Flamengo respondeu: "Sim, pode!"

Em momento algum do jogo o time perdeu a calma. Seu unico problema durante 90 minutos foi não saber dosar a força do chute na altitude, por isso os passes saiam errados, sempre mais adiante do que o necessário. De resto, posicionamento, inteção, catimba... foi absolutamente perfeito.

Uma vitória incontestavel, grandiosa, reveladora... uma vitória rubro-negra.

Abs,
RicaPerrone

Aí sim

Segundo me informa o jornalista e amigo Marcelo Prado, o segundo jogo será no Palestra.

Confirmado,inclusive, pela assessoria do Palmeiras já.

Em instantes, em toda mídia.

abs,
RicaPerrone

Coisas que só acontecem com o Perrone


Como deu pra notar, estou atolado de problemas e sem tempo pro blog, aliás, pra nada.

Pra ajudar, consegui almoçar às 15h nesta quarta-feira. Fui até a padaria comer qualquer coisa e lá chegando pedi a primeira coisa que tinha na frente: Um pedaço de pizza.

O rapaz me serviu, e eu comi.

Quando já estava na casquinha, ou seja, quase terminando, a gerente da padaria chegou, olhou para os produtos e avisou um dos meninos que ali estavam:

- Olha, tira essa pizza daqui! pelo amor de Deus, tá ai desde ontem de manha! Daqui a pouco alguém come e passa mal, pô!

Ele tirou... agora, como eu vou tirar é que eu não quero nem imaginar.

abs,
RicaPerrone

Comparativo entre os 4 semifinalistas

Os 4 semifinalistas do Paulistão estão definidos. As semifinais serão entre Ponte Preta e Guaratinguetá, São Paulo e Palmeiras.

Os 4 clubes disputaram 19 rodadas contra os mesmos adversários. Ao final, além da classificação, acumularam números interessantes para comparativo.

Confira:

Assistências
Guaratinguetá - 16
Palmeiras - 27
Ponte Preta - 31
SPFC - 19

Cartões
Guaratinguetá - 60 (4 vermelhos)
Palmeiras - 59 (2 vermelhos)
Ponte Preta - 58 (4 vermelhos)
SPFC - 57 (6 vermelhos)

Cruzamentos
Guaratinguetá - 377 / 23% certos
Palmeiras - 565 / 24% certos
Ponte Preta - 500 / 18% certos
SPFC - 550 / 20% certos

Defesas do goleiro
Guaratinguetá - 140
Palmeiras - 56
Ponte Preta - 85
SPFC - 64

Desarmes
Guaratinguetá - 446
Palmeiras - 710
Ponte Preta - 520
SPFC - 571

Dribles
Guaratinguetá - 200
Palmeiras - 354
Ponte Preta - 212
SPFC - 264

Escanteios (a favor / contra)
Guaratinguetá - 116/156
Palmeiras - 156/104
Ponte Preta - 162/97
SPFC - 172/81

Faltas cometidas
Guaratinguetá - 417
Palmeiras - 463
Ponte Preta - 442
SPFC - 368

Faltas recebidas
Guaratinguetá - 400
Palmeiras - 459
Ponte Preta - 431
SPFC - 374

Finalizações
Guaratinguetá - 274
Palmeiras - 314
Ponte Preta - 353
SPFC - 319

Gols pró
Guaratinguetá - 27
Palmeiras - 36
Ponte Preta - 36
SPFC - 31

Gols contra
Guaratinguetá - 14
Palmeiras - 16
Ponte Preta - 23
SPFC - 22

Impedimentos
Guaratinguetá - 36
Palmeiras - 44
Ponte Preta - 47
SPFC - 44

Lançamentos
Guaratinguetá - 1027 (41% certos)
Palmeiras - 819 (51% certos)
Ponte Preta - 1076 (41% certos)
SPFC - 882 (56% certos)

Passes certos
Guaratinguetá - 86.4%
Palmeiras - 90.3%
Ponte Preta - 83.6%
SPFC - 91.1%

Penaltis cometidos
Guaratinguetá - 2
Palmeiras - 5
Ponte Preta - 4
SPFC - 6

Penaltis sofridos
Guaratinguetá - 4
Palmeiras - 8
Ponte Preta - 2
SPFC - 1

Posse de bola
Guaratinguetá - 243:25
Palmeiras - 318:28
Ponte Preta - 230:00
SPFC - 311:38

Rebatidas
Guaratinguetá - 619
Palmeiras - 383
Ponte Preta - 414
SPFC - 245

abs,
RicaPerrone

Feito pro torcedor...


A FPF ja indica que o segundo jogo será no Morumbi. Marco Polo, presidente da FPF, incoerente, diz que a Libertadores tudo bem, mas semifinal de paulista não dá. É, tá certo... movimentava menos gente as oitavas de 2005 e o jogo em 2006, né?

Ai dizem: "Estamos pensando no conforto do torcedor".

Qual torcedor? O do SPFC, só se for. Porque o palmeirense trocava qualquer renda e conforto pra jogar em casa.

O torcedor beneficiado é aquele que vai pagar 40 reais no ingresso das semifinais do estadual?

Ou aquele que fica olhando cambista todo jogo na porta e sem ter como entrar?

Torcedor não é aquele que, jogo após jogo, ouve do cambista: "Quem me passa ingressos por fora é gente da FPF"?

Torcedor, aquele que também não precisa ir porque agora a TV passa jogo pra praça, tirando os poucos que ainda iam em estádio.

Torcedor de futebol, mais uma vez, feito de idiota. Os tricolores vão adorar, porque tira do Palmeiras boa parte da vantagem. Os do Verdão, com toda razão, lamentar, porque a canetada será feia.

Claro, o Palmeiras não pode chorar. Assinou, tem que acatar. Mas, que é injusto, sem dúvida.

abs,
RicaPerrone

Divulgando

No próximo final de semana São Bernardo receberá o segundo torneio aberto de Futebol de Mesa em 2008.

 

Mais de 200 botonistas de clubes tradicionais como Corinthians, Palmeiras, Santos, Rio Branco, XV de Agosto de Socorro e do clube da casa Meninos Futebol Clube, estarão disputando os títulos de 6 categorias.

 

O destaque fica por conta da presença de Horváth Imre, presidente da Federação Húngara de Sector Ball e da Federação Internacional de Futebol de Mesa. Pela primeira vez ele disputará um torneio no Brasil, jogando a categoria Master.

 

No sábado estarão nas mesas os botonistas das séries Ouro, Master e Juvenil e no domingo serão disputadas as séries Prata, Bronze e Extra. Os jogos começam as 9:30 e as finais são disputadas no fim da tarde por volta das 17:30.

 

Prato cheio para quem é apaixonado pelo Futebol e um dia já jogou futebol de botão em seu "estrelão".

 

Serviço: 

 

2° Torneio Aberto de Futebol de Mesa

12 e 13 de abril, das 9:00 as 18:00

Meninos Futebol Clube

Avenida Caminho do Mar, 3222

São Bernardo do Campo - SP

Mineirão

O Cruzeiro encara o Ituiutaba. O Galo encara o Tupi.

Pelo que aconteceu durante a primeira fase, inclusive no encontro Galo x Tupi, dá pra imaginar a final entre os grandes sem maiores dificuldades.

O que me chama atenção é o Ipatinga, que está na série A do Brasileirão, rebaixado no estadual.

Será que vem aí mais um pereba igual o América RN?

Ou teria sido um leve surto num time que cresce a cada ano?

Pago pra ver. Mas, o Mineirão 2008, infelizmente, aguarda pegar fogo apenas na final. As semifinais são um prato cheio para os grandes chegarem embalados.

E é tão óbvio que o Cruzeiro hoje tem mais time, mas tão óbvio... que o Galo será campeão.

abs,
RicaPerrone

Ah, o futebol...


Nada mais empolgante do que o futebol.

O time que não perdia, que era sensação entre os grandes no começo da temporada perdeu quando precisou. Está fora das semifinais do fraco estadual do Rio Grande do Sul. O poderoso Grêmio, que ainda não tive o prazer de ver jogar, caiu.

E tudo que era euforia virou crise. A cobrança vem aí,e se o Inter levar o título, o que é bem provável, vai ser pior ainda.

Tem coisa mais sem lógica e mais incrível que o futebol?

abs,
RicaPerrone

Taça Rio

Flamengo x Botafogo, Fluminense x Vasco.

Definidas as semifinais, começa a expectativa. Os 4 grandes, como não poderia deixar de ser tendo jogado as partidas em casa, com aval dos pequenos, diga-se.

No primeiro jogo o Fluzão parece favorito. Mas, tem a Libertadores no meio do caminho, e isso pesa.

No segundo, o favorito é o Flamengo. Mas, o Botafogo está todo mordido achando que foi roubado até hoje. A taça Rio não tira o Flamengo da final, apenas aumenta a espera por ela. Logo, imagina-se que, tendo Libertadores no meio do caminho, o Flamengo tenha menos foco nesta partida do que o Bota. Então, pra mim o favorito é o Botafogo neste momento.

Supondo que Flu e Bota cheguem na final, o carioca garante um jogaço, aliás, dois.

Seja quem for o rival do Flamengo, o campeonato carioca terminará com destaque nacional. Se for Fla x Vasco,a história do vice. Se for contra o Bota, o chororô. Se for Fla x Flu, é Fla x Flu. Não requer comentários.

E se o Flamengo ganhar a taça Rio e não precisar de final, tera que encarar Vasco ou Flu na final da Taça Rio, o que já faz das próximas 4 semanas um verdadeiro banquete pra quem gosta de futebol, polêmica, decisão e grandes jogos.

Que vença o melhor, e que as torcidas do Rio façam a festa de sempre. Em paz!

abs,
RicaPerrone

Tão natural quando surpreendente


Seria natural ver o recém rebaixado Corinthians, com um time totalmente em formação, não se ajustar em 3 meses e ficar fora das semifinais do Paulistão.

Surpreendente ver um time grande fora das semifinais de um campeonato de baixíssimo nível técnico como o que vimos.

É natural que o time demore para ser montado. Natural que erre, que não tenha padrão de jogo ainda.

Mas surpreende que aqueles 2 pontos em casa com o Juventus tenham eliminado o time do campeonato.

A Copa do Brasil vira, naturalmente, o caminho principal, assim como grande foco.

Surpreendente será o time em formação e recém rebaixado ser campeão nacional meses depois.

Mas, por ser o Corinthians, até que seria natural.

abs,
RicaPerrone

Essa vale a pena

RÁDIO ET NO AR
: SPFC 3x1 Juventus
Fonte: Estação Tricolor


A edição desta semana é, seguramente, a mais recheada de 2008 até agora. Nela você ouve o debate sobre o jogo, as piadinhas do Murro, as informaçòes de bastidores e mais...

- Hernanes fala sobre o jogo
- Jesus Lopes fala sobre o campo das semifinais
- Borges comenta a partida
- Aislan, exclusivo, sobre sua situação
- Zé Luis comenta as semifinais
- Rogério Ceni fala sobre a polêmica de F. Santos
- Muricy dá sua versão sobre o jogo
- MArco Aurelio Cunha explica o problema no CT
- Zé Luis em entrevista exclusiva!

Quer mais? As versões sobre o caso Fábio Santos!

Apresentação - RicaPerrone
Comentários - Marcelo Prado
Surtos - Marcelo Murro
Reportagem - Ana Luiza

Ouça agora!

Ouça pelo player da ET
Download wma
Download mp3

abs,
RicaPerrone

Coluna ET

Coluna do RicaPerrone
: Aqui, não!
Fonte: Rica Perrone


Ah, no SPFC nada disso acontece! Aqui? Aqui é um tipo de templo sagrado da perfeição, dentro e fora do campo. Os dirigentes são perfeitos, não há atraso de salários, não existe problema de relacionamento, ninguém erra, o treinador é super prestigiado, os jogadores se amam, o clube ganha todos os campeonatos e o resto é tudo amador.

Esta foi a tese, em termos mais claros, que o SPFC enfiou na goela do torcedor nos últimos anos, quando ganhou muito. Muitos acreditaram, porque são torcedores. Outros, sabendo que não é assim que funciona e que o futebol é 100% cíclico, desconfiaram de uma dose de arrogância. Sou um deles, porque não concordo com o menosprezo ao rival.

Marco Aurelio, Leco, Jesus Lopes, Juvenal... dirigentes que adoro como pessoas e profissionais. Tenho respeito e bom relacionamento com todos eles, menos com o Juvenal que sequer tenho algum relacionamento, não por oposição, mas por não vê-lo muito. Mas, sempre, na vitória e na derrota, contestei no blog, na rádio e na frente deles esta postura de “aqui, não!”.

Porque acho que não somos diferenciados? Não, só porque eu sei que futebol é uma ciência sem a menor coerência, e que o clube A pode ser melhor hoje, cair amanhã, errar semana que vem e voltar a Toquio em 2 anos. Isso é apaixonante, e o futebol é isso.

Hoje, diante dos fatos, me sinto com uma dose de razão ao ver que “aqui, sim!”. Não porque o SPFC é pior, ou porque errou. Necessariamente um problema interno não requer culpados. As vezes acontece, como acontece na sua casa, na minha, em nosso trabalho ou grupo de amigos.

Conheço F. Santos, e a impressão que tenho dele é a melhor possível como pessoa. Conheço pouco o Carlos Alberto, mas sou fã do seu futebol e o considero muito simpático e divertido. Porem, ambos tem problemas com temperamento, e isso é um histórico que diz, não eu.

Sabendo disso, assim como o ótimo Adriano, contrataram, contradizendo o discurso de “aqui, não!”. O que eu achei? Ótimo! Porque no futebol você também faz apostas, não vive do garantido todo dia. Podia dar errado? Sim! Pode dar certo? Ainda pode, claro.

Aconteceu o que aconteceu e, de forma bastante clara, a diretoria do SPFC se perdeu na frente dos microfones. Os jogadores caíram fácil nas perguntas da imprensa e caguetaram que o Carlos Alberto estava envolvido.

Pior do que isso: O afastamento dele é tão claro que nenhum jogador recusou, apenas a diretoria, alegando contusão. Todos da imprensa já ouviram pelo menos 80% da verdade, e em todas elas o Carlos está envolvido.

Quer dizer então que existe um veredicto sobre o caso? Não, claro que não. Talvez ambos estejam só passando um momento ruim e isso passa. Talvez um só seja culpado, talvez os dois. Ou, talvez, numa rara alternativa, o Carlos nem esteja envolvido, e todo mundo tenha ouvido versões mentirosas sobre o assunto.

Eu ouvi a minha também. Aliás, ouvi umas 15. O que há de igual nelas todas é que o Fabio quebrou tudo no CT, que o Carlos Alberto estava envolvido, que houve tentativa de agressão (alguns dizem que chegou a ter), e que os dois foram afastados. Um publicamente, outro de forma encoberta.

Não é a primeira vez. Pelo contrário, este ano já ouvi boatos e historias de problemas internos o suficiente para preencher a falta desse assunto dos últimos 3 anos, onde apenas um problema na época de SP x São Caetano aconteceu e foi rapidamente contornado.

Muricy, coitado, está preocupado. E tem que estar mesmo, porque o punido será ele, e quem vai correr o risco é ele, porque se perder, ninguém vai culpar o F. Santos, mas sim o treinador.

O que aconteceu naquele CT ninguém saberá em 100%. Só os envolvidos, que duvido que um dia dirão. Porém, que aconteceu algo a mais do divulgado é tão evidente que chega a ser engraçado o SPFC negando tudo isso. E fica minha dúvida:

Porque negar tanto? Será pra manter a fama de perfeito? Pra justificar o rotulo de “Aqui, não!”? Ou será que algo é tão pessoa que não pode ir a publico?

Assumam! O SPFC erra também, e as vezes encara problemas. Isso não diminui o SPFC e suas conquistas, pelo contrário, mostra transparência. A única coisa que estão criando é espaço pra mídia especular e perturbar, mais nada. Se dizem a verdade, acaba isso. Mas não. Vão deixar que o foco do Palmeiras se desvie e as coisas fiquem ainda mais difíceis pro time, já que enquanto não for convincente, a imprensa ficará em cima, óbvio!

O que apurei é que foi grave. Que muitos conselheiros ficaram chateados com o F. Santos, até porque, só ouviram a versão do clube, claro. Os jogadores, ao que parece, nem tanto, afinal, pediram a volta de ambos. Situação complicadíssima, que mexe com todo planejamento do ano. Envolve elenco, relacionamento, CT, Muricy, diretoria, eleições, etc.

E a pergunta que eu faço desde sábado é: Pra que?

Se era tão difícil explicar o que eu queria dizer quando afirmava que o SPFC é muito bem estruturado, mas que não é imune a problemas comuns no futebol, agora ficou fácil.

Era isso que eu queria dizer.

E é até bom, porque ajuda a desiludir um pouco o torcedor e tirar aquela imagem de que "aqui, não!".


Bloco de recados
(Atendendo a sugestões, o que eu diria (e direi) pros jogadores, jornalistas e dirigentes no CT amanhã se os encontrar, publicados na coluna)

- Capitão, você me contou que lê minha coluna. Então, parabéns pelos seus 1000 jogos. A gente ia fazer um puta especial, mas pelas nossas contas faltavam 4, porque os amistosos não estavam nas estatísticas. Ficamos devendo dessa vez, ta? Aliás, sua atenção com os deficientes que freqüentam o CT é de se aplaudir também. E se ganhar do Palmeiras, eu te devo um churrasco onde você escolher. Afinal, sei que você é tão bom goleiro quanto pão-duro. (brincadeira!)

- Ana Luiza Rosa, repórter da ET, anda dançando o créu na sala de imprensa depois das coletivas. Jogador que quiser ver, fique um pouco mais e observe o show da nossa Sheila Carvalho de Rio Preto.

- Fábio, seja lá o que você tenha feito, vê se enfia a cabeça na água fria, volta lá, pede desculpas e resolva isso jogando bola. Tenho certeza que você não ficará os 29 dias fora. Até porque, seja você temperamental ou não, sei que é uma boa pessoa.

- Marquinho, pára de enrolar a imprensa! Mala! (brincadeira!)

- Zé Pequeno, você é sensacional!!! Obrigado pela ótima entrevista e melhoras nessa perna aí.

- Rafael Prates, da Rádio Record, você é o Marcelinho Carioca da imprensa. Mas ta numa fase...

- Jesus Lopes, melhor dirigente do país... Tu é liso, hein?! Vai sair bonito de pergunta difícil assim lá na ... (Meu ídolo!)

- Borges, o Zé me disse que você não ganha de mim no Winning Eleven. Tá desafiado! Se você ganhar eu mudo o topo do site pra uma foto sua por 1 mês. (Mifu...)

- O senhor Marcelo Prado, do jornal Agora SP, disse que Vampeta é falastrão, mas que adoraria vê-lo no SPFC em 2008. Tsc, tsc, tsc...

Abs,
RicaPerrone
http://ricaperrone.zip.net/
Enfim, o Paulistão


Depois de 19 rodadas, enfim o Paulistão começa e chama atenção do torcedor. Palmeiras x SPFC, Guará x Ponte.

Óbvio, o segundo jogo não terá nem grande mídia. Mas, dele sairá um finalista, que tem 90% de perder a decisão, seja pra quem for, principalmente porque jogará na capital as duas finais.

O outro sim, casca grossa. O Palmeiras é favorito, óbvio! Joga melhor, tem um time melhor formado, um treinador melhor e joga por 2 empates. Se isso não é suficiente para levar o rótulo de "favorito", eu desisto.

Mas, e daí? O favoritismo no futebol só serve pra dar animo pra um e mais responsabilidade pra outro. Em 2 jogos, desde que a segunda seja disputada onde deve, que é no Parque Antártica, tudo pode acontecer, apesar do melhor momento alvi-verde.

Espero que a FPF dê ao Palmeiras o direito de usar o seu estádio se quiser, pois a renda é problema de quem vai ficar com ela. Se o Palmeiras entender que vale receber menos pra jogar em sua casa, aquela mesmo que comporta final de Libertadores, é problema dele e cabe ao SPFC acatar.

Abs,
RicaPerrone

Fábio Santos


Bom,  depois de 24h, imagino que consegui chegar a informação mais correta sobre o caso.

Fábio Santos brigou na concentração, e foi feio. Virou armario, chutou mesa, agrediu jogador (ou chegou muito perto), enfim, foi pesado.

O Carlos Alberto está envolvido com alguma coisa que ninguém consegue descobrir o que é. Teoricamente ele podia ter sido apenas o cara que brigou com o Fábio. Mas, como há uma semana já ouvi falar do Carlos Alberto, não sei faz sentido. Talvez, por algo do Carlos na concentração passada, essa foi adiantada, e aí o Fábio se irritou.

Entre dezenas de teorias, e alguns absurdos que ouvimos de dirigentes babacas que querem plantar coisas pra ferrar a eleição no clube, tem o seguite:

O grupo teve sequelas. O Muricy tá bem preocupado, porque acha que não era hora de acontecer isso, muito menos porque o Fábio Santos não se irritou sozinho, mas só ele perdeu a cabeça. Ou seja, talvez os que ficaram do seu lado tenham ficado de "bico".

Por terem ouvido só a versão da diretoria, os conselheiros do clube estão putos com F. Santos e querem que ele não volte nem daqui 30 dias. Pelo menos 99% dos que eu conversei antes do jogo hoje. O Fábio desligou o celular e não fala, enquanto o Carlos Alberto segue "sumido".

As versões vao se afunilando e, mesmo sendo mestre em blindar o clube contra esse tipo de coisas, dessa vez a diretoria não tem como esconder 100%. A coisa foi grave, o time teme consequencias em campo, e o Juventus comemora.

Daqui a 20 minutos saberemos se isso interfere no time ou não. Mas, pelo que vi ontem no CT, a cara dos jogadores não era boa, as brincadeiras eram menos intensas do que sempre, até porque, só podia ser assim mesmo depois de uma noite daquelas.

Que sirva de lição duas vezes:

1- O SPFC não pode se achar tão superior aos outros ao ponto de ficar rindo quando acontece na casa do vizinho. Vieram e fizeram aqui também, ou seja, o SPFC não é remedio. É apenas mais estruturado, mas não mágico, perfeito e milagroso como já tinha torcedor acreditando.

2- O time rende em campo aquilo que rende fora dele. Vide os últimos 3 anos, onde o relacionamento era ótimo, deu tudo certo. Quando deu briga, caiu nas 2 competições. Quem sabe desta vez escape do reflexo em campo...

abs,
RicaPerrone

Vale a dica

 
A peça "Nós na fita" não me atraiu quando vi as opções pra hoje. Não gosto muito do Zorra Total, logo, não vejo tanta graça nos dois. Mas, ao vivo é outra coisa, e sem o roteiro da emissora talvez seja diferente. Bom, acabei indo. E se arrependimento matasse...

Por ter ido? Não! Por não ter ido antes!

A peça é simplesmente sensacional! Me matei de rir do começo ao fim, inclusive pelo fato de encontrar o Milton Cruz lá dentro, sendo que eu sai do CT quase que junto dele as 18h, mal sabiamos que o rumo era o mesmo. rs

Eles até pegaram uma das pessoas que foi com o Milton pra zoar durante a peça. Gente, bom demais! Vale os 70 reais! Parece caro, mas não é.  Fica no Shopping Eldorado, e eu recomendo.

abs,
RicaPerrone

Algo de podre no reino


Não está tudo normal. O SPFC nunca foi um clube agitado em bastidores, e ao contratar jogadores que vivia descartando e fazendo ate deboche dos rivais, abriu brecha pra ser igual. Fábio Santos é um dos caras mais gente boa que conheci naquele clube até hoje, idem pro Carlos Alberto. Mas, são dois jogadores temperamentais, todos sabem, inclusive eles.

Na semana passada nego veio me dizer que o Carlos Alberto havia arrumado encrenca na concentração e que quase foi demitido. Nem fui atras disso porque época de eleição no clube nego me fala uma por dia pra tumultuar. Mas, ao que parece, algo estava mesmo errado.

Tanto que Fabio Santos está suspenso. O que sei é que ele discutiu na concentração porque não gostou de ter que concentrar dois dias antes do jogo. Outros concordaram, outros não. Ninguém chegou a sair no tapa, como dizem. Mas, ele se irritou mais do que devia, falou mais do que podia. Não sei se é verdade que ele abandonou a concentração.

Seja lá como for, pelo futebol jogado, pelas polemicas desnecessarias, os atritos de Muricy com a imprensa no dia-a-dia e os problemas extra-campo, o SPFC 2008 parece ter perdido aquela formula magica da paz, onde nada acontecia e ninguém nunca saia do trilho. Alias, cobrir o SPFC chegava a ser um saco. rs

Fábio fará falta. E eu torço pra que ele arrume a nhaca a tempo de voltar e quem sabe se firmar no SPFC. Sobre a concentração, também acho ridículo 2 dias antes pra um time que jogou quarta, viaja terça, encara uma porcaria de adversário domingo, pra falar o portugues bem claro. O que não lhe dá o direito de fazer o que fez, se é que tudo que ouvi é verdade, que fique claro.

Desejo, de verdade, que tudo fique bem. O Fábio é um cara sensacional, e não faria isso de cabeça fria. Torço pela sua volta, pela paz no SPFC e para que essas coisas não afetem o resultado em campo. Mas, pela lógica do que ouvimos do proprio SPFC há anos, tudo que está acontecendo pode ser sintoma de um ano sem glórias para o Tricolor. Afinal de contas, quem zela pela paz, harmonia e profissionalismo não pode insinuar vitórias com sequenciais problemas internos.

Que volte a paz, e o futebol.

Como foi?

Estavam no CT apenas 2 emissoras de TV a cabo, a ET, a radio Record e a Folha de São Paulo. Dia tranquilo, jogadores treinando, filhos de jogadores, torcedores convidados, etc. Carlos Alberto e F. Santos não treinavam com o grupo. Notamos e fomos perguntar. A cara do assessor Juca deixava claro que não estava tudo normal.

Pensamos, por historico e pelo atraso do dia anterior, que Carlos Alberto era o problema. Mas não era. Para surpresa de todos, Jesus Lopes veio informar que Fábio Santos estava fora por 30 dias. Acho engraçado isso porque a punição acaba sendo pro time, não pro jogador. Tira o salário dele, mas não tira o cara do elenco. O "multado" acaba sendo Muricy.

Eu não consegui falar com Jesus Lopes porque enquanto ele falava eu entrevistava o Zé Luis na sala do lado. A noite tive a chance de saber ao encontrar com Milton Cruz no teatro, mas por uma questão de respeito, apenas comentamos da peça e deixamos o futebol pra lá. Versões surgem a cada minuto, mas as mais aceitaveis são mesmo de uma discussão e um "petit" na concentração. Sem mais teorias.

Estou tentando falar com o Fábio pra ouvi-lo. Celular na caixa. Quando conseguir, estará na ET, se ele falar.

abs,
RicaPerrone

Bastidores

Alex Silva, acabando com a coletiva do Borges...

abs,
RicaPerrone

O melhor do final de semana

Sábado, 5 de abril de 2008

Campeonato Inglês
08h45 Arsenal x Liverpool

Campeonato Alemão
10h30 Hertha x Werder Bremen

Campeonato Frances
15h00 Olympique x Lyon


Campeonato Estadual do Rio
15h30 Botafogo x Boavista-RJ

Campeonato Gaúcho
16h00 Internacional x Ulbra


Domingo, 6 de abril de 2008

Campeonato Alemão
12h00 Borussia Dortmund x Bayer Leverkusen


Campeonato Paulista
16h00 Santos x Ponte Preta
16h00 São Paulo x Juventus-SP
16h00 Grêmio Barueri x Palmeiras
16h00 Noroeste x Corinthians

Campeonato Estadual do Rio
16h00 Vasco x Flamengo
16h00 Fluminense x Madureira

Campeonato Mineiro
16h00 Atlético-MG x Guarani-MG
16h00 Tupi x Cruzeiro

Campeonato Gaúcho
16h00 Grêmio x Juventude



Ela é "o cara"


Quem teve o prazer de assistir ao show da Ana Carolina, exibido hoje no Multishow, sabe do que estou falando. Quem não viu, tem outra chance no dia 6.

Falar de música é complicado porque gosto não se discute, só se lamenta. Eu, por exemplo, ouço samba-enredo, moda de viola e pagode o dia inteiro. Até Sandy e Jr. eu ouço, confesso. rs

Eu não admiro muito fácil alguém. Normalmente requer algo especial pra isso. Algo tipo "personalidade" de se bancar e ser o que é, tocando um belo F... pro que pensam os outros, desde que a dose de respeito seja mantida. Ela anda nesse limite, e tem um mérito enorme nisso.

Canta muito, compôe muito, faz um puta show, fala o que pensa, não ofende ninguém pra isso, enfim, é uma pessoa diferenciada.

O show dela me fez não assistir a vitória do roxo corinthians. Mas, aposto, saí no lucro com a escolha.

abs,
RicaPerrone

Herois de uma nação


Acabo de assistir ao DVD Heróis de uma nação, que fala da época de ouro do Flamengo. Simplesmente, inacreditável!

Não pelos depoimentos, nem pela produção, que são boas, mas comuns. Mas, pelo tanto de historia, bastidores e detalhes que são revelados. Todo torcedor do Flamengo tem a obrigação de assistir isso.

Não vou repetir que foi o melhor time que eu vi jogar, disparado. É tão obvio que nem merece discussão. Nada, de 80 pra cá, se comparou a isso num clube de futebol.

Tem um momento do DVD que eu gostei muito, porque é igual comigo. O Renato Mauricio Prado diz que sempre ouviu do pai dele que o bom era o antigo, que não tinha mais time igual antigamente, etc. E que, um dia, vendo aquele Flamengo, ele quis ligar pro pai pra dizer que tinha sim. Nessa hora ele chorou. Eu me sinto exatamente desta forma quando, em 92, voltei da Av. Paulista as 5h da manhã com meu pai dirigindo e eu dizendo: "Viu!!! Esse foi o melhor time do SPFC, e eu vi!".

Procuro o DVD do Inter, do mundial, pra minha coleção e pra conseguir assistir. Até agora não encontrei... será que tem algum gaucho ai que possa me mandar isso? rs

abs,
RicaPerrone

Contra mediocres


O SPFC não fez uma grande partida, cometeu erros novamente, longe de se encontrar ainda, mas... tem que ser dito: O time do Luqueño é um daqueles que poderia ser banido do futebol que ninguém sentiria a menor falta. Timinho mediocre, com todas as letras.

Faz cera, cai-cai, não tem um jogador de ataque, dá bico o jogo todo, não acerta 3 passes, ou seja, é algo bem parecido com um time de futebol, mas não chega a ser.

O SPFC atuou contra 11 zagueiros, não tinha como entrar tocando. O que fica é a dúvida: E se tivesse, entraria? Talvez não, porque o time de 2008 se limita aos chutes de fora da área e um festival de cruzamentos pro Adriano e pro Borges.

Muricy armou o time num quadrado interessante. (veja abaixo)

O Hernanes mais adiantado, o time sempre mais aberto e cruzando loucamente na área adversária. Foram 57 tentativas...

O que deu certo é que os dois meias/volantes sabem jogar e chutam bem de fora da área. O que dá errado é Richarlyson na lateral, por exemplo. Existe uma diferença gritante entre alas e laterais, e no SPFC ela é ainda mais clara.

Se você pegar o Leo Moura, verá que ele chega na linha de fundo, entra na diagonal e PASSA a bola. Idem pro Leandro do Palmeiras, idem pro Junior Cesar do Flu, entre outros. Os do SPFC chegam perto da área e cruzam. Não funciona! O Adriano vai achar uma por jogo, mas um dia pode não ser suficiente.

A escalação do Éder Luis me deixa dúvidas. Qual o critério usado? Um jogador que não provou nada no clube ainda, que não atua, joga uma vez a cada 20 dias e justo nos jogos mais importantes. Pior: Improvisado de meia. Como que um atacante que vive nas pontas vai se adaptar jogando uma vez a cada 20 dias? Não era melhor usar um meia (Carlos Alberto) e ir usando o Eder na função dele? Deve ser meio duro pro Carlos Alberto engolir isso, mas...

A defesa se acertou. Miranda e André Dias vivem ótima fase, e mesmo com 2 zagueiros seguraram bem a onda nos últimos jogos, apesar de não terem tido a menor dificuldade em marcar o único atacante do Luqueño e os dois inoperantes do Bragantino. Mas, de um modo geral, a zaga ficou boa com o F. Santos na frente dela.

Domingo, contra o Braga, o SPFC foi bem. Hoje, sabe-se lá porque, mudou o time e sofreu pra ganhar de novo.

Entre qualidades e defeitos o SPFC venceu uma partida de Libertadores com cara de Libertadores. É assim que é.  1x0, sofrido, suado, mas com 3 pontos.

Que assim seja, até o fim.

abs,
RicaPerrone

Babas e mais babas


Quando vai começar a Libertadores surge aquele papo historico: "Libertadores são outros 500", "Não tem jogo fácil", etc, etc, etc.

De fato, é diferente. Mas, há anos que a diferença vem caindo e se tornando pífia.

A partir da segunda fase ainda é algo complicado e místico. Mas, na primeira fase, é brincadeira.

Flamengo, Fluminense, SPFC, Cruzeiro e Santos bailam sobre seus rivais na medida que querem jogar. Quando não querem, conseguem perder ou empatar.

O que vimos de Luqueno, San Jose, Libertad, Arsenal, Potosi, entre outros é digno de pena. Clubes falidos e que não tem sequer 2 jogadores de bom nivel entre seus titulares.

Hoje o Santos fez o dele, e diga-se, fez acima do esperado. O San José é um caminhão de lixo, mas o Santos teve méritos em matar logo o jogo e não ficar brincando de perder gols, como fazem Flamengo e Fluminense jogo após jogo.

A Libertadores é cada dia mais verde-amarela. E se isso é bom por um lado, é ruim por tirar dela aquela cara internacional que sempre foi seu charme. Daqui uns 5 anos, não me assustarei se 4 brasileiros fizerem as semifinais.

abs,
RicaPerrone

Sensacional!

abs,
RicaPerrone




[ ver mensagens anteriores ]