Blog novo

Pessoal, para quem eventualmente tenha este endereço aí nos favoritos, o blog mudou.

www.ricaperrone.com.br

Visitem por lá e comentem por lá. Aqui ficara só de arquivo.

abs,
RicaPerrone

Nada definido


O Fluminense teve uma pane de 45 minutos que pode lhe render o fim de um sonho. O que o sistema defensivo do Flu fez na primeira etapa não é algo permitido numa decisão. Desatenção, pânico, surto, seja o que for. Quer jogar aberto? Acho ótimo. Mas o pingo de responsabilidade deve existir.

No momento que o Flu colocou a bola no chão, a LDU ficou pequena na frente dele. Cairam no jogo que a LDU queria: Correria, pressão e nervosismo. Só que o Flu teve uma dose de azar. O primeiro gol, a bola sobrando no pé do Guerron no segundo, o gol perdido pelo Washington... enfim, coisas do futebol.

4x1 não dava muito certo. 4x2 dá, porque o Flu tem time de sobra pra fazer 2x0 na LDU. Três depende muito da situação de jogo, mas dá. O time deles é muito bom, mas depende dá espaço. O Flu tem que ter calma no Maracanã e não partir voando pra cima, se não leva um e aí sim a coisa fica quase impossível.

Achei o Renato bem cerebral ao mandar o time tirar o pé depois do 4x2. Se o time empolga e toma o quinto, um abraço.

Foi um jogo atípico. final com 6 gols, 5 no primeiro tempo, é meio absurdo.  Circunstancias que não costumam se repetir, mas, se tratando deste Flu 2008, é possível até ver um 4x1 no primeiro tempo no Maracanã.

A LDU usou o fator "susto" pra fazer os 3 primeiros. O Flu perdeu no psicológico, e vai ser mais dificil ainda dosar isso no Maracanã, com a torcida pressionando e esperando o gol.

Sinceramente? Parece absurdo, mas eu acho que o Fluminense ganha no tempo normal essa final. Talvez por influencia dos últimos jogos, talvez por torcida. Mas acho que o Flu não repete 2 jogos ruins como este. E repare: Jogando mal, fez 2. Dá pra virar sim.

abs,
RicaPerrone

Fala que eu te escuto!


Povo, atendendo a sugestões, um tópico livre.

Nos comentários pergunte o que quiser que eu respondo lá, ok?

PS - Não adianta me perguntar de contratações porque o que sei, obvio, eu publico aqui. O que sei e não posso falar por algum motivo, não falarei lá tb. Blz galera?

Valeu!

Abs,
RicaPerrone

Tricolor - Dia movimentado


 Vou tentar encurtar a história.

Muricy recebeu uma oferta "FANTASTICA" do Qatar. Mais de 2 mi de euros por ano.  Gostou, mas além da grana e da história de cumprir contrato, tem duas coisas que mexem com ele.

1- A família não quer viajar pra fora do país de novo, o que acontece em 95% dos casos de quem recebe esse tipo de oferta que não seja para a Europa. Mas, nada que conversando não se arrume.

2- A seleção. Ele sonha com isso, e sabe que é um momento "possível".

Muricy ouviu e não recusou! Quis falar com o Juvenal e ouvir o lado do clube. Nada mais justo, porque se numa dessas ele recusa e o SPFC manda ele embora daqui 2 meses é sacanagem. Saber o que aconteceu na reunião eu não sei. Mas sei que o Muricy tá pensando na oferta sim.

É bom deixar claro: Isso acontece toda semana, só que essa vazou. Ninguém tá agindo "estranho". Ele ouve, gosta da grana, fala com o chefe e decide. É assim, tá certo o Muricy, tá certo o SPFC e tá certo o time lá do Qatar em tentar.

Se aceita ou não, depende só dele. Muricy sempre recusou, mas tem hora que a grana pesa muito, principalmente quando é um absurdo de dinheiro.

Ele pode sair? Pode! Mas a tendência é que fique, até pelo histórico dele e tal. 

Outra: O Andre Lima tá perto do SPFC. Gostou da oferta, recusou o Santos e pode ser anunciado a qualquer momento. Só aguardar pra ver.

Mais: O Alex Silva não está desesperado pra sair não. Pelo contrário, me disse que se o SPFC contratá-lo... ele fica. O problema é que ele não é nem 30% do Tricolor, e aí pesa a grana que ele "deixa de ganhar" indo pra fora.  Dificil segurar esse sujeito. Mas... por hora, ele me jura que não recebeu oferta de ninguém. Só sondagens.

Enfim, é isso.

Amanhã volto ao CT, depois de 5 dias de molho, e repasso o que surgir de novidade. Mas, por hora, só informações extra-oficiais mesmo.

abs,
RicaPerrone

Muricy fora?


O jornal Extra do Rio noticiou que Muricy está perto de sair do SPFC. Disseram que ele já acertou bases salarias com o Al Saad e que pode deixar o Morumbi em breve.

Liguei correndo pro Muricy, e deu caixa. Falei com o assessor, que estava do lado dele, e disse que: "Ele não nega e nem confirma. Ele não falou sobre o assunto".

Liguei pro Leco, que me garantiu não saber de nada disso. Disse estar no Ct com o Jesus Lopes e que lá nào existe nada, o clima é tranquilo.

Enfim... 

A discussão "deve sair ou não" tem outro foco. A primeira era se ele devia "ser demitido", e eu me coloquei contra.  A segunda, a do dia, é se ele deve aceitar uma dessas ofertas e sair.

Sinceramente, se for 2 milhões de euros por ano (como dizem)... eu ia correndo. Da pra entender o lado dele. O SPFC vai se complicar, porque o mercado ficou muito fechado sem Abel, Cuca e Autuori. Mas, pensando no lado do cara... é duro recusar.

Mais sincero ainda: Não acredito que ele vá sair neste momento. Até porque, a seleção tem o nome dele entre os primeiros da lista. E ele já sabe disso.

Mas, futebol muda em 1 telefonema. Vai saber...

abs,
RicaPerrone

Um grande cara

 
"Fernandão"! É assim que chamo meu pai e é assim que meus amigos passaram a chamar.  Hoje ele faz aniversário, hoje ele queria estar no Morumbi comigo vendo a final da Libertadores, mas hoje ele vai jantar com a esposa e eu vou trabalhar vendo o Flu decidir o campeonato. Ele vai jantar porque merece, e eu vou trabalhar porque ele é, como diz o título, "um puta cara".

Um cara que eu levei 20 anos pra perceber o quanto me influcienciou. Vocês leitores do blog, notam isso lendo 2 ou 3 textos meus.  Mas, se hoje eu vou "trabalhar"  vendo o Fluzão jogar, devo a ele.

Não é a coisa mais normal do mundo um sujeito ter um pai fanático pelo São Paulo, viver dentro do clube, ir a todos os jogos no Morumbi, e quanto seu filho nasce ensinar o outro lado. A tendencia era me tornar um doente tricolor, e o fez. O que não era tendencia era me ensinar que tudo que eu via no meu time, os outros viam em outros clubes, e que isso merecia o mesmo respeito.

Meu pai foi o cara que me levou ao Maracanã vazio, em janeiro de 87 acho, e que ali dentro do gramado me contou a historia dos 4 times do Rio de Janeiro sem menosprezar nenhum deles. Me revelou, sem o menor pudor de torcedor, que o Fla-Flu era um clássico mais importante e famoso do que São Paulo x qualquer um.  Me contou da carreira do Zico, e me revelou ter ido ao Maracanã em plena lua de mel.

Este mesmo sujeito me levou ao Beira-Rio e ao Olímpico, e fez um garotinho de 11 anos conseguir gostar dos dois times de Porto Alegre sem nunca ter visto um jogo entre eles ao vivo. Me trouxe flamulas do Gremio quando foi para lá trabalhar, e até hoje me lembro dele me contando que quando o SPFC perdeu o título pro Grêmio no Morumbi, perdeu para um gigante do futebol brasileiro, e não "pra ele mesmo", como aturamos até hoje.

Uma vez, em Minas, eu quis comprar uma camisa do Cruzeiro. Ele me ensinou toda a história do Galo e seus ídolos. E ele fazia isso sem perceber, não era programado.  Voltei de Minas com um boné de cada, porque por algum motivo meu pai nunca me deixou ignorar um grande clube do país.  Eu falava do Vasco, ele me ensinava tudo do Roberto Dinamite e ainda contava do Botafogo, talvez numa tentativa de que eu nunca fosse um cego apaixonado por um clube só. Na verdade ele notava que o meu fanatismo pelo São Paulo já me fazia mal, e talvez tentasse apenas me justificar derrotas com essas histórias.

Meu pai me segurou na cativa do Morumbi em 89, minutos após o gol do Sorato, e mesmo sofrendo pela derrota, me disse: "Filho, perder faz parte. O Vasco foi melhor e mereceu ganhar".  Cara, eu não me conformo com isso! Como você raciocina após um gol do seu rival? Pelo amor de Deus, me ensina a fazer isso! E ele ensinou, mas sem ter que dar aula.

Na final da Libertadores de 93, eu tava de castigo. Eu chorei o dia inteiro em casa porque não pude comprar ingressos e ir ao jogo. Seria a primeira decisão do SPFC que eu não estaria no Morumbi desde que nasci. Ele estava puto comigo, mas ... As 18h30 ele entrou em casa sério. Me olhou e disse, com cara de bravo: "Se arruma, tamo atrasado".
- Pra que?
- Pra ir pro jogo...
- Mas... mas... não tem ingresso.
- Eu fui na Federação Paulista hoje a tarde e consegui comprar 2. Você não vai ficar fora da decisão, por mais que mereça.

Cara... eu chorei de alegria naquele dia, mas chorei igual uma criança quando eu vi aquele papelzinho na mão dele. Ganhamos, 5x0... E eu voltei pro castigo feliz da vida. O que eu quero dizer com isso é que meu pai teve todos os motivos do mundo pra me castigar e me tirar coisas. Ele sempre me tirou video-game, praia, clube, etc. Mas, nunca, em momento algum, ele me tirou o futebol. Ele abria o castigo pra que o futebol entrasse no meio. Eu não podia sair de casa as vezes, mas no jogo domingo ele me levava. Ele sabia que eu ia pro jogo quando dizia ir fazer trabalho na escola, mas ele nunca impediu.

Meu pai me ensinou F-1. Me levou a Interlagos ver o Senna, me levou na Sapucaí, me respeitou por eu ter uma escola que não era a dele. Ele é Mangueira, e nunca me obrigou a isso.  Ele me deu direito de escolha em tudo, menos no time. Com menos de 1 ano eu vestia a camisa do SPFC no Morumbi. Com horas de vida, eu tinha o símbolo do SPFC no meu quarto.

Quando eu comecei a gostar do Flamengo por causa do Zico, sabe o que ele fez? Me levou ao Maracanã. Quando eu fiz aniversário e lancei um site de Formula 1, ele me deu um capacete do Senna, que fica na sala da minha casa até hoje. Reclamava pra cacete, sempre cobrou muito. Mas era o jeito dele de empurrar pra frente. Hoje não. Hoje ele mora lá, eu aqui, e somos amigos.  Saimos pra almoçar, vamos ao Morumbi ver o SPFC, discutimos futebol em todos os telefonemas que fazemos... enfim, é um pai que não posso reclamar.

Meu pai é tão educado que quando ele foi me contar do Ademir da Guia, jogador que ele nunca gostou, ele repetiu 200 vezes no discurso: "Eu não gosto dele, mas filho... foi um craque!".  Ou seja, não se influencie por mim!!! Não menospreze o Ademir só porque EU não gostava. Seja justo, ouça mais gente. 

Agora o véio tá chegando nos 60, viaja mais do que eu, se diverte mais do que eu, trabalha tanto quanto, ganha mais do que eu... e eu continuo aprendendo com ele.

Hoje a noite, onde eu tinha todos os motivos do mundo pra torcer pela LDU, vou torcer pro Fluminense porque ele me ensinou assim. Mais do que isso: Vou trabalhar vendo o jogo porque se hoje eu vivo disso, foi por ele ter me mostrado o futebol e nào apenas um clube. Cerebral, chato, engraçado, divertido, são-paulino e boa gente. Assim é o meu pai.

Aqueles caras que usam terno o dia todo, vive em reuniões com empresas grandes. Mas, mesmo de terno, quando o SPFC faz um gol no Morumbi a gravata quase vira bandeira.  Pula igual moleque, e minha maior alegria é vê-lo no estádio comigo. Eu adoraria que o pai dele, meu avô, tivesse tido essa oportunidade. Mas, tenho certeza que o dia mais feliz da vida do meu pai vai ser quando eu, ele e meu filho entrarmos juntos no Morumbi pela primeira vez.

Aí, neste dia, eu ficarei quietinho olhando ele dizer pro neto: "Olha, o Atlético MG é muito forte. Eles tiveram um jogador chamado Reinaldo. Aí, uma vez............ "

Parabéns, Fernandão! Você é o cara!

abs,
RicaPerrone

Desde 91, um prazer inédito

 
Em 1991, não me lembro o mes, eu estava em Porto Alegre com a família quando vi que a cidade tinha papai noel azul. Fiquei curioso e fui perguntar pro meu pai sobre o motivo.

Ele me contou do Gre-nal, da rivalidade, de tudo. Tinha alguns amigos e primos dele falando de jogos historicos, etc. Fiquei encantado! Nunca vi tanta rivalidade na vida. No dia seguinte, coitado do pai, teve que me levar no Olímpico e no Beira-Rio pra eu conhecer. Levou, eu tirei foto no Beira-Rio e comi na churrascaria do Grêmio. Voltei com flamula, camisa, tudo que eu tinha direito.

Foi 0x0, e o Inter foi campeão gaúcho se não me engano.  Eu sai na porta do hotel e tive até medo, de tanto colorado pulando no meio da rua e de gremista voltando pra casa puto. Mas, confesso, nunca vi uma rivalidade igual em jogo nenhum. O clima da cidade muda, as pessoas mudam... O Papai noel muda de cor porra!!! Quer mais do que isso?

Até hoje eu morro de vontade de ver um gre-nal ao vivo, nunca consegui. Talvez esse ano na Sulamericana eu tenha essa sorte e consiga ver o jogo de volta, vamos tentar...

  Eu adoro assistir Gre-nal, e  cada vez torço pra um.

Mas eu não conto pra quem torcerei! Com Gre-nal não se brinca.  Se eu contar perco uns 60 leitores. rssss

abs,
RicaPerrone

Há 13 anos...

 

Se alguem disser que o Renato não tá no dia dele, pode demitir porque não sabe nada de numerologia.

Esse jogo aí foi o dia que eu passei a torcer pro Flamengo. Até então eu gostava muito, mas não chegava a acompanhar todo jogo e tal. Meu irmão é Flu, e ele me encheu tanto o saco nesse dia que além de sair na porrada com ele eu fui comprar camisa do Sávio no outro dia e, de birra, assistia a todos os jogos do Flamengo só pra discutir com ele, que nem ligava pra futebol.

Enfim, um jogo épico! E, sem dúvida, 25/06 da sorte ao Flu né...

abs,
RicaPerrone

Fez diferença e fará falta

 
Ibson nunca foi um craque. Ao voltar para o Flamengo em 2007, muita gente duvidou que não seria mais um dos que viajam para a Europa com fama e voltam sem nada. Mas Ibson "calou" todo mundo, foi o principal jogador num Brasileirão histórico para o Flamengo, e isso tudo jogando numa função um pouco diferente da dele, que nunca foi um meia armador.

Ibson agora é. Meia, volante e quase atacante quando precisa. Amadureceu, jogou um futebol de altíssimo nível e o Porto quer de volta. Para vendê-lo ou para usa-lo, que seja. O problema fica no Flamengo, nào no Porto.

Perder o Ibson, na teoria, pode representar que Kleberson, Toro, Jonatas e Renato Augusto formem o meio campo e tá tudo certo, já que desdes, 3 são nomes fortes. Mas, infelizmente, não funciona tão fácil assim.

Ibson não é o cara que marca melhor que o Cristian. Nem arma melhor que o Renato Augusto. Mas, sua função de marcar e armar, desconheço alguém no futebol brasileiro que faça tão bem. Talvez o Lucas, ex-Gremio. Dizem que o Hernanes tem uma característica semelhante, mas eu discordo um pouco. O Hernanes chega na frente e bate no gol. O Ibson é o cara que, quando chega perto da área, enfia alguem na cara do goleiro, ou aparece na área pra finalizar. Ele ataca melhor que o Hernanes, e defende com menos eficiencia.

A idade é parecida, a mídia em cima do Hernanes é forte neste momento, mas a história de ambos é meio diferente. Enquanto o Hernanes ficou anos procurando espaço, o Ibson surgiu e já foi pra Europa. Hoje o meia Tricolor vive grande fase, foi campeão Brasileiro, enquanto o Ibson busca um título grande no Flamengo. Essa comparação, que para os paulistas é absurda e para os cariocas idem, se torna muito aceitável exatamente por isso.

Se quem acompanha mais o Rio acha o Ibson melhor e quem vive em SP acha o Hernanes, significa que há uma bela dupla pro Dunga usar de amarelo.

Eu tenho dito pra alguns amigos que se o Ibson jogar no SPFC, verão um volante "melhor" que o Hernanes.  A maioria discorda, claro. Mas eu acho que neste esquema de jogo do SPFC o Ibson jogaria uma barbaridade.  Por outro lado, dúvido que venha. Assim como tá dificil se manter no Flamengo.

Se sair da Gávea, tira o ponto de referencia do time. É pra ele que a bola vai quando sai da defesa, é nele que jogam quando precisam armar um ataque, é ele quem organiza, é ele quem determina o ritmo do time. O Flamengo tem que fazer o possível e o impossível para mantê-lo, porque a idéia de favoritsmo para ganhar o Brasileiro, ao lado de SPFC, Palmeiras, Cruzeiro e Inter, passa, e muito, pelos pés de Ibson.

abs,
RicaPerrone

Meus sinceros votos

Boa sorte!

abs,
RicaPerrone

Roberto Carlos who?

Fala mal nos comentarios que eu bloqueio, deleto e processo!

Toca Zezéééé!!!! Quem é John lennon
Quero ver o Lennon fazer uma Wanessa Camargo! 

abs,
RicaPerrone

Hein?


Sabe o Gerson, ex-Parana, hoje vive jogando improvisado no Galo?

Então... tá negociando com o Flamengo.

Nunca vi o sujeito jogar uma grande partida. Mas... as vezes só peguei ele jogando improvisado.  Tá perto do Mengão, principalmente se o Ibson sair, o que é provável.

O SPFC tá só esperando...

abs,
RicaPerrone

Tragédia vira filme


Há 40 anos o Monumental, estádio do River, foi palco de uma tragédia. Pelo portão 12 do estádio, centenas de torcedores do Boca tentaram ir embora e encontraram o portão fechado. Sem poder avisar os que ainda chegavam na escadaria, houve um verdadeiro massacre onde mais de 70 pessoas morreram esmagadas e sufocadas e outras 100 ficaram feridas.

Jamais explicaram se aquilo foi algo político ou apenas um erro de organização.

A tragédia virou filme e o trailer segue abaixo:

abs,
RicaPerrone

Pra quem torcer?

   X    

Eu tô torcendo muito pelo Flu. Acho que merece, o time foi fantástico, seria bom pro futebol brasileiro, adoro o Renato Gaúcho, enfim... Minha torcida é toda pelo Flu.

Mas, por curiosidade... e a sua?

abs,
RicaPerrone

O dia-a-dia na época de transferências


Toca o telefone.

- Alo!?
- Perrone?
- Sim..
- O rapaz, como você tá?! É o XXXX, lembra de mim?
- Lembro, nossa quanto tempo... tudo bem?
- Tudo... vi que você tá com a Estação Tricolor ai... parabens!
- Obrigado...
- Rapaz, tenho uma boa pra você! Exclusiva!
- Opa, diga...
- Sabe o XXXXX? Então, tá comigo e a gente tá conversando com o SPFC!
- Quem???
- O XXXXX... tá na Arabia. Saiu cedo, sabe como é... Mas é craque!
- Mas o SPFC vai contrata-lo?
- Então, tá perto de fechar. Pode colocar exclusiva no site. Tô te dando essa por consideração. (eu nem conheço o sujeito direito)
- Ah ta... vou apurar lá com o Leco e coloco.
- Não... você sabe como é o SPFC... nem pergunta que eles negam.
- Verdade. Mas, de qualquer forma, vou colocar ele negando junto com a informação do boato.
- Não, vai na minha! O cara fecha dentro de 2 ou 3 semanas. So ta esperando uma liberação aqui.
- Mas porque ele não voltou antes então?
- Ele tava muito bem aqui, titular, artilheiro...
- Sério? Mas porque vai voltar então?
- Problemas pessoais. (Foi vendido nào faz nem 10 meses)
- Ah tá. E com quantos anos ele tá?
-  28! Mas tá inteiro! (e porque não estaria com 28?)
- Legal cara. Vou atrás disso então.
- Vai na minha! Vai na minha! Quando chegar eu te dou exclusiva e tudo mais. Ok?
- Blz irmão... Abraços!

O interessante é que isso acontece umas 3x por semana em época de transferência. A mídia é usada por bons e maus empresários, e aí confunde até a gente, já que o clube nega qualquer acerto e a gente não pode descartar tudo que ouve.

Neste caso, pasmem, o jogador em questão foi contactado por mim. Sabe o que ele disse?
- Eu nem conheço esse empresário... tá maluco?

O cara consegue que isso seja ventilado, tira um depoimento do clube de que ele "é um grande jogador", liga pro cara, diz que ta intermediando o negocio, leva no clube o aval do jogador e se torna empresário "freela".  Sabe o que é pior? Essa merda funciona e dá dinheiro...  Pior ainda? As vezes, pelo boato, o clube acaba se interessando e comprando.

abs,
RicaPerrone

Fui?

Depois de uma novela para vestir a camisa do SPFC, Dagoberto pode encurtar capítulos e partir para a Europa sem brilhar no Tricolor.

A oferta, conforme disse no blog, é boa, é de um clube médio da França (Nantes) e não é nada ruim para o SPFC, que pagou 5 mi de reais e pode receber em dolar o mesmo valor.

Tem fumaça e fogo, não é mais nem boato. Os empresários dele chegam a São Paulo nesta noite e vão conversar com o SPFC para ver qual a melhor solução.

Palpite: Dagoberto não fica. A não ser que a oferta não seja "bem isso que estão falando". Se for próximo dos 5 milhões de dólares, ele deve mesmo sair. Está triste por não jogar, é tímido, não enturmou com o grupo como a maioria, não consegue render o que pode e gostaria de jogar na Europa. Ou seja, tá mais pra lá do que pra cá.

Uma pena, gosto dele como pessoa e como jogador.  

abs,
RicaPerrone

Ta pintando na área

O fenomeno do Brasileiro 2007, André Lima, que fez 200 gols em 10 jogos e foi vendido, está voltando ao Brasil.

Não seu deu muito bem na Alemanha e tem oferta de tudo quanto é clube.

Desta vez, sua chance de voltar é muito grande.

Hoje a tarde, enquanto apurava o negócio do Ronaldinho, diversos dirigentes me falaram que este é um nome dos mais disputados do mercado. O Tricolor também tá de olho nele, assim como o próprio Botafogo, o Inter para o lugar do Fernandão e tantos outros que vou perder o dia escrevendo.

Basicamente: É um jogador que surgiu com pinta de craque, foi vendido tendo jogado pouco, não deu certo lá fora, está disposto a voltar e o time a emprestá-lo.

Vai dar samba. O duro é saber onde...

abs,
RicaPerrone

O duelo final

   X    

Na Libertadores ambos jogaram 12 vezes. Estavam, inclusive, no mesmo grupo na primeira fase. Agora, decidem o torneio.

Confira os números:

 Resultados:
LDU - 4 vitórias / 5 empates / 3 derrotas
Fluminense - 8 vitorias / 2 empates / 2 derrotas

 Gols:
LDU - 16 gols pró / 10 gols contra
Fluminense - 22 gols pró / 9 gols contra

 Assistências:
LDU - 11
Fluminense - 17

 Cartões:
LDU - 35  amarelos / 2 vermelhos
Fluminense -  27 amarelos / 1 vermelho

 Cruzamentos:
LDU - 275 (62 certos - 22.9%)
Fluminense -  208 (64 certos - 30.8%)

 Defesas do goleiro:
LDU - 55
Fluminense -  70

 Desarmes certos:
LDU - 278
Fluminense -  313

 Dribles certos:
LDU - 133
Fluminense -  155

 Escanteios:
LDU - 66 a favor / 55 contra
Fluminense -  43 a favor / 63 contra

Faltas:
LDU - 166 cometidas / 177 recebidas
Fluminense -  171 cometidas / 224 recebidas

 Finalizações:
LDU - 210 (69 no alvo - 32.9%)
Fluminense -  174 (82 no alvo - 47.1%)

 Impedimentos:
LDU - 20
Fluminense -  19

 Lançamentos:
LDU - 652 (252 certos - 38.7%)
Fluminense -  556 (225 certos - 40.5%)

 Passes:
LDU - 89.1% certos / 10.9% errados
Fluminense -  87.8% certos / 12.2% errados

 Penaltis :
LDU - 0 cometidos / 1 recebido
Fluminense -  0 cometidos / 1 recebido

 Posse de bola:
LDU - média de 13:06  por jogo
Fluminense -  média de 12:48 por jogo

 Rebatidas:
LDU - 310
Fluminense -  413


Os jogadores

Assisências:
Thiago Neves - 4
Dodo - 3
Conca - 3
Guerron - 3

Desarmes:
Gabriel - 47
Ygor - 44
Campos - 43
Junior Cesar - 42

Dribles:
Guerron - 43
Junior Cesar - 28
Conca - 26
Gabriel - 25

Faltas cometidas:
Vera - 23
Cicero - 21
Luiz Alberto - 19
Conca  - 19

Faltas recebidas:
Junior Cesar - 32
Guerron - 30
Gabriel - 28
Conca - 26

Índice de passes certos:
Cevallos - 100%
Calle - 96,6%
Luiz Alberto - 95,5%
Thiago Silva - 92,5%

Jogadores que mais ficam com a bola:
Junior Cesar - 1:47 média
Gabriel - 1:42 média
Guerron - 1:30 média
Campos - 1:21 média

Enfim, é isso! Vai Flu!!

abs,
RicaPerrone

Será possível?


Teorias que ouvi hoje:

"Olha, ele valia 100. Hoje, vale uns 25. Se ele vem pro Brasil, voa por aqui, joga na seleção e se firma em 6 meses ou um ano, pelo menos 50 ele volta a valer. Você acha que o Barcelona prefere ganhar 20 milhões por ficar um ano sem ele ou prefere se livrar logo por 20 paus a menos, no mínimo?".

É uma tese...

"O Ricardo Teixeira tem enorme interesse em trocar que ele jogue o Brasileiro pela vaga na olimpíada".

É outra, que prefiro descartar.

"O Ronaldinho não foi procurado por times brasileiros. Tem empresário oferecendo, é diferente. E estes nem são os empresários dele. Só que numa dessa o cara leva uma ideia boa pros espanhois, eles gostam e ele enche o rabo de ganhar comissão. Tá cheio disso no futebol"

"O melhor pra ele é o Palmeiras. O Luxemburgo vai assumir já já a seleção, e de repente ele leva o menino pra lá.  Valoriza e facilita pros dois lados".

Enfim, são teorias. São opiniões, não informações.  Mas, convenhamos... algumas delas fazem sentido. Não duvido ele jogar aqui não.  Se eu fosse o Barça, faria exatamente isso. Deixaria ele se valorizar no Brasil, voltaria pra seleção, custaria muito mais do que agora e depois revenderia bem mais caro.

O Neto parece que disse na Band que o Grêmio é um dos interessados. Se for, então são 4. Porque na minha lista de 3 ele não estava...

Quando me contaram achei meio impossível... mas agora já acho que não. Dificil alguem acertar salário, isso sem dúvida. Mas, convencer o Barcelona não é tão complicado assim.

E você? Acredita que algum brasileiro tenha "bala" para conseguir trazê-lo de volta?

abs,
RicaPerrone

Sonho possível


Inspirados em Adriano no SPFC, 3 clubes brasileiros fizeram sondagens para ter Ronaldinho Gaúcho no segundo semestre de 2008.

A idéia é simples: Valorizo, devolvo e vocês vendem por mais que venderiam hoje.  Um deles ofereceu facilidades na futura compra de um jogador. O outro, mais ousado, ofereceu uma grana e mais um jogador jovem. O outro facilitaria a venda de 2 jogadores.

O Barça não respondeu a nenhum deles,  nem o jogador.

Não vou revelar os times porque as fontes pediram. Mas eu confirmei pessoalmente 2 deles e realmente houve o contato.

Mas, saibam, a chance dele jogar o Brasileiro existe e não é tão ridícula quando parece. Nem chega a ser grande, mas também não se despreza a idéia por enquanto.

abs,
RicaPerrone

O Brasileirão em números


- O time que menos conseguia assistências no primeiro semestre lidera o ranking. São 12 em 7 jogos. Hugo e Joilson fazendo diferença no meio-campo Tricolor.

- O Grêmio segue sendo o mais "amarelado" do Brasileirão. 30 cartões em 7 jogos... tá pegando forte, hein tricolor?

- Mas ninguém supera o Inter! 5 vermelhos em 7 rodadas. Melhor treinar com 10 ja durante semana...

- O Botafogo e o Ipatinga são os times que mais cruzam bola na área. Só que o Palmeiras é quem tem o melhor índice de acertos no quesito: 30% na cabeça do atacante.

- O Vasco cruza bastante... Tentou 111 vezes, acertou 16. O pior índice.

- O goleiro do Figueira é o que mais defende! Foram 32 defesas em 7 jogos. O do Ipatinga só 16, talvez porque entram quase todas...

- O SPFC é, com sobra, o rei dos desarmes do campeonato. Foram 262 certos até aqui. Vasco e Flamengo vem logo atrás.

- Disparado, o Palmeiras é o time que mais dribla. 152 dribles certos em 7 jogos, e ainda é o que mais erra! Ou seja, o que mais tenta, mais acerta e mais erra dribles.

- O Atlético MG cedeu 41 escanteios em 7 jogos. O líder neste quesito. Coritiba e Nautico foram os que mais "ganharam" escanteios. 26 cada.

- O Grêmio é quem mais faz faltas. 188 até agora. O Figueirense  é o santinho. Só fez 97, por isso toma tanto gol...

- O Fogão é o time que mais apanha na temporada. 192 faltas sofridas... média de 27 por jogo. Haja caneleira.

- O Cruzeiro é o time que mais chuta! 123 tentativas. 63 no alvo, também é o que mais acerta. O SPFC é o que mais erra: 78 bolas longe do gol, das 120 que tentou.

- O Palmeiras (25) e o Mengão (23) são os reis do impedimento. Se liga, Souza! Alô Alex Mineiro!

- O Verdão é que mais acerta passes. 92%. A Lusa é quem mais erra. 15,8%.

- O SPFC é o time que mais fica com a bola, e portanto, o que mais "perde" a bola.

Esclarecendo: Dados da Footstats. Porque ja tem gente achando que eu é que fico ali contando...

abs,
RicaPerrone

Comentários


Queridos leitores, sei que o hábito força ações. Mas, liberei os comentários sem avisar por estar "de molho" e sem tempo de responder os e-mails. Mas, ao abrir minha caixa postal agora notei que a maioria não percebeu né? rsss

Então, avisados! Pode comentar ai nos posts que na medida do possível eu respondo por lá mesmo. Nem moderação eu coloquei.

Vocês me encheram o saco pra eu liberar isso! Agora usem, pô!!! rssss

abs,
RicaPerrone

Que time é esse?

Se o Gre-nal que vem ai precisava de lenha, agora precisa é de água. Roger, dono do jogo e autor de 3 gols (de penalti) contra o Atlético PR, comemorou fazendo o simbolo que une SPFC/Sport/Flamengo/Inter e Cruzeiro, só que com os dedos levantados... Meteu lenha no jogo, porque foi uma clara provocação ao rival.

Mais relevante do que o gesto, só o futebol. Roger, como sempre, joga uma barbaridade quando quer. Hoje quis, e o Grêmio divide liderança já, com aquele mesmo time "fraco", com o mesmo Celso Roth criticado de semanas atrás.

Vai entender o Grêmio... time capaz de sair da série B pra final da Libertadores.  Time que vive crise, mexe pouco e vira líder.

O problema não é nem o time. A gente sabe, é limitado ainda.  A questão é que, assim como o Flamengo em 2007, se essa torcida gruda no time e joga junto a coisa complica. O Grêmio facilita muito os 57 pontos que disputa em casa no campeonato.

Como eu sempre digo: Time grande não tem jeito. Daqueles 12, qualquer um que chegar, não é zebra nunca. O Grêmio então... nem se fala.

Imperdível o Gre-nal. Principalmente porque o Inter não se tocou ainda que o campeonato começou, e tá na hora.

abs,
RicaPerrone

Dever cumprido

O Mengão precisava vencer fora de casa após perder para o SPFC no último final de semana. Apesar do time não ter jogado mal e sequer "MERECIDO"  ser goleada, ficou uma frustração pro torcedor. Frustração que não era justa, porque o time está se acertando, lidera o campeonato e joga um bom futebol.

Claro, o Ipatinga não serve de referência pra nada. Mas, venceu e criou, como sempre, pelas laterais. E vale novamente o registro: O Jailton pode ser o que for, mas a presença dele no time SEMPRE acaba gerando belíssimas participaçòes ofensivas dos alas do Flamengo. É um volante que não sai da frente da zaga, que dá liberdade pra lateral subir e pode ser uma peça tática fundamental no time durante o ano.

Claro, o torcedor sempre vai olhar se ele acerta ou erra os passes. Mas não é só isso. Jailton não é craque, longe disso. Mas a sua função em campo quando atua é uma baita opção tática a mais que o Caio tem, pois libera o time onde ele mais sabe jogar: pelas pontas.

Semana que vem tem o Sport na Ilha. Pedreira, daquelas que qualquer ponto é lucro. Se fosse em casa era obrigação, mas esse time do Sport é um daqueles que em casa vira Leão, fora vira gatinho.

Só um recado:  Dunga... olha pro Juan! Tá merecendo e não é de hoje.

abs,
RicaPerrone

Ótimas versões...


... do hino mais bonito!

... e do hino mais marcante!

abs,
RicaPerrone

Há 9 anos, chegava o Japa-gato

Santo Deus, e ainda há quem reclame dos reforços de hoje da diretoria do SPFC...

E na mesma notícia, a venda de Bordon!!! Isso é bom pra recordar, né? Pra quem nào lembra que o SPFC já viveu seus dias de vacas magras... rs

abs,
RicaPerrone

Coisas que só acontecem com o Perrone


A padaria fica ali pertinho, na rua de cima.  Nunca notei o caminho com detalhes, até terça-feira.

Antes de atravessar a rua eu vi uma casa com 4 tatarugas enormes andando pelo quintal. Achei legal, fui até a padaria e, na volta, resolvi passar ali de novo para revê-las. Só que quando eu corri da rua pra calçada, tinha um daqueles carros altos (aqueles que só servem pra cachorro quente) e eu não via o que tinha na calçada. Virei, enfiei a cabeça num galho de árvore que não devia estar ali e minha nuca quase bateu nas costas de tão forte o tranco.

Sai andando, esfregando a jaca com cara de "tão olhando o que? nem doeu...", mas fui firme até em casa. Lá chegando notei que doeu mais a nuca do que a pancada, que foi de frente. Mas, tudo bem, vamo que vamo.

Achei estranho que aquilo doia, mas tudo bem. O médico do SPFC, Dr. Sanchez, me recomendou um raio X. Lá foi o Perrone pro hospital. (aquele mesmo que eu desmaiei e pedi uma Coca)

O cara que mede pressão me atendeu e, ao encaminhar, colocou "ortopedia". Meu chapa, eu não sabia que eu tinha pé na cabeça. Fiquei puto, até descobrir que quando é coluna ainda é ortopedia.

Lá fui eu. O Dr. me disse que eu tava bem, que era só ficar quietinho uns 2 dias.

Eu, óbvio, fiquei quietinho até o dia seguinte.  Mas esse quietinho inclui idas ao CT todo dia, jantar em churrascaria, correr com o cachorro entre outros. Tive uma idéia genial: Alongar o pescoço.

Brilhante!!! Fui parar no hospital.

Senti tontura forte, a mocinha me pediu pra ficar 3 dias com aquele colar que não dá nem pra olhar pro lado, coisa mais irritante que já usei, e me deu uns remédios.

Cá estou. De colar, olhando pro PC igual um robô, sentido dor no pescoço, na cabeça, na orelha, no pé e na perninha do óculos, esperando passar.

Este foi meu final de semana. Deitado, olhando a TV de canto de olho, porque reto dói. Suficiente para eu entupir o blog de posts e descobrir algo novo: Alongamento não está na lista de permitidos quando um médico manda voce repousar um local.

Ok? Não façam isso em casa.

abs,
RicaPerrone

Ah, minha Azzurra...

Foi um jogaço! Desta vez venceu quem tentou mais o gol, mas não por tentá-lo, e sim por ter alguém que os evite bem.

O goleiro com nome de soluço pegou o que podia, o que não podia e ainda fez hora extra nos pênaltis.

A Itália trilhava seu caminho básico: Joga mal, ganha por 1x0, vai levando até crescer na decisão. Desta vez Cassilas não deixou.

Agora, vamos combinar que a Espanha é o Botafogo das seleções, né? Então, se quinta ela perder de 4x0 pra Rússia ninguém se assuste. Apesar de eu achar que essa Espanha tem cara, até, de campeã.

Aguardemos. E agora eu vou torcer... hum.... deixa eu pensar....

Turquia nem pensar. Russia nem a pau. Alemanha é chata que dói... sobra a Espanha mesmo.

Vamo que vamo.

abs,
RicaPerrone

Vale a pena ler


Entrevista do jornalista Luciano Borges com o Dunga. Muito bacana.


Por Luciano Borges

O técnico da seleção brasileira tem um jeito Dunga de explicar como está se sentindo: “Estou puto, mas estou tranquilo”. Em casa na cidade de Porto Alegre, o treinador pensa e repensa tudo o que passou nos últimos dias com a equipe do Brasil. E acha que está sendo pressionado para ceder nas restrições que impôs à imprensa, especialmente à TV Globo.

Em conversa por telefone com o Blog do Boleiro, Dunga explicou porque não utilizou atletas em idade olímpica nos quatro últimos jogos, porque dispensou Kaká, o que achou do desempenho da seleção nas partidas das eliminatórias e também se foi mesmo atropelado pelo presidente da CBF, Ricardo Teixeira, na convocação antecipada de Ronaldinho Gaúcho para a equipe olímpica.

A seguir, a entrevista com Dunga:

Dunga, como você está?
Tranqüilo. Estou puto, mas estou tranqüilo. Sei que querem a minha cabeça porque criei uma zona de desconforto para quem estava acostumado a cobrir a seleção brasileira sem sair de casa. Porque tinham a escalação, o time, as preferências do treinador. Mas isto mudou.

De quem você está falando?
Queira ou não queira, a poderosa manda e os caras que trabalham para ela acham que mandam. Não digo que seja a TV Globo, mas alguns profissionais que trabalham lá e estavam acostumados com privilégios e não têm mais. Lá nos Estados Unidos, vieram pedir para entrevistar um jogador à uma da manhã. Disse não. Eles foram à loucura. Um câmera ficou dizendo que ia falar com A, B ou C, mas falei que não. Não tenho culpa se os caras chegaram atrasados em três dos quatro treinos que dei. Não é meu problema se o cara perdeu a hora passeando no shopping. E eu disse para o cara: “Não vai jogar a responsabilidade em cima de mim”. Depois dizem que o Dunga é carrancudo. Tenho senso de justiça.

As relações entre você e os jornalistas estão estremecidas?
Comigo, os repórteres perguntam tudo e eu respondo tudo. O que fiz foi atender o que 95% da mídia pediu e 100% da população brasileira queria: coloquei ordem, acabei com a festa que foi na Copa do Mundo de 2006. E estou atendendo o que o meu patrão determinou.

Mas a reclamação não é só dos profissionais da Globo.
Veja como são as coisas. Os caras que a vida toda reclamaram dos privilégios de uma emissora, agora se juntam com ela para meter o pau. Quem reclamava das tendas de algumas tevês que cobriam os treinos e faziam entrevistas na hora que queriam, agora tem tratamento igual. Mesmo assim, reclamam. Mas não vou dar nada para ninguém. Mas está tudo dez. Sei que os caras vão fazer leitura labial comigo, mas não mudo de posição. Estou tranqüilo.

Você está na corda bamba?
Já disse. Esta pergunta deve ser feita para o presidente da CBF. Mas, veja bem, quando o Ricardo Teixeira me contratou, ele deixou claro que nossa conversa seria direta, sem interlocutores. Falo direto com ele. E não fazemos nada sem planejamento. O Ricardo recebe relatórios de tudo o que vamos fazer, quem convocamos, porque convocamos, qual o nosso objetivo. Funciona como uma empresa.

Quando você conversou com ele pela última vez?
Ontem à noite, por telefone.

Você sabia da convocação do Ronaldinho Gaúcho para a Olimpíada?
Esta idéia vem amadurecendo na comissão técnica há três meses. Passamos para o presidente Ricardo Teixeira e ele assumiu o encaminhamento dela. A gente teve que deixar o cara bater no fundo para ajudá-lo. Mas eu não podia ir até o jogador, me expor. Por isso, o Ricardo disse: ‘Deixe que eu mesmo falo com ele’. Ele não está machucado. Mas não joga há três meses. Por isso, o Paulo Paixão (preparador físico) vai trabalhar com ele. Agora, o Ronaldinho sabe que vai viajar na classe econômica, junto com o resto do time. E tem que estar disposto a treinar.

O que você pode dizer sobre este caso do Kaká? Você está realmente chateado com ele?
Não estou. Eu quero contar com os melhores. Não sou maluco. Não sou doente. O que eu falei foi o seguinte: ele precisa estar bem para disputar os dois jogos das eliminatórias. O que eu ouvi foi que para o primeiro jogo não dava e talvez desse para o segundo. Aí não seria possível. Ele não está bom para jogar hoje.

Ele disse no programa “Bem Amigos”, no Sport TV, que não gostou muito do jeito como foi cortado.
É mas ele mesmo disse também que jogou machucado em 2006 e não faria isto mais. Mas eu pergunto: por que jogou cinco meses no Milan com o problema no joelho? O que eu ouvi era que ele talvez pudesse, talvez não pudesse jogar os dois jogos. Ou tem ou não tem condições. Ou então chega e diz “eu vou pro pau”. Agora, para impedir o Kaká de ir à Olimpíada, é o Milan que decide. Mas para jogar nas eliminatórias, é o Kaká que decide.

O que houve então, um mal entendido?
Eu sempre digo aos jogadores que eles só podem acreditar naquilo que sai da minha boca. Só vale quando eu falar. Nunca disse que não queria o Kaká ou o Ronaldinho Gaúcho. Quero contar sempre com os melhores. Quero os melhores, em condições de jogar.

Mas o Ronaldinho nem está jogando.
Esta situação é uma exceção, fizemos um planejamento para ele jogar. Para mim, todo mundo é importante, do Júlio César ao Ronaldinho, passando pelo Maicon, Lúcio, Juan, Anderson, todo mundo.

No meio desta situação, a Olimpíada veio para atrapalhar?
Não vai atrapalhar, vai ajudar.

Mas até para este amistoso no Rio você já teve que dispensar dois jogadores.
O Fluminense divulgou quando ia viajar para o Equador? Não. Quando eles pediram a dispensa do Thiago Neves e do Thiago Silva, não me opus. Não vou atrapalhar a vida de ninguém.

Vocês dispensaram o Alex Silva e o Hernanes do São Paulo?
Não. Até porque ninguém falou comigo. Se falassem comigo, dissessem que precisam deles, a gente podia fazer um acordo. Eles jogariam uns 60 minutos no sábado e eu os colocaria para jogar uns 40 minutos no domingo.

Esta má fase que a seleção está passando não pode queimar jogadores como, por exemplo, o Diego?
Eu sempre digo: seleção é pressão. O cara não pode se queimar. Eu dou oportunidade. Veja o caso do Luisão: nos quatro anos antes de eu assumir, ele jogou dois jogos pela seleção. Comigo, em dois anos, já disputou seis. É saber aproveitar. Tem cara que diz que precisa de sequência de jogos. Isso vale para times e não para seleção. Seleção é confiança. O jogador tem que dizer “tenho cinco, dez minutos para jogar e vou dentro”. Viu o Anderson? Como ele entrou contra o Paraguai?

Contra o Paraguai, a seleção não conseguiu parar o contra-ataque e a jogada de bola parada.
Isso é o mesmo que dizer que a Itália joga no contra-ataque. Todo mundo sabe disso. A gente sabia que o Paraguai tem essa característica. Mas sofremos dois gols em falhas que acontecem no jogo. Contra a Argentina, sabíamos que dos oito gols que eles tinham marcado nas Eliminatórias, seis foram em jogadas de bola parada. No Mineirão, eles repetiram estas jogadas várias vezes. O que aconteceu? Nada. O time melhorou. Comparando com os argentinos, eles somaram dois pontos e nós um nestes dois últimos jogos.

O Brasil não jogou mal?
Contra a Venezuela, jogou mal mesmo. Contra o Paraguai não fomos bem. Mas contra a Argentina, o time melhorou. A gente queria ganhar o jogo, mas enfrentamos a Argentina.

Por que você não aproveitou os amistosos nos EUA (contra Canadá e Venezuela) para testar jogadores em idade olímpica?
É outra crítica que fazem sem saber que planejamos tudo, pensamos antes de tomar decisões. Para as eliminatórias, os jogadores estavam no final de temporada, 15 dias parados. Se coloco um time olímpico, eles iam ficar mais 15 dias. Como o time poderia ir bem nas eliminatórias? Assumimos um risco calculado. Se a gente tivesse certeza seria melhor.

Você está se sentindo pressionado?
Não pela CBF. Sei que os caras querem me botar contra a parede para que eu ceda. Mas não vou mudar. Já me reuni com eles, eles falam que tem os melhores profissionais, os melhores equipamentos, mas isso não muda nada do que me propus fazer na seleção. Queriam seriedade e temos seriedade.

Os jogadores entendem isso?
O grupo é muito responsável. Temos alguns atletas experientes como o Gilberto Silva, Gilberto, Lúcio e Juan que orientam os mais novos. Eles sabem que só quero que eles tenham responsabilidade. Trato os caras com o maior respeito. O próprio grupo puxa quem está se desviando um pouco. É uma tarefa importante jogar pelo Brasil. A situação do país requer algumas mudanças. Tenho a oportunidade de mudar esse aspecto. Ninguém leva vantagem aqui. Para mim, o que vem primeiro é a seleção brasileira.

Você teme ser demitido?
Sou bem sucedido na vida. O que tenho dá para viver. Sempre digo que Deus me deu um dom, que é o de jogar bola, e eu acrescentei algumas coisas. Eu estou na seleção porque sempre achei que seleção não é escolha, é missão. Para mim, primeiro é o trabalho e não o emprego. Mas estou tranqüilo. Aquilo que me propus a fazer, renovação e o fim das mordomias de alguns setores da mídia, estou fazendo.

http://borgesluciano.blog.terra.com.br/dunga_estou_puto_mas_estou_tranquilo

abs,
RicaPerrone

O exemplo maior

Sabe quando eu digo que brasileiro não gosta de futebol, mas sim do time dele?

Quando eu falo que a mídia, infelizmente, segue aquilo que o torcedor pede?

Que o ibope dita o ritmo das coisas, não necessariamente a lógica?

Então... quarta-feira, torcedor paulista, você verá Corinthians x Bragantino e não a final da Libertadores.

Porque a Globo é maluca? Não, porque ela sabe o que o ibope diz pra ela, e infelizmente vale mais a pena secar um rival na série B do que ver o jogo do ano.

Quando tratam torcedor como "imbecil", ou seja, como um alienado que não sabe nada de bola, é por números como estes.

Para muitos pode parecer uma decisão errada da Globo, e eu mesmo faria diferente. Mas, tem lá sua lógica, e eu lamento que ela exista.

Sempre digo, e repetirei sempre: O torcedor não faz idéia do quanto ele perde ao olhar apenas para o seu clube e ignorar o futebol em geral. Lamento pelos que não sabem admirar uma decisão que nào envolva seu time, e lamento mais ainda pelos que sabem e que ficarão sem porque a maioria não sabe.

abs,
RicaPerrone

E você?


Tudo mentira! Nego fala que ama o seu clube e ODEIA todos os outros, mas eu não acredito.

Acho que todo mundo tem um time que, ao menos, simpatize. Ou seja, quando ele joga, você prefere que ele ganhe, mesmo sem ser o seu.

O meu "segundo time"  é o Flamengo, todo mundo sabe. E o de vocês? Qual é o outro time que você "simpatiza" por aí?

Ah, quando responder coloca o seu time no formulario pra a gente saber.

abs,
RicaPerrone

Lendas do futebol


Na década de 70 existia um zagueiro no Bahia chamado Sapatão. Sua fama era de um jogador violento e que não tinha muita condição técnica, o que dava medo nos atacantes. Mas, pela falta de cameras, de tanta informação como hoje, Sapatão foi virando lenda no RJ e em SP, pois os clubes daqui só encaravam o Bahia de vez em nunca.

Um dia, Pelé ficou sabendo que enfrentaria Sapatão na Fonte Nova.

Preocupado com a sua integridade física, o Rei pediu para levantarem o nome dos pais do Sapatão, da mulher, o nome da cidade que nasceu, etc.

Ninguém entendeu nada, mas Pelé sabia o que queria.

Ao entrar em campo, com aquela multidão em volta dele, Pelé correu até o campo adversário e foi falar com Sapatão.

"Sapatão! Eu sou seu fã!!! Queria você na seleção. Como está a dona XXX ? E seu pai, o XXX? O rapaz, você é ótimo, sempre quis te conhecer. Parabens, viu!?"

Sapatão ficou paralisado, assustado, não esperava aquilo, óbvio.

O zagueiro, cheio de amores por Pelé, não enconstou no Rei durante o jogo.

3x0 pro Santos, 3 gols de Pelé, que nem sabia quem era Sapatão.

Assim diz a lenda...

abs,
RicaPerrone

A mesma história de sempre

Muito feliz a matéria da Globo.com que mostra como todos os outros treinadores da seleção passaram exatamente pelo mesmo momento que passa o Dunga.

Bom para diminuir a pressão, não para encobrir erros.

Dunga está fazendo um trabalho cheio de problemas, mas que um ouro olímpico zera com facilidade.

Se ganhar, ficará aquele discurso absolutamente indiscutível: "Ganhei Copa America, Copa das Confederações e Olimpiadas em 2 anos. Vai falar o que?".

Nada! Se ganhar, ninguém vai falar nada.

Torço pra que fiquemos mudos em algumas semanas.

Mais do que isso: Acredito que o Dunga ganhará a medalha de ouro em Pequim. Não me pergunte porque, mas eu acho que ele consegue.

abs,
RicaPerrone

Aí sim!

Que passe a ser um clube bem administrado, que siga os passos de quem quer melhorar o futebol e não de um clube egoísta que passa por cima de tudo e de todos para vencer sozinho.

O Vasco gerou antipatia nacional na gestão Eurico examente por atropelar a ética e o que tivesse pela frente para vencer.

Agora, faço votos, tudo pode mudar.

Boa sorte, Dinamite!!!

Talvez o Vasco seja mais um dos 12 gigantes do Brasil a despertar. E, talvez, em breve tenhamos os 12 em alto nivel e buscando um futebol brasileiro forte, nào apenas força politica no tapetão e nos bastidores.

abs,
RicaPerrone

Monstro!


Vai com Deus, Imperador!

Vai com a absoluta certeza do dever cumprido, do comprometimento com o clube, da empatia da torcida, da força do seu futebol e da ótima passagem que fez por aqui.

Atuações de quem resolve. Iria mais longe: Atuações de quem manteve o SPFC na Libertadores até as quartas e de quem evitou a derrota para o Palmeiras ainda na primeira partida. Sejamos claros e justos: O time não jogou bola no primeiro semestre, e se não fossem os gols de Adriano dificilmente a coisa iria tão longe como foi.

Para alguns sairá com aquela coisa de "não ganhou nada". Mas, para ganhar, o dele foi feito em todos os jogos decisivos.

Adriano é uma pessoa que tive o prazer de conhecer.  Humilde, molecão de tudo, com um coração do tamanho do Morumbi e que sofreu com o que leu por aí durante estes últimos meses.

Agora ele vai pra Itália fazer gols na Champions League, que convenhamos, é o que seu nível exige. Aqui, diante de Ituanos e Mogis, é pouco pra ele.

Boa sorte, Imperador! E obrigado.

abs,
RicaPerrone

O fim do Eurico?

Será que hoje o Vasco sai do meu pequeno leque de clubes que me incomodam pela postura da direção e aceitação do torcedor?

Será que o Eurico terá fim?

Será que os vascaínos cairão na real hoje e notarão que títulos nem sempre representam boa administração?

Aguardemos. Por volta das 22h30 o Vasco pode ser o mesmo de sempre ou um novo clube.

Faço votos, longe da urna, para que o rumos seja alterado nesta noite.

abs,
RicaPerrone

Bom, muito bom!

O SPFC segue, a passos largos, sua caminhada rumo ao topo. Como em todo ano, o time que tem um elenco mais forte e peças de reposição de mais qualidade acaba chegando.

Perdeu Hernanes e Alex Silva, tinha Juninho e Zé Luis para colocar em campo. Isso faz toda a diferença, porque 11 contra 11, o SPFC não sobra muito para cima de alguns outros. Mas, 22 contra 22... é muito maior a diferença.

O time não jogou um partidaço, pelo contrário. Quase empatou, ficou ali no finalzinho procurando um gol que até mereceu sair pela covardia do Sport na segunda etapa.

Joilson novamente foi bem, idem para o Hugo e o Jorge Wagner. Aloísio errou tudo hoje, e o Juninho vai ganhando confiança, apesar de um erro no primeiro tempo que quase complicou.

Assim será, não tenham dúvida: O SPFC estará entre os 4 primeiros durante 80% do campeonato. Dependendo da janela pode sofrer um pouco, mas dificilmente fica fora da briga.

abs,
RicaPerrone

Há 22 anos, França eliminava o Brasil

abs,
RicaPerrone

Pesquisa entre crianças mostra crescimento de Fla e São Paulo


Pesquisa entre crianças feita pelo Instituto Datafolha e publicada no jornal “Folha de São Paulo” apontou que o futuro do Flamengo é de crescimento e que o São Paulo pode ultrapassar o rival Corinthians nos próximos anos. O instituto entrevistou 852 crianças em 80 cidades brasileiras. Nada menos do que 23% das crianças disseram torcer para o Rubro-Negro carioca. O Tricolor paulista ficou em segundo lugar, com 11%, à frente do rival Corinthians, com 10%.

A pesquisa revelou ainda fortes presenças de Vasco (5%) e Palmeiras (5%). Em seguida vieram Cruzeiro (3%), Botafogo (2%) e Santos (2%). A seleção brasileira foi apontado como time de 4% das crianças entrevistadas.

O Flamengo só não apareceu como líder na região Sul, onde o Grêmio ficou na frente, seguido por Internacional e Corinthians. Nas regiões norte e centro-oeste, o São Paulo foi o segundo, com Vasco e Paysandy dividindo a terceira posição. No Nordeste deu Flamengo em primeiro, São Paulo em segundo e seleção brasileira em terceiro.

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/Brasileirao/Serie_A/0,,MUL609309-9827,00-PESQUISA+ENTRE+CRIANCAS+MOSTRA+CRESCIMENTO+DE+FLA+E+SAO+PAULO.html


Isso mostra que eu não estava tão errado quando disse ser um "semi-delírio"  do SPFC achar que passa o Flamengo em 10 anos. O Corinthians, quem sabe. São cerca de 5 milhoes de torcedores de diferença. Mas o Flamengo tem 35 milhões contra 14 do SPFC. Ou seja, mais que o dobro. Seria impossível imaginar isso, sendo que nos ultimos 10 anos o máximo que mudou foi coisa de 2 milhões pra lá ou pra cá.

Não vamos nos iludir, né? Cada coisa no seu devido lugar... o SPFC pode ganhar uns 3 mundiais nestes 10 anos, mas não vai ganhar 20 milhões de torcedores por isso.  A não ser que os outros fechem. rs

Acrescentando: O link enviado por um dos leitores também abre outra polêmica. Mas, como não trabalho no IBOPE, não sei nada sobre pesquisa, eles que se matem. Estou falando em cima de numeros divulgados, não fui eu quem contei né? rss
http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/artigos.asp?cod=456JDB004

abs,
RicaPerrone

News


- Vagner Love tem propostas de clubes brasileiros e pode acabar por aqui em agosto.

- Dudu Cearense não tem apenas o SPFC atrás dele.

- Alex Silva me disse: "Eu quero ir! E se ele acaba gostando do meu substituto? Não, não! Minha única chance de ir pra Olimpíada é essa. Eu quero muito ir", sobre o amistoso de amanhã.

- A Nike ganhou a primeira briga na justiça com o Flamengo. O rubro-negro deve jogar de nike domingo. A próxima etapa pode ser a palavra dos revendedores, que revelerão que a nike demora para entregar produtos, entre outras dificuldades que a empresa tem apresentado. A briga vai longe, e enquanto isso o Fla fica olhando pros 20 milhões da nova forcenedora sem poder recebe-los.

- A LG já sabe: Se quiser continuar na camisa do SPFC, vai gastar no mínimo 25 milhões por ano. A Coca-Cola aguarda. Se a LG não pagar, a Coca tem a primeira opção de cobrir oferta e ficar com a camisa.

- Dunga tem chances de ficar na olímpica e Luxemburgo de ser chamado para a principal. Quem me disse isso não foi alguém da CBF, mas sim conselheiros do Palmeiras que já admitem ficar sem treinador em breve. Pior: Se perderem o Luxa, alguns por lá querem oferecer um caminhão de dinheiro por Muricy.

- Felipe, aquele que "levantava poeira" no Maracanã, foi oferecido para uns 5 clubes do Brasil. A maioria recusou pelo comportamento, mas o Vasco não recusou de imediato.

- Curiosamente após um time frances revelar que quer Dagoberto, seu empresário chega a São Paulo na próxima segunda-feira. O jogador não está tão feliz assim no Tricolor, e se a oferta for boa...

abs,
RicaPerrone

Entendi...

Deixa eu ver se entendi: Quando a gente cobra que joguem pela seleção, que não escolham torneios e tal, a gente tá errado.

Aí a seleção vira centro de recuperação de um destes que nem sempre quer viajar, e a gente continua errado?

Mais ou menos assim: Eu não vou ficar triste porque você tem algo mais legal pra fazer do que vir comer pizza na minha casa. Mas, quando você não tiver o que fazer, você me liga que eu te recebo com a pizza na mesa.

Meio mediocre, né?

abs,
RicaPerrone

Quais são as opções?


Quais são as reais opções que o Dunga tem pra formar 22? Vamos por posiçào, imaginando do mais cotado ao "em grande fase".

Goleiros - Julio César, Bruno, Doni.... ?

Lateral direito - Maicon, Daniel Alves, Ilsinho (meia no time dele), Leo Moura...?

Lateral esquerdo - Junior Cesar, Juan, Marcelo, Richarlyson (meu deus!), Gilberto (meia no time dele)...?

Zagueiros - Alex Silva, Miranda, Thiago Silva, Lúcio, Juan, Fabio Luciano, Breno...?

Volantes - Lucas, Hernanes, Anderson, Mineiro, Josué, Ibson, Gilberto Silva...?

Meias - Kaká, R. Gaucho, Diego, Alex... ?

Atacantes - Robinho, Adriano, Pato, Luis Fabiano...?

Quem mais eu tô esquecendo? Depois de formar todas as opçòes, formamos um time.

Help! Mas lembrando: Não vem com Rogério, Marcos, Juninho Pernambucano... tô pensando em formar um time, não tapar buraco pra parar daqui 2 anos.

Pessoal... não to pedindo pra TIRAR opções. To pedindo pra me lembrar de quem eu esqueci. rs

abs,
RicaPerrone

Que beleza...

O Kajuru pega pesado demais...
Gosto do cara como pessoa pra cacete. Mas ele perde um pouco o limite quando fica irritado. Tem coisa ali que não interessa falar pro torcedor, até porque, a gente nem sabe se tudo que "falam" do Luciano é verdade. Sei la, o processo quem vai tomar é ele, ele que se vire. rsss

abs,
RicaPerrone

Personalidade

Não adianta tentar discutir quando o assunto é seleção. Toda culpa cairá, sempre, no treinador.

Eu não acho o Dunga um grande técnico, mas também não acho que ele seja culpado por 100% dos problemas da seleção. Também nào vejo motivos para tanto drama, já que nas últimas 4 eliminatórias o Brasil jogou igualzinho em todas, perdeu e foi cobrado em todas, e o treinador foi "burro" em todas elas.

O que me deixa puto é a falta de filosofia. Ou você tem uma seleção com 22 melhores e vai trocando na medida que precisa, ou você não terá um time nunca. Só que, a favor do Dunga, tem o fato de ninugém nunca ter feito diferente disso. Todo treinador que passa lá convoca 200 em 2 anos e não forma 11 antes de ter seus 40 dias pré-Copa.

Dunga é um cara sensacional. Merece o respeito de todo brasileiro pelo que fez, mas como treinador se meteu numa gelada. Vai ser cobrado 200 x mais do que os outros por não ter experiencia, e sabe disso. Depois de hoje, se eu fosse ELE, sairia. Se eu fosse a CBF, deixaria. Falta um mes, nao adianta trocar agora. Mas, sabendo que vai apanhar até se ganhar, como aconteceu na Copa América, se eu fosse o Dunga eu pedia o boné e ia trabalhar num clube.

Acho que a seleção precisa deixar claro algumas coisas para os jogadores:
1 - Se você não quer vir, não venha.
2 - Se quiser aparecer mais que o time, não joga.
3 - Toquinho você dá com 3x0.
4 - Deixa de ser covarde e assume a camisa que veste.

Porque é mole meter tudo nas costas do Dunga. Mas e se o Robinho não é malabarista e faz 1x0? E se o Maicon tem mais personalidade e aparece um pouco pra jogar? E se o Mineiro e o Josué começam a falar em campo? Não é assim também. Treinador tem culpa sempre, mas em casos de seleção, onde o sujeito nem treina o time direito, não dá pra cobrar so dele. Todo mundo tem que enfiar a cara pra bater, porque todo mundo errou nos últimos 4 jogos.

A Argentina, que a imprensa daqui adora ficar colocando no céu, não joga merda nenhuma também.

Enfim, não estou defendendo que o Dunga seja ótimo, nem nada parecido. Só acho que estão muito em cima de um culpado só pra um time de 22 jogadores milionários e cheio de marra que não conseguem nem assumir a camisa que vestem quando precisa. Alguns sim, como J. Batista, que joga muito na seleção. Outros, como Robinho, jogam bem mas se tornam egoistas. E alguns correm muito porque não jogam tudo isso.

Repare: As grandes seleções do Brasil tinham jogadores que chamavam, representavam, apareciam, mudavam o jogo. Essa aí, não por culpa do Dunga, tá cheio de garoto-propaganda. Jogadorzinho "moderno" que usa chuteira colorida, dá risadinha pra Tv e que na hora que o time precisa se esconde atrás de beque.

Acho fácil jogar tudo no Dunga. O Parreira, por exemplo, fazia a mesma coisa, seu time jogava tão mal quanto, e todo mundo morria de respeito por ser o Parreira, que pra mim é pior que o Joel Santana bebado.

Vamos cobrar sim, mas todos! Não só o comandante. Os comandados tem tanta responsabilidade quanto ele. E o que mais falta pra esse time é jogador que se garante em campo. Falar na TV, se precisar, eu também falo. Quero ver ir lá e pedir a bola num 0x0 contra a Argentina. Isso quase ninguem faz ali, infelizmente.

Saudades do Romário, Zico, Junior, Serginho Chulapa, Renato Gaucho ... Esses não tinha técnico que "evitasse" futebol.

Ps - Uma graça a torcida gritando "Messi"! Na próxima, leva uma faixa também: "Obrigado por nos visitar, argentinos queridos e fofos do meu coração".  Vá, vá, vá...  Faz isso no Galo x Cruzeiro pro rival então, quero ver.

abs,
RicaPerrone

Nós, vocês e nós mesmos



A relação imprensa esportiva x torcedor é péssima há alguns anos. Desde que virou moda jornalista criticar colegas, a credibilidade foi pro saco. Desde que o torcedor se sentiu no direito de agredir, seja verbalmente ou fisicamente, um jornalista por discordar de sua opinião, os dois lados perderam a razão.

Os anos passam e a situação, ao invés de se estabilizar, piora. Milton x Juca, Kajuru x Milton, Datena x não sei quem, Luciano do Vale x Neto, Flavio Prado x o Zezinho da esquina, e assim vai. E o torcedor ali, incoerente como sempre, dando ibope para o que tanto critica e se esbaldando de argumentos generalizados contra os jornalistas esportivos.

Não, eu não esqueci de você, torcedor. Você é o combustível disso tudo, aliás, você é o motivo disso tudo. Por culpa da sua mentira o jornalismo descambou pra um lado perigoso. Porque você diz que não assiste e fica ali vendo pra depois criticar, os que querem bagunça ganharam mais espaço do que quem quer trabalhar. E quem fez isso foi você com seu controle remoto.

Porque os elogiados PVC, Juca Kfouri e Mauro Beting, se fossem a uma TV aberta discutir futebol em alto nível, fatalmente perderiam para os outros programas, mais debochados e menos “certinhos”. Sabe porque? Porque você gosta...

E o pior tipo de torcedor é aquele que mete o pau num jornalista mais de uma vez. Quando ele fala mal do sujeito uma vez, ele está julgando por um comentário e corre o risco de ser injusto. Quando fala todo dia, ele é tão contraditório que está assumindo: “Você é tão ruim, mas tão ruim, que te vejo todo dia”. Porque quem não assiste, não critica.

O Neto é bom pra cacete! O Godói é sensacional! O Milton Neves é um gênio!  Porque só três gênios conseguem ser alvo de criticas o dia todo de 90% dos torcedores e terem a atenção deles todos os dias. Dirão: “Eu não assisto!”. Mentira! Você assiste, porque quem não assiste não pode julgar. E se você julga, se os chama de incompetentes, é porque você ouve o que eles dizem.

Outro dia ouvi um comentarista de peso, desses que leva elogio todo dia: “Estou preocupado com a zaga do Náutico”.  Meu chapa, vai dormir! Você acha que engana quem com esse tom “professor”? Você não está nem ai pra zaga do Náutico, como eu não estou e nem ninguém está.  Só que a diferença é que o Milton Neves vai dizer: “Oooooo zaguinha ruim hein!!! Manda tudo embora!”, e você, sério e correto, dirá uma mentira num tom insuportavelmente falso que gera elogios, mas que não lhe dá audiência.

Aí, a coisa segue assim: Quem não tem audiência ganha menos. Quem ganha menos e faz direito, seguindo a cartilha, fica puto porque quem faz de qualquer jeito enche o rabo de ganhar grana. Você, torcedor, vai lá no Orkut elogiar os que falam bonito, mas você assiste quem? O que faz a bagunça. Tanto é que todo mundo mete o pau no Jogo Aberto da Band, mas todo santo dia todo mundo sabe o que foi dito lá. Ou seja, são competentes!

Tá na hora de começar a falar a verdade.  E a verdade quem diz é o Ibope, que mostra que você, torcedor, é mentiroso e critica por criticar. Porque um programa ao meio dia, em dia útil, quem assiste não é “peão”, porque este está ralando. Quem assiste é a mesma garotada do Orkut, que ta em casa chegando da faculdade.  Então, antes de encher o saco de quem faz, muda de canal.

Os nossos colegas, que são ótimas pessoas em 90% dos casos, também precisam parar de se agredir em público e resolver as coisas internamente. O senhor Juca Kfouri é importante o suficiente pra saber que não precisa ficar de briga com o não menos importante Milton Neves. Os dois podem se odiar, mas não acrescenta nada ficarem brigando publicamente. Sabe porque? Porque vocês dois, meus ídolos de infância, são fantásticos no que fazem. Cada um com seu publico, mas que são fundamentais pra imprensa esportiva. De que adianta se matar? Os dois vão ter que se aturar mesmo...

Porque não se fecha numa porra de uma sala e conversam? Que merda de imprensa é essa que vive cobrando união dos outros, discursos corretos e iguais de políticos e não consegue nem se organizar ela mesma? Chama pra uma reunião, um dia todo, 200 jornalistas esportivos e vamos discutir. Vamos chegar a um ponto comum em algumas coisas. Mas não! Cobramos dos outros e nem percebemos o que fazemos entre nós mesmos.

O Luciano, que é um monstro sagrado no que faz, cometeu um erro. Rotulou por diploma, e isso não é correto vindo de quem puxou ex-atletas para serem comentaristas. Errou, errou feio! Não tinha que ter dito. Mas cara, jornalista erra! A gente entende, aceita, não adianta ficar magoadinho igual mocinha.  O cara pede desculpas e vamo que vamo.

A verdade é dura, mas é essa: O torcedor, aquele mesmo que critica, forma 90% da opinião dele pelo que ouve da gente. Simplesmente porque o sujeito tem o que fazer e não vê futebol e treino o dia todo. Nós vemos, então, ele se baseia no que nós dizemos para ter uma opinião. Isso nunca vai mudar. E nós, que vivemos procurando audiência e tentando consegui-la dentro de nossos princípios, devemos largar a mão de ser hipócritas.

Nenhum tipo de ramo vai ser coeso na filosofia de trabalho. Sempre haverão jornalistas mais ousados, os mais quietinhos, os mais Betings, os mais Miltons e os mais Kfouris. E todos eles formam essa polemica maquina de debate esportivo. Não adianta tirar um dos personagens, porque o torcedor quer os três. Ele mente, diz que só quer um, mas é mentira e nós sabemos tanto quanto eles.

Só que a gente também não pode ficar nessa ondinha babaca de ficar dizendo: “A opinião do torcedor”, “o que importa é o torcedor”, etc, sendo que no final das contas a gente nem liga pro que eles dizem, porque são os mesmos que ameaçam e agridem a gente por um pênalti que não concordamos. Ou seja, a relação é falsa dos dois lados. Tá duvidando? Olha meu orkut aí... tem até ameaça de morte por algo que eu nem fiz. E aí, como fica isso? Tá correto? Meu diploma me obriga a ser uma pessoa aberta a ameaças, ofensas e rótulos?  Você tenta ser "acessível" e deixar um canal desses aberto ao seu leitor e olha o que dá...  

Agora, sejamos justos: Vamos conseguir mudar a mentalidade de um povo que reage com violência a uma opinião diferente da dele? Não, não vamos. É o jeito brasileiro mal criado de ser. Então, vamos mudar nós, jornalistas.  É bem mais fácil tentar seguir uma linha entre nós do que tentar resolver um problema social no país pra se poder discutir futebol em paz.

E isso começa separando apresentador de repórter, repórter de narrador, e por ai vai. Porque quem ouve acha que todos tem a mesma função e ficam julgando em cima disso.

Eu to de saco bem cheio de morar do lado do Palestra e ter medo de ir aos jogos só porque sou são-paulino.  Tô bem cansado de torcedor vir me perguntar se tal jornalista é brigado com tal jornalista. E não agüento mais perder horas do meu dia lendo verdadeiras agressões de torcedores que não sabem que atrás do cara que comentou um jogo de futebol tem um cidadão com família, que não merece ser ofendido. 

Nós criamos o monstro. Agora a gente mata, ou alimenta. Escolhe aí...

Do jeito que ta não dá pra ficar.

Tenho 29 anos, trabalho no meio desde os 17. Sempre sonhei com isso, amo o que eu faço. Mas, hoje, faço 50% por obrigação e 50% por prazer.  Os 50% que perdi são por conta da nossa mania de dar "direito" que nos ofendam, de "entender" a violencia do torcedor e de saber que, por culpa de alguns sensacionalistas nós temos que ficar 2 horas esperando uma porcaria de uma coletiva onde vamos voltar com o mesmo material que todos os demais pra casa, seja você mais competente ou menos.

Só que o sensacionalismo só ganhou espaço porque tem quem consuma. Não esqueçam disso antes de sair dando porrada em quem faz.

 

PS - Evitando interpretações individuais, eu quero registrar que admiro pra cacete o Juca, o Milton, o Neto, o Godoi e a maioria dos jornalistas que conheço. Tem um monte de "zé esquisito", mas eu respeito o que cada um traça como meta na profissão. Tenho os meus preferidos, mas não por isso eu ouso rotular, ofender ou "odiar" um cara por ele ter uma opinião diferente da minha. Levei 10 anos pra amadurecer o suficiente pra entender que o que é certo pra mim não é certo pro outro. O problema é que tem algumas coisas que deviam ser certas pra todos.

Abs,
RicaPerrone

Pátria amada, Brasil!

Sim, eu sou aquilo que hoje em dia se chama de "idiota".

Aquele cara que tem um orgulho estúpido e sem motivos do seu país. Que levanta quando toca o hino, que acha lindo toda vez que chega ao Rio de avião, que vê graça num jogo de futebol de várzea e que acha o carnaval a coisa mais linda que o homem pode fazer.

Aquele babaca que ainda abre um sorriso orgulhoso quando a Jade ganha uma medalha. O pastelão, cria do Galvão, que chora quando ouve o tema da vitória.

Daqueles que torcem pelo Brasil no Oscar, que sentem uma pontinha de orgulho quando vêem Rodrigo Santoro numa série famosa dos EUA ou quando lê elogios lá fora à Gisele, modelo mais famosa do mundo.

Desses que fica puto quando algum gringo fala meia duzia de verdades. Mesmo sabendo que é verdade, não me jogue na cara que moro num país cheio de problemas. Eu já sofro com eles todo dia, não precisa me lembrar com palavras.

Eu torço. Eu sinto um orgulho estúpido e babaca quando alguém daqui consegue algo pelo mundo. Me sinto mais gente, menos "desprezado" pelo mundo poderoso e rico que tem por aí. Eu sei, não adianta negar... somos menos politicamente, economicamente... mas somos muito mais em tanta coisa que a gente esquece de notar.

Temos motivos de sobra pra bater no peito e sentir orgulho dessa bandeira. Até pelo povo, que vive uma onda insuportavel de criticar e torcer contra tudo que é do país.  Podem roubar, eu vou comemorar a Olimpíada no Rio do mesmo jeito se vier. Até porque, não deixaria de fazer ruas porque existem trombadinhas. Eu procuraria tirá-los de lá, não deixar que as coisas boas venham porque tem gente ruim envolvida.

A seleção, aquela mesma que nos encheu de orgulho 200 vezes, que fez a gente chorar em várias Copas, anda mal das pernas. Em um típico caso de abandono, passamos a ouvir pessoas dizendo que "torcerão contra", porque não querem o Dunga lá.  Quem diria? O brasileiro anda tão chato que até sua maior alegria ele despreza e torce contra.

 Eu respeito, mas eu não consigo.  Vou acordar cedo, vou passar o dia nervoso, vou grudar na TV às 17h, vou gritar igual um louco quando fizermos o gol. Quero que se foda se é o Dunga ou a minha vó... É o Brasil contra a Argentina, não importa quem esteja ali. Sabe porque?

Porque cara... se esse mesmo time ganhar, eu vou me encher de orgulho e dizer que "nós ganhamos". Então, porque "eles perderam"?

Tá, tá... a CBF é uma droga, você não gosta da convocação do Dunga, acha que ali virou balcão de negócios, beleza... eu respeito. Mas quando ganhar a Copa você vai chorar enrolado na bandeira, né irmão? Disso você não esquece...

Enfim, pela primeira vez na vida me sinto um "estranho" por torcer pelo Brasil contra a Argentina e contra outros milhares de brasileiros que se voltaram contra a seleção.

Mas quer saber? Pra mim são todos mentirosos! Na hora que aquele hino tocar, que eles estiverem de azul na nossa frente... eu dúvido que você torça contra o SEU PAÍS!  

Pra cima deles, Brasil!!! Prefiro torcer do que secar, até porque... "nós ganhamos 5 copas", e não "vocês". E lembrem-se: Este cidadão que está no banco de reservas e merece criticas pelo seu trabalho como treinador, merece o mesma dose de respeito, porque foi ele quem levantou a taça que esperamos mais de 20 anos. Não custa nada torcer por alguém que já fez tanto por nós...

abs,
RicaPerrone

O sulamericano


Um dos jogadores que o SPFC observa e tenta negociar não é brasileiro, mas sim Argentino.

Antes de mais nada, a frase de segurança contra interpretações: Não está fechado, nem sequer sei a que pé anda. Ok?

Como não posso revelar o nome dele, vou dar 3 e entre eles está um meia que interessa ao SPFC:

D`alessandro, Aimar e Riquelme.

Ok?! rs

abs,
RicaPerrone

Idéia maluca


Gente... eu nem sei explicar e nem por onde começar. Mas, deitado antes de dormir, comecei a pensar no formato do Brasileirão, aquela polêmica do mata-mata, pontos corridos... tive uma idéia tão imbecil, mas tão imbecil... que achei até boa!

Vejam o que vocês acham:

A gente sente falta do mata-mata, certo? Isso atrai publico e tal. O campeonato demora pra ter emoção, etc, etc.

Então, pensa comigo: Temos 2 turnos, onde todos jogam contra todos em casa e fora. E cada jogo vale 3 pontos...

Sugestão:

Faz um pequeno mata-mata ao invés de 2 turnos. Ou seja, hoje tem SPFC x Coritiba no Morumbi. Semana que vem seria o returno, lá no Paraná. Aí, com os critérios da Copa do Brasil, um deles vence. E o vencedor leva 3  pontos. Mas não do jogo, do confronto total.

Já pensou? Cada semana você teria jogos que um tem que tirar 3 de diferença, um que tomou gol em casa, outro que perdeu um expulso e não consegue mais virar. Enfim, seria um "drama" extra pra cada rodada, e os jogos em casa e fora se manteriam, assim como o "pontos corridos" no final das contas.

Entenderam? Os jogos de ida e volta seriam um confronto só valendo 3 pontos. E quem levar fica com os 3. E seriam em seguida, ou seja, 2 contra o Flamengo, 2 contra o Cruzeiro, assim agitaria o jogo de volta e daria cara de "decisão"  toda rodada.

Que tal? Surtei!? rs

abs,
RicaPerrone

Sushi


Muricy é igual comida japonesa. Primeiro você torce o nariz. Depois você acha meio amargo.

Um dia você começa a tolerar.

Quando percebe até acostumou já.

E, depois de um tempo, você passa a gostar.

Ontem na festa do SPFC conversei com ele, o entrevistei em clima de bom humor e fui muito bem recebido pelo professor. Talvez por não ter "batido" no time depois da eliminação, talvez pela ET. De qualquer forma, pela primeira vez em 2 anos e meio, consegui conversar com o Muricy sem ser no Ct, rindo, tomando cerveja.

Não vou entender nunca porque ele age tão diferente nas cameras. Mas, fiquei muito feliz com o "Esse é parceiro!", se dirigindo a mim. Afinal, quem não lembra, 2 anos atrás eu e ele nos desentendemos ao vivo na Estação Tricolor.

Então, retiro o que disse aqui diversas vezes quando comentei "imaginar" que o Muricy tivesse algo contra mim. Agora sei que não, e fico feliz por isso.

abs,
RicaPerrone

Não começa...

Nem terminou o jogo do Brasil e já veio a eterna mania de colocar a Argentina nas alturas.  Que saco isso, todo ano é a mesma coisa: Falam, falam, falam e a gente vai lá e ganha.

Não dava pra esperar as 20h pra ver que eles são piores do que a gente?

Aliás, desde quando precisamos esperar pra saber que somos melhores do que eles na bola?

Quarta-feira tem o jogo que eu mais torço na vida. Toda vez que se enfrentam, pra mim, é final de Copa do Mundo. E sei que pra muitos também.

E nós vamos ganhar, como sempre.

Porque a gente pode até viver uma fase ruim, mas não se compara aos últimos 15 anos, onde eles não ganham nem Copa América.

Aliás, a Placar deste mes comparou os dois times e conseguiu achar o deles melhor que o Brasil. Não sei quem deu as notas, mas não entendi onde ele achou.

De hoje até quarta, o jornalista RicaPerrone perde 50% da razão. Não estranhem, eu odeio a Argentina e quando é contra eles eu mais torço do que consigo analisar qualquer porcaria.

Pra cima deles! A gente sabe, mesmo jogando mal... "eles num guentam!"

abs,
RicaPerrone

Lado B


Ontem, antes de dormir, passei por fóruns e li a opinião geral das duas torcidas.

Os rubro-negros acham que foi roubado, que o time jogou bem, não estão putos e entendem que foi uma bobeira da zaga que resolveu o jogo.

Os tricolores acham que o SPFC jogou uma partida monumental, que "os erros do Fla" foram méritos do SPFC e ponto final.

Os rubro-negros dizem que o gol do Fábio Luciano não estava impedido, que o lance do Souza idem e a expulsão do Jancarlos era pra acontecer.  O do Fábio não sei, a Globo disse que não. Os outros dois, não dá pra negar. Mudaria o jogo sim, sem dúvida. Mas, como disse ontem, perto do que acontece hoje na arbitragem, chega até a ser normal.

Os tricolores falam em "rumo ao titulo",  em puxação de saco da imprensa pra torcida do Flamengo.  Sim, o SP é favorito ao título, nunca alguém duvidou disso. Mas, sobre a torcida do flamengo, acho bem justo que elogiem quem mete 58 mil na sexta rodada, coisa que o líder de 2007, com 20 rodadas na frente, só colocou na final né gente? A base de comparação para os elogios é exatamente o campeão do ano passado, no caso, o SPFC.

Os tricolores e rubro-negros sabem, tanto quanto qualquer torcedor lúcido, que estão na briga pelo caneco. Os dois sabem que tem time, que os dois times jogaram bem ontem, que ninguém saiu em crise do Maracanã e que essa partida foi, apenas, a melhor do campeonato até agora. E não existe melhor jogo do campeonato sem 2 grandes times em campo.

Com apitos para um lado, euforia para outro, o Brasileirão seguiu mais uma rodada confirmando: SPFC e Flamengo disputam o título, assim como Palmeiras, Cruzeiro e Inter. Se o Flu chegar a tempo, idem. O Grêmio, pela camisa, nunca é "surpresa". Mas, pelo time, chega a ser. E que surpresa agradável.

abs,
RicaPerrone

Um jogo típico

Era o natural:

O SPFC se defende o tempo todo com enorme competencia e contra-ataca de forma simples, direta e objetiva.

O Flamengo toca, joga bonito, pressiona, abre, tenta e marca mal.

Quem vence? Quem acertar o gol primeiro.

Ao contrário de sabado passado, contra o Galo, não me empolguei com o SPFC. Idem pro Flamengo, que errou muito e parou na baita defesa que o SPFC tem.

Futebol tem que ser analisado num todo, não apenas nos detalhes.

O Flamengo jogava bem melhor, o SPFC fez 1x0. O Flamengo foi pra cima, pressionou e empatou num penalti claro.

Quando foi pra cima para virar, o que parecia questão de tempo, o SPFC achou um ataque (o primeiro do segundo tempo) e marcou outro num erro do Fábio Luciano.

O Flamengo parou, broxou. Tomou outro de cabeça e só reagiu quando o Obina apareceu para sofrer outro penalti claro.

3x2, e o SPFC na defesa, ninguém passa.

O quarto gol... à lá Petit, Brasil 0x3 França. Não tinha mais jogo.

Enfim, o placar é o que menos importa no final das contas. O que ficou do jogo foi um duelo de características dos dois times que, no detalhe, seria definido pra um dos lados. Hoje, foi pro SPFC. Se o Flamengo faz 1x0 e o SPFC abre o contra-ataque, daria Flamengo. Mas, quem fez foi o SPFC, com todos os méritos.

A impressão que fica para o torcedor do SPFC é que 2007 se repete: Um time que não sabe jogar em 6 meses, e que aprende a fazer o básico e objetivo no segundo semestre. Muricy gosta disso, nào adianta. Eu não gosto, prefiro o futebol jogado, não o resultado conquistado apenas. Acho que dá pra juntar os dois.

Do outro lado, um Flamengo totalmente diferente. Joga um futebol bem mais bonito, mas que corre risco de não ser objetivo. Perde gols, marca mal e abre demais pro adversário na empolgação da torcida de ir pro abafa.

O que falta de juizo pro Flamengo sobra pro SPFC. Um tem medo demais de arriscar e muitas vezes dá certo, pela zaga que tem. O outro força, esquece a defesa na euforia de ganhar, e as vezes toma gols bobos por falta de responsabilidade e calma.

Jogaço! Os dois disputam o título este ano.

O chororo sobre arbitragem é meio exagerado, né? O Flamengo teve lá um ou dois lances pra reclamar, mas... num geral não mudou o resultado não. O Jancarlos tinha que ser expulso sim, e um impedimento do Souza na cara do gol que não estava. Tem um peso, mas perto dos penaltis e gols anulados por aí, se torna até uma arbitragem comum.

PS - Parabens pra torcida que esqueceu a Libertadores e meteu 58 mil pessoas na sexta rodada. Sairam tristes, claro, mas... ainda são líderes e uma vitória na próxima rodada já apaga o tropeço de hoje.



Parte 2:

Como já tem gente achando que eu tô tirando méritos do SPFC, outros achando que eu tô desmerecendo a campanha do Flamengo por um jogo, nego cobrando que eu fale do hugo, do Borges, do Ibson... (eu não sabia que tinha cartilha de texto, onde devo falar sobre todos os 3045058494 assuntos que envolvem um jogo).

Mas, como SP x Fla sempre vai encher de nego procurando pelo em ovo pra dizer que eu puxei o saco de A ou de B, vou resumir:

Pra mim o placar do jogo não demonstra o que os times jogaram, mas sim os detalhes que foram mais objetivos pra um do que pra outro.

Pra mim o SPFC conseguiu um PUTA RESULTADO, e de forma alguma fez UMA PUTA PARTIDA.

Pra mim o Flamengo jogou bem sim. Só que errou pra cacete na defesa, coisa que o SPFC não fez.

Diante disso, fica meio claro que, pra mim, o jogo foi decidido no detalhe.

O SPFC jogou uma partida inteligentissima! Isso sim. Esperou e foi no erro do rival pra matar. Aí estão os méritos do SPFC. Partidaço no sentido tático, técnico ou ofensivo não dá pra achar. O time fez 2 penaltis, o Flamengo teve 3 chances na cara do goleiro, o segundo gol foi um erro individual de um zagueiro e o jogo foi resolvido assim: No detalhe. Não houve um partidaço de ninguém. Os dois jogaram bem, cada um na sua característica.

Ou alguém conseguiu ver um jogo onde o SPFC jogou uma partida de quem goleia e o Flamengo de quem é goleado? Não né? Acho que a tv é igual pra todos...

Quando dá baile, como sábado passado, eu falo que foi baile. Quando o placar não reflete o jogo, eu sigo sendo honesto e dizendo o que vi, nào o que querem que eu diga.  Os méritos do SPFC estão na calma, na inteligencia e na defesa. Não vou ficar inventando "atuacão de gala" pra deixar fanático feliz e nem ficar menosprezando um time que jogou uma boa partida e que perdeu porque errou na defesa.

Como eu disse, jogaço! Só que é duro enfiar na cabeça de um torcedor que, as vezes, dois times jogam bem, cada um na sua característica, só que um vence por um detalhe ou outro. O que ganha sempre quer os elogios de um titulo e o que perde quer a crise do século.

É isso. Ponto final.

abs,
RicaPerrone

Valeu, "pelé do samba"!

 
O cantor e compositor José Bispo Clementino dos Santos, o Jamelão, 95 anos, morreu às 4h deste sábado, na Casa de Saúde Pinheiro Machado, no Rio de Janeiro. O corpo será velado na quadra da Estação Primeira da Mangueira.

Nessas horas a gente não tem muito o que falar, pois é tão óbvio a importancia deste sujeito e o quanto ele é querido pelo Brasil inteiro que nada acrescenta.

O carnaval perde seu "Pelé". Sua figura mais notável e conhecida.

abs,
RicaPerrone

Saldo do bate-papo


Pessoal, muito legal! Abri o messenger por 50 minutos e conversei diretamente com diversos leitores do blog. Respondi todos, acho! Enfim, podem continuar com o endereço lá que uma hora eu apareço de novo.

Mas, para quem não conseguiu entrar, eu fiz isso copiando e colando as perguntas.  Aí eu publico aqui e mata a curiosidade de outros que iam perguntar o mesmo. Só que, por uma questão de organização eu editei os textos e conversas numa pergunta direta e numa resposta.

E também, óbvio, não consegui anotar o nome de cada pergunta que copiei. Então vai sem nome, mas foram todas retiradas do papo no MSN. Obrigado pelos elogios e pelas criticas.

Rica, você acha que o SPFC engrena no Brasileirão e conquista o hexa?
Acho que engrena, o hexa não sei. Este ano tem times fortes além dele, coisa que não teve nos anos anteriores. Pelo menos não no mesmo nivel. Em 2006 o Inter focou o mundial e em 2007 o Flamengo, que era o mais forte a brigar, só reagiu no fim. Este ano é diferente. A vaga na Libertadores eu acho que dá, o título... depende muito das perdas e dos reforços.

Perrone, porque você largou o F-1?
Olha só. Eu adoro F-1, mas não consigo mais acompanhar igual antes. Eu vi, na minha cara, o que fizeram com um piloto e fiquei sabendo de muita coisa que me tirou a sensação de estar vendo uma corrida. Eu vejo uma disputa de 3 ou 4  na frente, uns 5 no meio e o resto é tudo palhaçada. Então, por adorar o esporte e achar que tem limites a politicagem dentro dele, não consigo mais ver F-1 como antes. Prefiro o futebol, que tem mutreta pra cacete, mas que ainda é um jogo de 11 contra 11.

Você não acha arriscado ser um jornalista tão ligado a um clube? E sua carreira fica como?
Não sei como fica. Na verdade, minha ambição jornalistica é quase zero. Ou seja, não ligo pra ir pra TV, pra rádio, jornal. Eu saí de uma TV com 19 anos para fazer as minhas coisas simplesmente porque não tenho vontade de fazer aquilo. Eu gosto de fazer o que me dá na telha. Se quero fazer o SPFC, faço. Se quero cobrir F-1, eu cubro. Gosto assim.  Chefe me irrita, e por isso eu não tenho ambição de nada disso. Por outro lado, tenho ambição dentro do futebol. E estar lá dentro em contato me abre portas. Basicamente, faço o que gosto e não tô nem aí se isso vai terminar em TV, rádio, jornal, clube, diretoria... só quero fazer o que gosto e ficar perto do futebol.

Você ficou feliz com a vitória do Sport?
Eu sou torcedor como todos são. Morri de rir dos meus amigos corintianos, assim como aceitei a risada deles no SPFC x Flu. E antes que condenem, se tirarem isso do futebol, tira a bola também porque ninguém mais vai estar vendo. Futebol é lazer, gozação, polemica, euforia.  Aceito quando o meu perde, e me divirto quando o rival perde. Mas, aí que entra a diferença: Eu não escondo isso, ué! Prefiro falar aqui do que ficar fazendo tipo de coitado na TV e desligando a camera sair matando em cima dos colegas do outro time. Tiro sarro mesmo! Foi engraçado, como foi pros amigos corintianos quando o SP se ferrou na Libertadores. Agora, pro futebol, me desculpem os nordestinos, é sempre melhor que ganhe um dos 12 gigantes. Gera polemica, assunto, movimenta mercado... é outra coisa. Reparem: O Corinthians perdeu. Ninguém vai falar da vitória do Sport daqui 10 dias. Mas a derrota do Timão dura 3 meses.

Do Palmeiras, quem você queria ver no São Paulo?
Valdívia, Martinez, Marcos, Élder Granja e Diego Souza. São os que eu mais gosto, o que não significa que eu tiraria o Joilson, o Rogerio, o Hugo do time. Eu só respondi os que eu queria no meu time. rs

Martinez? (continuando a anterior)
Sim, gosto do estilo de jogo dele e acho que o SPFC não tem um jogador assim. Volante, técnico, que bate bem na bola e que cadencia o jogo. O Hernanes é mais rápido, o Ricky mais força física e o Zé mais marcação. O Martinez é uma puta opção quando seu time vai pro abafa mas precisa pensar e não só ficar jogando bola na área.

Como você tá vendo a Eurocopa?
Pela TV! Brincadeira...  Eu acho um campeonato fantástico, mas o tipo de jogo europeu não me dá prazer. Os times sim, tem entrosamento e ainda tem uma característica mais individual. A seleção não. É muita correria, muita marcação e pouca tabela, passe bonito... sei lá, não tô gostando tanto quanto imaginei.

Quem são os jogadores mais legais e os mais malas do SPFC?
Mais legais: Zé, Alex (os dois), Reasco, Borges, Jorge Wagner, Aloísio e Joilson. Mais malas, não falo.

Você vai torcer pro SPFC ou pro Flamengo?
Eu sou são-paulino. Eu só torceria pelo Flamengo se o SPFC não precisasse dos pontos e o Fla sim, como em 2007 por exemplo. Como o jogo é igual, comum, eu torço pelo meu time, óbvio.

O que você ganhou de dia dos namorados?
Essa foi boa! ahahahahaha. De futebol ganhei um DVD do Inter e uma toalha do Flamengo. Sempre me dão coisas de futebol. Eu adoro!

Você não é hipocrita quando prega respeito a todos os clubes e tal?
Não, eu gosto de verdade. Tem 3 times que eu não gosto no futebol brasileiro. Dois entre os 12 grandes, um entre os medios. Mas não revelo, até porque, mudando a administração e a postura, passo a gostar igual os outros.

Pra quem você torce na Euro?
Itália. Minha família é italiana e meu avô querido, que já morreu, era um palmeirense nato, típico italiano. Adoro a Itália.

 Quem são os jornalistas mais legais que você conhece?
Caraaaaaaca... eu conheço um monte! Mas os que mais gosto são: Mauro Beting, Edu Affonso, o Cicone, o Wanderley Nogueira... puts, se eu for falar vou levar 2 horas. Eu gosto de todos eles como pessoa. Nunca tive problema com nenhum colega de imprensa. Como comentarista gosto de uns, outros não. Mas, como pessoa, os que conheci, acho que 90% são ótimas pessoas.

Você seria amigo de um jogador? É anti-ético?
Sei lá se é anti-ético. Mas eu seria, dane-se. Vou escolher amizade por profissão? Se houver amizade, não quero nem saber se joga bola ou se faz filme pornô.

Você se considera flamenguista?
Não. Flamenguista é igual são-paulino, corintiano, palmeirense. Eu torço pro Flamengo ganhar, é diferente de ser FLAMENGUISTA. Este termo é muito forte e eu não mereço ele. Simpatizo, gosto, torço a favor. Mas daí a fazer parte da torcida igual os que lá estão, nem me dou o direito. Sou são-paulino.

Você não acha ridículo ter 2 times?
Não. Tem gente que tem 2 mulheres, 2 sexos, 2 nomes, 2 namoradas, 2 mães, 2 contas na suiça, 2 empregos, 2 caras. Porque eu não posso ter um segundo time que gosto? Se isso é suficiente pra você gostar ou não de mim como comentarista... lamento bastante sua limitação de argumentos e critérios. Mas fico feliz, porque é sinal que eu sou bom no que faço. Se não, você criticaria pelo meu trabalho, não pelos meus gostos pessoais.

Você me parece arrogante. Porque não libera os comentários no blog?
Seguinte: Eu falo de um jeito curto e direto, o que pra alguns soa arrogante. Se você me OUVE falando na rádio ou na ET, você percebe que falo tudo isso rindo. Também não me acho arrogante, porque deixo todos os canais do mundo abertos para quem quiser falar comigo: Orkut, msn, e-mail, etc. O que talvez pareça arrogante é que eu rebato criticas. Mas, acho que o mesmo direito que se tem de criticar, o outro tem de argumentar e dar o outro lado.  Sobre os comentários é simples: Eu tento, adoraria. Mas eu acho um marketing de merda para o seu produto deixar palavrões e ofensas nele. Então, só deixo aberto se eu moderar e excluir isso. Como eu não tenho tempo, nunca consigo deixar por muito tempo aberto, entendeu? Mas eu adoraria, e pretendo voltar com eles.  Quem sabe agora que o SPFC tá treinando a semana toda e não jogando 2x na semana? Vamos ver...  (muita gente pediu isso)

O que você gosta mais de fazer? A ET, o F-1, a rádio ou o Blog?
A Estação Tricolor.

Rica, porque você critica tanto a torcida do SP?
Porque eu vou ao CT e ouço deles o quanto vocês fazem falta na arquibancada. Eu critico pra tentar mudar isso, porque acho que a torcida não é ativa como deveria. Eu fui aos jogos em 92 com 400 pessoas no Morumbi e meses depois fiquei sem ingresso porque apareceram 100 mil pra ir na final ver aquele mesmo time abandonado de meses atrás. Isso me magoa, porque nenhum time merece abandono. Afinal, quando ganha, ninguém some né?  Não falo das outras porque só conheço de perto umas 4 ou 5.  Todas eu não conheço. Mas, o que não conheço, tenho muitos amigos que conhecem bem pra me contar.

Você gosta do jornal Lance!?
Sim. Um bom jornal, só não vou dizer que é o melhor porque fica ridículo ele sendo o único de esportes. rs

Queria que você falasse do Luciano do Vale e aquele vídeo lá.
Vou falar sim. Mas antes deixa eu acabar de ouvir todos os meus colegas em off para chegar a uma conclusão mais justa.

Eu não gosto de você porque acho que você puxa o saco do Rio de Janeiro. Pode me explicar porque um paulista faz isso?
Posso, claro. Porque um brasileiro deveria escolher um estado pra defender? Porque não notamos que somos todos iguais e estamos todos no mesmo barco? Será que não falta ao Brasil um pingo de vergonha na cara de notar que as nossas fronteiras não mudam nossas leis, logo, não diferenciam pessoas?  Pra mim o Rio é uma cidade do meu país, com pessoas do meu país, com o carnaval do meu país, com o maracanã cartão postal do meu país. Logo, se eu for ficar me apegando a teses bairristas para analisar futebol, tenha certeza, vou me tornar um imbecil.  Não nasci pra isso.  Porque você não ouve a Rádio do Rio? Porque são bairristas e não falam do seu time, né? Então, porque pede que eu faça o mesmo?

Você le o que colocamos na comunidade do Flamengo sobre suas colunas?
As vezes, quando alguém me manda o link, eu olho sim. Ficar procurando eu não consigo. rs Fico bem feliz, sou muito bem tratado lá, até por quem não concorda em geral.  Eu só tenho o que agradecer aos rubro-negros e tricolores até hoje. Só recebo coisas boas de vocês todos. Até as porradas, quando vem, são com uma dose de "reconhecimento", porque quando me cobram que eu "defenda" tal time, cobram porque esperam isso de mim. Esperam errado, mas ao esperar isso me soa como um elogio.

Você tem problemas com alguém no SPFC além do Muricy?
Não, nem com o Muricy. Converso pouco com ele, mas ele me trata com respeito. Com jogadores e dirigentes, até hoje, tenho ótimo relacionamento e nunca tive problema com ninguém. Já discuti com o MAC umas 20 vezes, mas todas elas terminam em risada. É um cara que aprendi a gostar.

Quem são seus ídolos?
Tyson, Schumacher, Senna, Romário, Raí, Zico, Zidane, Renato Gaúcho, Ronaldo e Will Smith. Acho que são os que mais admiro. Ah, sem contar o Zezé di camargo!!! Toca Zezééééé!!! (risos)

Vai torcer pra quem na Libertadores?
Flu, claro.  Merece!

Perrone, você tem alguma confiança que esse Flamengo possa levar o título?
Tenho sim. Acho que se a torcida grudar igual em 2007, só que mais cedo, o Flamengo é até favorito. Não vejo nada muito melhor do que ele não. Tem alguns elencos mais forte, mas, como o Luxemburgo, o Ceni e outros, considero o Flamengo um dos maiores favoritos. So que a torcida tem que jogar, porque sem ela o Flamengo simplesmente não é Flamengo.

Não te falta marketing para chegar numa TV?
Então... eu não quero chegar numa TV. hahahahahaah Se rolar, por grana boa, eu até penso. Mas eu não quero, não gosto, não tenho vontade. Quero dinheiro cara...  fama não dá nada além de dor de cabeça. Deixa isso pra quem sabe fazer. Eu não nasci pra isso. As vezes que fui em programa de TV fiquei branco só de olhar pra camera. Odeio!!! Só vou fazer na TV ET quando a Ana sair. Porque enquanto ela estiver lá, repare, nunca coloquei a cara na tela.

Quem sào os melhores comentaristas do Brasil?
Depende. Você quer os melhores em tática? Em Ibope? Em forma de falar?  Em palpites? Depende... tudo é válido.

Quem é a mulher mais bonita do mundo!? hahahahah
Eva Mendes!

Quem você acha o melhor técnico do Brasil?
Luxemburgo.

Porque na comunidade do SPFC tudo que diz respeito a você só recebe criticas?
Olha, eu nunca mais toquei no assunto. O que aconteceu é que eramos parceiros e, até então, a ET era ótima, convidava nego de lá, vivia sendo elogiada. Um dia fizeram uma campanha pra destruir o troféu mesa redonda e colocar o Fabri na liderança, pra que o Flavio Prado pagasse o mico de dar o premio pra quem nem jogou. Eu fui contra e me posicionei. Primeiro porque não vejo nenhum motivo pra destruir algo que não te fez mal algum, segundo porque não entra na minha cabeça uma campanha para "defender o SPFC" que humilharia em publico um jogador do SP. Nem sabia que tinha partido de lá. Quando notei, já tinham tirado nossa comunidade das relacionadas, os donos ficaram putos comigo e desde então eu e a ET passamos a ser um lixo. Claro, influenciou os demais que entram lá né? É só isso... não tive nada especifico contra alguem lá. Inclusive, o que poucos sabem, eu fui no Paulinho (autor da campanha) meses depois e chamei o cara pra um chopp pra acabar com isso. Ele topou, mas nunca mais retornou. Então... deixa pra lá ne? Eu fiz minha parte. Não gosto de gente pensando que fiz algo maldoso intencionalmente, por isso tentei esclarecer. Mas...  deixa pra lá. Eu faço o meu lá na ET e tenho absoluta certeza que faço muito bem-feito.

Você queria o Thiago Neves no seu time?
Não, nao! Queria o Hugo! Claro que sim, pô! rssss

Rica, seus leitores aumentam todo dia e dá pra ver isso no orkut. Em tudo que é comunidade tem coluna sua e torcedores de outros clubes já te elogiam e acompanham seu blog. Você prefere ser um jornalista mais voltado pro SPFC ou que todos leiam você?
Eu amo futebol muito mais do que amo o SPFC.  É um "defeito" meu desde os meus 14 ou 15 anos. Eu quero falar de futebol, viver futebol, entrar nas arquibancadas, torcer, chorar, pular. Futebol é isso. Eu vou ao Parque Antartica ver jogo do Palmeiras e, se me der vontade, levanto e canto com eles num lance de perigo. Porque isso me faz adorar futebol, a paixão, a torcida, esse lado irracional da coisa.  Claro que gostaria de ter a audiencia de todos. Eu noto que aumenta, mas não sei de onde vem. Deve ser mesmo do orkut, como você sugere. Fico bem feliz, de verdade. Só fico triste quando são-paulino não entende minha profissão e quer que eu passe o ano defendendo o SPFC como se eu fosse um líder de torcida, coisa que não sou, não pretendo e odiaria ser. Sou jornalista, torcedor, e falo o que penso. Só.

Em 2006 você acertou quase todos os campeões. Em 2007 também. Por favor, me diga quem leva em 2008 porque os estaduais e a Libertadores você já acertou!!! Só a Copa do Brasil que não...
ahahahaha, quem me dera. Eu não acertei tudo não, pô! Errei bastante. Mas eu acho que Flamengo, Fluminense, Inter e Palmeiras estão, hoje, na frente. Cruzeiro e SPFC precisam se firmar, um pelo que vai mudar na janela, outro porque ainda e jovem e não tem um perfil solido de campeão. Um palpite? Puts... Flamengo ou Palmeiras. Mas é longo, tudo muda. Não dá pra cravar nada em campeonato que dura 8 meses.

O que você sentiu quando o Flamengo foi eliminado pelo América?
Tristeza, porque o time não merecia cair. Mas, naquele jogo, mereceu. Coisas do futebol, tão ridículo quanto o Palmeiras levar de 7 do Vitória em casa, quanto o SP ser eliminado pelo São Caetano por 4x1 no Morumbi, entre outras tragédias que o futebol registra.

Vamos supor que a Copa comece amanhã e você tem que fazer a lista de convocados. Quem você levaria?
Puta merda, irmão! Pega leve. hahahahahaah
Vou sugerir uma seleção "renovada", ok? Os que acho que ficarão vestindo essa camisa uns anos ainda...

J. Cesar e Bruno
Maicon e não sei
Juan, Alex Silva, Miranda, Thiago Silva  e Luisão
Juan (Fla) e Marcelo
Lucas, Hernanes, Ibson e não sei.
Kaká, J. Batista, Anderson e Diego
Robinho, Pato, Adriano e não sei.

Tecnico: Luxemburgo.



Bom, valeu o papo! Acho que resumi bastante o que recebi lá. Outro dia faço de novo e vocês perguntam outras coisas, ok?

Obrigado pelo ibope, pela educação no messenger, pelas criticas e elogios.

abs,
RicaPerrone

Fale comigo - ao vivo


Povo, hoje às 15h30 eu vou entrar no messenger pra falar com quem quiser.

Criticas, sugestões, etc. Ok?

Sugiro, inclusive, que aqueles que ficam detonando por ai aproveitem a chance e usem o espaço. rs

f1naweb@f1naweb.com.br

Só add que as 15h30 eu entro on-line.

abs,
RicaPerrone

Esclarecendo, parte 25


Mais uma vez se faz necessário esclarecer neste blog que o nome "Perrone" cabe a 3 pessoas diretamente envolvidas com o SPFC na mídia.

Eu sou Ricardo Perrone, e uso o Rica para não confundir com o da Folha de SP, que é outro jornalista que cobre futebol lá.

Tem o Daniel Perrone, que escreve na SPNET e na Globo.com (blog do torcedor), torcedor, é publicitario, nào é jornalista, não vai ao CT e não trabalha na cobertura do clube.

Portanto, vamos tentar separar pra que um não fique apanhando pelo que o outro diz. Dois Ricardos Perrones são jornalistas. O que usa o Rica (eu), faz o blog, a Estação Tricolor e o F-1 na WEb. O que usa Ricardo é jornalista da Folha, e o que usa Daniel Perrone, mas infelizmente segue usando só "Perrone" mesmo com diversos pedidos para usar os dois nomes para que ajude a diferenciar, é um torcedor do SPFC que não tem nada a ver com imprensa e jornalismo.

Cada um faz o seu, só que a confusão as vezes faz com que um pague pelo que outro disse, assim como a cobrança por coerencia fica em cima do que "outro Perrone" disse não sei quando... Fica complicado, e injusto pra quem trabalha com isso.

Ok?

Atualizando: Acabei de conversar com o Daniel e ele concorda que é melhor diferenciar. Inclusive ele mesmo solicitou a quem divulga para colocar o primeiro nome. Ok? Entõa é isso, todos devidamente conversados! rs

abs,
RicaPerrone

Não pára, não pára, não para... Parou!

Globo.com

Existem títulos discutiveis, outros com arbitragem, outros com dose de sorte. Existem os que não se discute.

O Sport conseguiu tirar o Inter, o Palmeiras, o Vasco e o Corinthians. Não dá nem pra ousar questionar. Pior: Foi prejudicado pela arbitragem nos dois jogos e mesmo assim levou.

Mano Menezes, puta técnico, errou feio ao passar a coletiva falando de arbitragem. Seu time foi ajudado, como aliás, quase sempre é em decisões.

Não costumo ficar alisando ninguém pra dar minha opinião. Portanto, da mesma forma que acho o Corinthians um gigante do futebol brasileiro (e a festa pela derrota deixa isso claro), considero o time mais ajudado pela arbitragem na história do futebol brasileiro. Essa minha opinião eu só mudo daqui 20 anos.

O Sport motrou força em mata-mata, que é um tipo de competição dificil e cheia de particularidades. Não tem contestação, é o melhor time da Copa do Brasil.

O que não pode é tirar o mérito do Corinthians por ter chegado. Ninguém acreditava, e os caras  foram até a final. Portanto, se alguém ousar meter "crise" lá, é brincalhão.

"Se Maradona tem a mão de Deus, o Carlinhos bala deve ter o orkut, o msn e o telefone do cara", disse Dinarte Josias. Afinal, quem falou com Deus foi ele, que garantiu o caneco. Esse pode ler minha mão que eu levo a sério. rs

Parabéns pro Sport! Merecidíssimo.

abs,
RicaPerrone

Luciano surtado?

Mais tarde eu comento isso com calma. Acho que merece um texto mais elaborado.

Ah, eu tenho diploma! rs

abs,
RicaPerrone

Bastidores do SPFC


- Ricardo Oliveira jantou com o Juvenal. O problema é o Zaragoza topar, mas... a tentativa segue, aliás, ha meses.

- Juninho é sonho antigo, dificil, mas que segue em pauta até dizer um "não" definitivo.

- Ibson complicou. Está mais pro Flamengo do que pro SPFC.

- Dudu Cearense é o cara. Aliás, ele era o cara que o Palmeiras queria em janeiro e trouxe o Léo Lima na vaga.

- Léo, ex-Santos, é forte pra vaga do Ricky, que tem duas ofertas da Alemanha.

- O Anderson tá lá na pauta. Mas não é o top da listinha.

- Luis Fabiano, Leandro, J. Batista e Edu visitaram o clube essa semana.

- Hernanes só não sai do SPFC agora se ele for muito cabeça fria. A proposta é irrecusável.

- Alex Silva e Miranda tem propostas, também boas, mas ainda nada absurdas. Só que o SPFC espera receber boas ofertas pelos dois ainda este mes.

- França, aquele que dirigentes chamaram de "ex-jogador em atividade", igual fizeram com Denílson, é um nome "reserva". Tem 33 anos, não é o ideal pra quem já tem Aloísio.

- O Besikitas foi ao último jogo ver o Borges. E gostou.

- Wellington, Roni, Oscar, Aislan e Sergio Mota são os nomes mais próximos de terem chances vindo dos juniores. Diogo, lateral muito bom da copinha, sumiu.

- Muricy anda bem-humorado nos últimos dias. Até sorriu na coletiva... rs

- Dirigente X está bem puto com as entrevistas do Muricy.

- O Muricy está bem puto pelo dirigente X estar puto com ele.

- O professor Muricy pensou em pedir demissão, até conversou com Juvenal sobre sair. Mas, o presidente disse que não.

- O SPFC observa um jogador sulamericano, cujo nome não foi revelado nem sob tortura.

- Keirrison foi assunto, e a comissão técnica não quis. Idem para Lincoln, que se ofereceu.

- A tal faixa de alguns torcedores gerou polêmica fora do SPFC, principalmente na torcida. Tem gente que não gostou e que prometeu até confusão no próximo jogo se voltar a vê-la por lá. Espero que não levem porque é ruim a faixa e que, se levarem, entendam como manifestação de opinião e não motivo pra pancadaria.

- Alex Bruno volta a treinar com o time em mais 2 semanas.

- Reasco dificilmente continua no clube após o mes de junho.

- Rodrigo é 99% jogador do SPFC. Só falta assinar. (e é ai que a coisa complica as vezes... rs)

- Cleber Santana e Fabiano Eller são nomes que foram ventilados e já descartados pelo preço. Agora, se os dois ficarem pedindo alto e não acharem clube, aí o SPFC volta a pensar, já que seus salários costumam ser menores que os dos outros.

- Muricy recebeu oferta de 350 do Santos, quase 400 do Inter, mais de 500 do Catar e não aceitou nenhuma. Alias, ate pensou em aceitar, mas o Juvenal disse não. O cara gosta do SPFC e ganhou pontos com essas recusas. Alguns dirigentes gostaram de ver o quanto ele abre mão pra ficar aqui. Mas, outros, em contrapartida, ficaram bem putos com o fato dele passar os últimos 20 dias dizendo  ter proposta e espinafrando o colega do muro ao lado, que disse apenas uma vez ter recebido.

- Zé Luis volta pro time sábado. O Richarlyson tem boas chances de ser titular e, para isso, o Jancarlos pode sambar e fazer com que o Joilson jogue na lateral.

- Resumindo: Podem sair Borges, Alex Silva, Miranda, Ricky e Hernanes. F. Santos e Adriano são fato. Para estas vagas o SPFC estuda os nomes de Rodrigo, Dudu Cearense, Ricardo Oliveira, Léo e Conca.

NINGUÉM ESTÁ FECHADO NEM PRA SAIR, NEM PRA CHEGAR. Só pra ajudar quem tem problemas com interpretação de texto... 

 Pra finalizar: O time está treinando duro, se empenhando. O Muricy está tentando corrigir tudo, e os jogadores sentiram muito a eliminação. Mas, estão trabalhando e com muita vontade de reverter. Acreditem, pode nem dar certo, mas não falta vontade e vergonha na cara nesse grupo. 

abs,
RicaPerrone

Não façam isso!

Mas que foi boa, foi! rs

abs,
RicaPerrone

Dignos, e muito!

Ontem falei sobre a tal faixa de um grupo de torcedores pensando que ela dizia: "Queremos jogador", "contrata Juvenal!", algo assim.

Hoje vi no blog do Juca que a frase era:

"Juvenal Juvêncio, abre o cofre e traga jogadores dignos de vestir essa camisa. Força Muricy, sabemos que a culpa não é sua."

Quer dizer então que os que lá estão não são dignos? O SPFC precisa de jogadores dignos então? Sim, porque eu não pediria "paes quentes" a uma padaria que já tivesse pão quente.

Bacana... ajudou muito! Os jogadores iam adorar entrar em campo e ler aquilo.

Show! Inteligentíssimos! Afinal, o SPFC tá em crise né? Não ganha nada há anos, o Juvenal tem feito uma péssima gestão, o time não tem mostrado resultados nos últimos anos... realmente muito justo.

O senhores autores da faixa deviam se informar antes de escrever coisas do tipo e levar pro time ver. Todos os jogadores do clube são muito dignos, sofreram muito com a derrota pro Fluminense e estão trabalhando duro pra retomar a boa fase. Se não sabe, não fala!

Indigno é um torcedor que passa 3 anos comemorando titulos e na primeira eliminação precoce vai ao estádio e insinua que os seus "ídolos" não são dignos de uma camisa.

Ficar triste é uma coisa. Cobrar é outra. Agora, pedir jogadores "dignos"? Isso é ofensa, e grave.

Ainda bem que tiraram antes do time ler. Se queriam protestar, usassem um termo menos agressivo e estúpido.

Conheço todos eles, vou ao CT todo dia. Eu garanto: São dignos pra cacete (quase todos)! E em dezembro, se vier outro título, não esquecem de ir lá parabenizar o time pela dignidade de correr atrás do hexa.

Adoraria que o time entrasse no proximo com uma faixa: "Queremos torcedores dignos, que apareçam aqui quando a coisa tá feia e não apenas no dia da festa". O que, convenhamos, caberia bem mais do que a faixa exibida no Morumbi sabado.

Depois não sabem porque eu critico a torcida do SPFC...  Fica lá no CT vendo o lado deles e a reação da torcida por uma semana que você entende fácil. O time todo se matando de treinar buscando melhorar, o Muricy cansado, nervoso, todo mundo tentando arrumar a casa e me vem uma faixa falando de dignidade.  O time esperando 50 mil e aparecem 25. O time ganhando tudo e na primeira derrota, ao invés de critica, vem gente falar em "jogadores dignos". Pelo amor de Deus... precisamos ficar fora da Libertadores mesmo. Assim alguns voltam a dar valor pro time que tem.  

O que não tem nada a ver com o DIREITO da faixa estar lá. Me refiro ao conteúdo dela. O direito segue o mesmo.

abs,
RicaPerrone

Mea culpa


André Dias é um cara que quando chegou ao SPFC eu não entendi bem a fama. Aliás, passei 2 anos procurando motivos para ele ser chamado de "zagueiro top" sem ter mostrado isso em alto nível num time grande ate então. O apelidei de "Preta Gil", cantora famosa mas que ninguém conhece as músicas. André era o zagueiro mais famoso do Brasil, mas ninguém citava uma passagem de alto nível por um time grande.

Hoje, passados 2 anos, meu conceito sobre ele é totalmente outro.

Como jogador, alto nível sim. Nunca duvidei disso, mas não gostava do rótulo definitivo em cima do "nada". Agora sim, André pode até sonhar em seleção.

Vive grande fase, mudou de posição e continua firme na zaga tricolor. em 2007, se não me engano, não errou um passe sequer em todo Brasileiro. Em 2008 segue o mesmo caminho, além do golaço.

Passei a conversar com o André no CT e aquela imagem que ele passava de "arrogante" mudou totalmente. Hoje, André é um dos caras que eu mais gosto no SPFC. Simpático, humilde, inteligente e atencioso. Não é estrela, não tem nada de arrogante. Era só o jeitão quieto que passava isso.

Hoje mesmo ficamos batendo papo com ele por uns 20 minutos após a coletiva, e o cara é sensacional. Ouve todo mundo, pede opinião, respeita a dos outros, brinca, dá risada, pergunta "o que você acha", entrou no clima da brincadeira quando comecei a sacanear com ele dizendo que o gol foi sem querer, enfim... outra pessoa daquela que eu imaginava.

Então, se algumas vezes disse aqui no blog que não achava o André "tudo isso", hoje faço questão de vir aqui e dizer que é sim. Tudo isso em campo, e mais ainda fora dele. Merece a camisa que veste.

abs,
RicaPerrone

Oscar, sensacional!

 

É isso! Amor a camisa pode ser coisa do passado, mas às origens é questão de berço.

Faria o mesmo no Basquete e no futebol. Não quer? Ok! Então NUNCA MAIS VOCÊ JOGA NA SELEÇÃO!

Se eu fosse jogador eu me mataria pra representar o Brasil. Pena que o orgulho disso não é mais tão comum...

Ponto final! Dez pro Oscar!

abs,
RicaPerrone

Nem a pau, Juvenal!


No sábado um grupo de torcedores levou uma faixa ao Morumbi, até onde sei, para cobrar reforços do Juvenal e isentar o Muricy de culpa. Os seguranças do clube teriam ido lá e retirado a faixa. Não vi a faixa, talvez pelo óbvio motivo de estar embaixo dela no Morumbi. De qualquer forma,  existem 2 interpretações para a ação e para a reação.

- O SPFC é mesmo um clube que adora a panca de perfeito. Ou seja, não aceita nenhum protesto que vá a público.

- Algumas pessoas do clube tem uma interpretação diferente, mas que cabe também. Segundo eles, se a faixa fosse: "Fora Juvenal", seria uma coisa. Sendo um pedido claro por "time", entende-se que os jogadores que lá estão não servem. Isso seria um "ponto contrario" a reação do SPFC. Segundo alguns, seria uma torcida contra, não um protesto.

Vamos por partes...

Primeiro que se a faixa tá autorizada, eles podem colocar. Se o resto da torcida não concordar, vaiem. Não vejo motivo pra retirar a manifestação de alguns que pensam dessa forma. Agora, também não acho que o Juvenal tenha mandado tirar, porque ele chegou em cima com o onibus do time e nem deve ter visto, como eu também não vi. Deve ter sido coisa da segurança ou de algum outro dirigente que já estava lá.

Ai entra a segunda questão, que é a mesma do direito da faixa: Se ela diz algo que concordamos ou não.

Eu, particularmente, me dando o mesmo direito que os que levaram a faixa tem de pensar e dizer isso, vou 90% contra o que a faixa dizia.

Primeiro porque um time que contrata Adriano, F. Santos, Carlos Alberto, os dois melhores do Botafogo em 2007 e ainda um lateral titular do Atlético PR não é um time que "contratou pouco". Pelo contrario, contratou bastante, e, na teoria, antes da bola rolar, contratou bem.

Nem todos deram certo, mas ninguém teve reforços de tão alto nível quanto SPFC, Palmeiras e Fluminense na temporada. Isso, repito, no papel.

Cada um enxerga o que quer. Se para alguns o Muricy não tem culpa do time não jogar bem todo primeiro semestre, é sinal que a diretoria contrata meio time, todo ano, em junho. Pois, até onde me lembro, o mesmo time é aquele que voa em pontos corridos. Logo, pelo histórico, sou muito mais a teoria de que o Muricy demora pra armar o time do que a diretoria que é pão dura, o que de fato é mesmo.

O banco do SPFC contra o Fluminense chegava a ser falta de respeito. Borges, J. Wagner, Joilson, Junior...  falar de elenco fica meio complicado com isso no banco de reservas.

Mas, assim como devem respeitar a tese de quem concorda com Juvenal, devem também aceitar protestos de quem vai contra ele. Se o SPFC tirou a faixa por ser ofensiva ao presidente, errou. Se houver outra justificativa, que venham a público e dêem a versão oficial.

Por enquanto, soa como "camuflagem". O que fica feio...

abs,
RicaPerrone

Resumão do Brasileirão


- A Lusa é o time que mais fez assistências. Foram 9. Com 7 aparecem SPFC, Atlético PR, Náutico e Flamengo.

- O Grêmio é o que mais levou cartões, 23 (0 vermelhos). O SPFC e o Figueirense são os que menos levaram, 12.

- O Palmeiras é o time que mais cruza no campeonato. Curiosamente é o que tem o maior índice de acertos também. 28,6%.

- O Vasco é o pior cruzador. Fez 69, acertou 6 em 5 jogos.

- Bruno foi o goleiro mais exigido do Brasileirão. Foram 24 defesas. O goleiro do Grêmio só fez 11, é o menos exigido.

- SPFC e Vasco, com 187 cada, são os times que mais desarmam os rivais.

- O Palmeiras é o time que mais dribla. 101 dribles contra 88 do Goiás, segundo colocado.

- O Atlético MG é o time que mais cede escanteios. 28 em 5 jogos. O Grêmio é o que menos cede, apenas 9.

- Sport e Grêmio são os times que mais cometem faltas, 140 e 137 respectivamente.

- Botafogo e Flu são os times que mais "apanham" no Brasileirão. Sofreram 129 e 127 faltas, respectivamente.

- O Cruzeiro é o time que mais chuta a gol. Foram 46 no alvo, outras 40 erradas. O Vitória também chutou 86, mas... só acertou 31 no alvo.

- O Cruzeiro levou apenas um gol. O Figueirense levou 15.

- Flamengo e SPFC são os reis do impedimento. 19 e 18, respectivamente.

- O Palmeiras é o time que mais toca a bola e o que menos erra passes. Índice de 91.8%.

- O SPFC é o time que mais perde a bola. 258 em 5 jogos.

- Palmeiras, Flamengo e São Paulo são os que mais tem posse de bola.

abs,
RicaPerrone

ET invade a torcida do Galo


Mais uma torcida "invadida" pela ET. Muito legal a galera do Galo!!

Será que eu vou lá no meio da Jovem Fla sábado em pleno Maracanã?

abs,
RicaPerrone

Euro, dia 1


Começou a Euro e eu tive o azar de ver apenas o jogo da Suiça x Rep. Tcheca. Fui ao Morumbi ver Portugal na tv da sala de imprensa e, para minha surpresa, estava passando Corinthians x Barueri. Com todo respeito, vá pro quinto dos infernos quem escolheu o canal. Mas, enfim...

O primeiro jogo foi pegado, bem europeu mesmo. Venceu quem tem alguma noção de futebol além de marcação. A Suiça marca, marca, marca e só marca. Não vai muito longe se não começar a tentar um driblezinho perto da área.

Portugal fez o que devia. Não vi o jogo ainda, mas me disseram que foi bem tranquila a vitória.

No Bolão do blog eu fui bem! Tô em vigésimo primeiro, mas amanhã assumo a liderança pra cima de vocês, leitores.

Vamo que vamo! E viva minha Itália! (Perrone né... sabe como é)

abs,
RicaPerrone

Hora de confirmar


O Flamengo foi campeão carioca e fez uma baita Libertadores até surtar. Foi um jogo ruim, suficiente pra acabar com um semestre. Depois disso, onde tudo parecia perfeito, o time virou questionavel e o ambiente de "raça, amor e paixão" virou cobrança. "O hexa é obrigação", diz a torcida rubro-negra.

A dúvida era: O time foca o Brasileiro ou sente o golpe?

Por enquanto, não sentiu. Pelo contrário, parece ter usado a porrada do America como motivação para reagir e dar ao torcedor uma luz no Brasileirão. São 13 pontos em 5 jogos, 21% do que fez em todo Brasileirão 2007, sendo que só foi disputado 13% do campeonato até aqui.

Não materá essa média, porque é altíssima. Mas, consideremos que, além dos pontos, o Flamengo eliminou já 3 jogos duríssimos: Santos, Inter e Grêmio.

Não vou cair no oba-oba do Figueirense, que é um time fraco mesmo. Mas, não dá pra negar que o Flamengo começa o Brasileiro de forma muito positiva e acima do esperado.

Só que sábado é o dia de confirmar. Ou o Fla vence o SPFC e se firma como um dos favoritos, coisa que já era antes de começar, ou cai diante do Tricolor e dá margem para se discutir os resultados que conseguiu até agora.

Mesma coisa pro SPFC:  Se ganha ou empata, houve evolução. Se perde, o Galo é que era fraco.

Enfim, sábado é dia de colocar time no céu, aliviar tensão ou derrubar ilusões. Jogaço!

abs,
RicaPerrone

Tem explicação? Tem sim!

 
As pessoas podem ver o SPFC fazer 5x1 no Galo e se perguntar: Mas que diabos acontece com um time que passa 6 meses sem jogar nada e um belo dia, quando ninguém espera, enfia 5 e joga um futebol bonito?

Pior: Justo no dia que o time entra com 4 desfalques entre os titulares?

Sim, a explicação é essa.

Sem Adriano, o time não fica cruzando na área o jogo inteiro. Sem Richarlyson ninguém faz gracinha com a bola. Sem F. Santos jogou o Joílson na meia, que é sua posição. E sem o Zé Luis, o time ficou com um volante mais fixo apenas.

As vezes a situação indica as soluções.

Joilson do lado direito do meio-campo deu ao SPFC algo que não tem há seculos: Jogada dos dois lados. É duro marcar o Tricolor sem saber de onde vem o chumbo. Era muito fácil imaginar jogando com um meia só e que vivia na linha lateral do campo. Com 2, abertos, não dá pra anular.

Hugo e Joilson tocam a bola no chão, logo, o SPFC joga sem cruzar o tempo todo. Fazendo assim, Aloísio faz seu pivô e, vindo de trás, Hernanes aparece.

Os três zagueiros dão total liberdade para que todos os demais arrisquem subir ao ataque. O time se torna 200 vezes mais imprevisível.

Muricy não treinou esse time. Treinou 2 formações, e nenhuma delas entrou em campo. Se desse errado ia ser bem criticado por isso. Mas deu certo, 10 pra ele.

Joilson joga lá na frente, e o Hugo surgiu das cinzas. Mas, no primeiro caso eu apostaria cegamente, porque insisto desde sua chegada: O sujeito sabe jogar bola.

O segundo eu iria mais devagar, porque sabemos como funciona o Hugo. Ou melhor, sabemos que ele não funciona sempre.

No geral, o SPFC mostrou, assim como contra o outro Atlético, que pelo chão é mais fácil, e que tem material para fazer a bola rolar. Daqui uma semana, no Maracanã, veremos se isso ficou claro também para o treinador.

abs,
RicaPerrone

A festa do finalista

Só a torcida: Terceiro gol e na sequencia o fim de jogo.

Sensacional o vídeo! Só queria saber quem foi o frígido que fez, porque se eu sou Flu e estou ali naquela hora a última coisa que faria era ficar parado com a camera na mão.

abs,
RicaPerrone

Blindagem já!

Essa história de "quase campeão", de "Flu x Manchester", "Dodô reclamando".... não to gostando disso.

A festa tá exagerada, e ela nem parte do time, mas sim de fora pra dentro. O Flu tem a difícil tarefa de barrar isso no portão e não deixar chegar na equipe.

O oba-oba por ter chegado, por ter eliminado 2 gigantes, se justifica. Aliás, mesmo se perder, não cabe nada mais ao Flu do que um parabéns pela campanha e algumas considerações sobre a decisão.

A LDU não é um timeco...  Talvez o nome não assuste, mas eles tem um conjunto forte, mais forte até do que o SPFC, por exemplo.

Espero que o Fluminense não entre nessa onda. Se tiver 1% de salto alto numa decisão de Libertadores, vai perder o jogo.  O título não está na mão. Isso é lenda. O Flu tem 2 jogos dificeis demais, e só vai ganhar se jogar a mesma bola que jogou nos ultimos 3 jogos.

abs,
RicaPerrone

Sem pânico

Nem passa pela minha cabeça que a derrota atípica para a Venezuela vá gerar algo que não seja uma atenção ainda maior no time.  O time não foi bizonho. Já vi o Brasil ganhar jogando bem pior do que isso. E, como sempre digo há 2 anos, o time do Dunga joga amistoso de um jeito e decisão de outro. É a cara do treinador, que não se permitia não dar seu melhor em jogos decisivos.

Tem um lado bom nisso. Ao invés do oba-oba de enfiar 4x0 na Venezuela, o time vai treinar sabendo que não está tudo bem.

Lembra quando todo mundo disse que iamos perder a Copa América e eu fiquei um mes dizendo que quando a gente pegass a Argentina era 3x0? Então, vale o mesmo agora.

Vamos ganhar a medalha de ouro olímpica e vamos atropelar a Argentina no Mineirão.

Aí, a Venezuela será esquecida. Se não, será lembrada por uns 9 anos em todas as entrevistas do treinador da seleção...

abs,
RicaPerrone

Vitão, o tetra!


Hoje entrevistei Vitor, lateral tetracampeão da Libertadores para a Estação Tricolor.

Mas, como tem vascaíno e cruzeirense que gosta do cara, vou reproduzir no blog tambem.

abs,
RicaPerrone

Mais um link


Mais um blog que nasce entre os jornalistas que cobrem o SPFC todos os dias.

Desta vez Marcelo Prado, do Jornal Agora e da Rádio Estação Tricolor.

http://marceloprado.zip.net/

abs,
RicaPerrone

Nada consta


Alguns rubro-negros estão me cobrando que eu fale do título do Basquete.

Olha só, parabéns pro Mengão. Mas, juro por Deus, o que eu sei de basquete beira o ridículo.

Não suporto assistir, nem jogar, não sei nada, por isso não dou palpite.

Parabéns, deve ter sido lindo. Mas não me pergunte, porque eu só vejo um jogo de basquete a cada 4 anos que é quando o Brasil tem chance nas Olimpíadas. rs

abs,
RicaPerrone

O novo top

Renato Gaúcho era meu ídolo de infância. Aliás, tenho uma mania de gostar de gente marrenta impressionante, não?

Enfim, eu gostava, gosto até hoje, de jogador que chama, diz que vai fazer, e faz. Renato era assim, CRAQUE, com C maiúsculo.

Virou treinador e ninguém dava um real por ele. Achavam que aquele baladeiro mulherengo ia virar um Joel. Quem diria...

Renato se mostrou um treinador diferenciado. Ele não é melhor que ninguém, mas pior também não. Diferente, digamos.

Ele não fica fazendo tipinho Muricy, do coitadinho que se mata de trabalhar e todo dia é injustiçado por alguém. Também não dá uma de Luxa. Não tem nada de Felipão, muito menos de Mano Menezes. Aliás, essa é a sua diferença, sempre foi. Ele sempre foi Renato.

Gaúcho chega a ser absurdo. Renato é o cara mais carioca que eu conheço.

Treinador que ousa, que vibra, que chora. Não tem medo de errar e, assim como quando jogava, quando se defende perde. Quando ataca, ninguém segura.

Vejamos...ganhou a Copa do Brasil e chegou na final da Libertadores com, segundo a imprensa paulista, um dos times "falidos" do "falido futebol carioca". Aquele que eu sempre questionei, lembra? Então, ano após ano, graças a Deus, o futebol me dá razão e mostra que é tudo ciclico. O série B hoje é Paulista, e o finalista da América carioca. Assim como amanhã será o contrário e assim por diante...

Quem é top? Sim, sim! Quero saber. Porque, segundo a imprensa paulista, e imediatamente o torcedor que vai na onda, quem ganha uma Copa do Brasil e chega na final da Libertadores num clube falido de um estado falido no futebol é o que? Gênio?

Porque endeusaram o Muricy por 2 Brasileiros no clube que dá mais estrutura e condicòes na América do Sul. Então, espero ver o mesmo critério para avaliar o Renato.

Mas, esquecendo algumas coisas que discordo bizonhamente de meus colegas jornalistas, vou pesar em cima do que sempre falei aqui. O Flu é time grande, o Renato é treinador de time grande, e quem investe em futebol tem que ganhar mesmo. Não ficou pedindo volante pra Unimed, pediu meia! Não pediu time grandão que bate, mas sim time pequeno que joga bola.

Chegou lá e, assim como Mano Menezes em 2007, não tem mais que ficar justificando nada pra ninguém.

É competente, carismatico, não faz ceninha, tem personalidade e banca o que faz.

Pra gente assim eu bato palma, mesmo quando perde. Pra quem faz tipo de coitadinho... não.

abs,
RicaPerrone

Já era?

Não vi o jogo direito, estava acompanhando algo muito mais importante pela Sportv. Mas, pelo que vi, os 3x1 ficaram barato pro Sport.

Como apostei com amigos hoje a tarde, a camisa pesa muito em final. O Sport vai ter que tirar de onde não tem pra levar essa, e na minha opinião não leva.

Se bobear, perde em Recife também.

O Corinthians é um daqueles casos raros, quase irritantes, de um time que só ganha quando você não espera nada dele.

E quem vai dizer que esperava em 2008?

abs,
RicaPerrone

Com "F" maiúsculo

Chegar na decisão de uma Libertadores indica, no mínimo, competência. Para alguns, quando isso acontece cabe até a euforia do gostinho de "cala boca".

Para milhões de tricolores esta foi uma noite memorável. Para alguns deles, arrisco, a melhor noite de suas vidas.

Confesso, gritei os 3 gols do Flu como se fossem do meu time. E não gritei porque sou maluco, mas sim porque eu adoro quando um time merece, joga FUTEBOL e consegue. Time que não bate, só joga. 

Time de notáveis, queiram ou não.  Para alguns torcedores rivais vai soar como "mais um que chega na final", mas, para quem passou 5 meses ouvindo que não tinha tradição, que favoritos eram os outros, que não tinha goleiro, que a zaga era fraca, que o Dodô era pipoqueiro, entre outros... ah, tem um gostinho a mais.

Como eu sempre digo, ontem fui eu, hoje é você, amanhã será outro. A beleza do futebol está na alternancia de poder, que hoje é absoluta em três cores.

O último brasileiro que tirou o Boca foi o Santos de Pelé. Agora, o Fluzão de Washington e cia. Sem comparaçòes, mas... é dado, é fato.

Hoje, torcedor do Flu, não durma. Passe a noite toda olhando a TV, lendo os amigos no msn, mandando sms, chorando, vendo jogo antigo, olhando pra sua camisa. Viva isso como o ultimo dia da sua vida, porque você sofre uma vida por um clube exatamente para viver este dia. Hoje é o seu.

Não ganhou nada, claro que sei disso. Mas ganhou algo que não tem preço: Respeito.

Eu torci por poucos times que não fosse o meu durante meus 29 anos. Este Fluminense está na listinha.

Tirar o SPFC na bola, sem apito, sem bater, depois enfiar 3 no tal do Boca e ainda não cair na catimba dos caras... é digno de entrar pro livrinho de história do futebol.

Grupo da morte na primeira fase, lembra? Pois é... 2 deles na final. E quando o Flu fez a melhor campanha, disseram que o grupo era uma farsa. Não era, o Flu é que era forte.

E o Fernando Henrique? E o Thiago Silva? Que zagueiro é esse?

Renato Gaúcho, quem diria? Virou treinador e dos bons. Já pode meter na listinha dos "quase top", porque top só Felipão e Luxemburgo. Treinador que não se omite, que tenta, que manda o time pra frente.

Reparou? Quando o Flu tomou e teve que ir pra cima, meteu gol em seguida em SP e Boca. Porque quem sabe jogar bola ainda tem espaço neste futebol tosco de hoje em dia. 

Parabéns, Fluzão! Merecem pra cacete tudo isso! Comemorem mesmo, foi notável!

E muito boa sorte na final!

abs,
RicaPerrone

Bolão da Euro 2008


Fiz um bolão da Euro pra vocês participarem e perderem de mim. (Mentira, eu não ganho bolão nunca...rs)

Quem quiser é fácil, grátis e bem prático. Só cadastrar e apostar (depois que eu liberar o cadastro)

http://www.bolaovip.com.br/sistema5/bolaovip/bolao/bolao_detalhar.aspx?codBolao=5176

Valeu?! Quem ganhar tem direito a um post aqui no blog.

Atenção: Se você não conseguir achar o bolão depois de fazer cadastro, vá na busca que tem abaixo do menu principal e coloque: "Perrone". Ele achará o da Euro que eu fiz pro blog.

abs,
RicaPerrone

Eu não entendo...


Se o Richarlyson diz que não é gay, porque caracteriza preconceito em uma torcida rival chamá-lo de gay?

Eu fui ao Morumbi 639 vezes na vida. Assisti em umas 300 o torcedor xingar o craque rival de viado. E aí? Era preconceito ou coisa de torcida?

Porque o Santos seria punido por algum torcedor ter colocado uma faixa? Peguem quem fez, ué. Se a polícia foi lá e retirou, deve saber quem colocou. Se não sabe, usem as tais cameras de segurança.

É a coisa que mais me intriga. Quem mais rotula o Ricky como gay é a própria imprensa, já que toda vez que debocham dele colocam como "preconceito". Se ele não é, não é preconceito, é gozação.

E se ele diz que não, porque a imprensa bate na tecla do "preconceito"?

Vai entender...

abs,
RicaPerrone

A Euro vem aí


No sábado começa a Copa do Mundo sem Brasil e Argentina. A Euro 2008 promete, apesar da ausência da Inglaterra e da péssima distribuição de grupos que me deixa até encucado. Que diabos França, Italia e Holanda fazem num só grupo enquanto Grecia, Suécia e Russia ficam em outro? Custava dividir melhor, ou dar um peso pra cada time, sei la...?

Bom, futebol de alto nível. Vale a pena assistir a todos os jogos (coisa que farei) e torcer pela sua seleção favorita.

Meu sobrenome não nega, viva a Itália! Mas, com uma pontinha de torcida pelo Felipão.

A partir de sábado, vou falar muito da Euro aqui no blog. Sugestões de "como fazer isso", sem ser em óbvios textos de opinião sobre o jogo, são bem vindas.

abs,
RicaPerrone

Muricy, o cobiçado


Muricy está cansado. No SPFC existe uma corrente contra ele muito forte, seja ganhando ou perdendo. Tem dirigentes importantes que são contra sua permanencia e que ficam enchendo o saco de outros conselheiros para atormentar o Juvenal, que por questões pessoais e por gostar muito do trabalho do Muricy, não ouve.

O Inter ligou, e ele não aceitou. Ele quer ficar em São Paulo, pois assim sua família prefere. O Santos ofereceu 350 mil reais neste final de semana, e ele balançou. Ficaria perto da família, ganharia mais (os 350 são liquidos, contra 250 do SPFC brutos) e sairia da pressão que vive no SPFC.

Muricy nào quer sair, mas está cansado. Ele adoraria ficar no SPFC 20 anos, mas não consegue conviver politicamente com quem não gosta dele, e isso o desgasta.

A partir disso, se ele irá aceitar e puxar o carro ou se ficará são outros 500.

Juvenal pode muito bem dizer: "Eu segurei você sozinho. Se você sair eu vou ficar chateado", e aí, conhecendo o Muricy, ele fica. Ou seja, tem alguma água pra rolar até que alguma dessas propostas se tornem transferência. Mas... se o Muricy continuar, o torcedor pode ter certeza que ele ficou porque quis, não porque não tinha oferta melhor.

Atualização (23h45): Muricy gostou, até conversou sobre aceitar. Juvenal barrou e Muricy fica. Juvenal não aceitaria bem uma demissão, afinal de contas, ficaria em situação delicada na diretoria depois de banca-lo sozinho 2 vezes e ver o cara abandona-lo. Muricy não fez isso, e fica no Tricolor.

abs,
RicaPerrone

Há 25 anos, o Flamengo vendia Zico para a Unidese por 4 milhões de reais.

Se fosse hoje, pelo que jogava, valeria quanto? 200 mi de euros?

Sim, porque se o Kaká vale 100 e o Zico jogava o dobro do que ele... 

abs,
RicaPerrone

Ibis!

O amigo e leitor João Paulo Bianchi me mandou esta camisa de presente para a minha coleção de "coisas sobre futebol".

A do Íbis, o pior time do mundo!!!

Muito legal! E muito obrigado pelo presente. Fiquei muito feliz.

abs,
RicaPerrone

Coluna da ET: Não acho nada

Se eu questionar o elenco, estou maluco. O time era forte quando foi montado, não cabe agora sair dizendo que ele se tornou ruim. Se as peças não jogam o que pode, são outros 500.

Alguem aí acredita em epdemia técnica? Sim, porque quando um joga mal, é fase. Quando dois jogam mal, é fase. Quando três jogam mal, o treinador tira. E quando 15 jogam mal? É o que? Epdemia técnica? Passa igual gripe? Ou será falta de algo acima disso?

Questionar o Muricy? Jamais! Ele é bicampeão Brasileiro e não aceita criticas. Pior, agora ele começou a bater em repórter na coletiva quando alguém lhe pergunta sobre algo que ele mesmo disse e não lembra mais. Questioná-lo, impossível.

Falar do Rogério? Não dá. O sujeito erra, mas o que ele fez por este clube não cabe nem uma vaia se tomar 12 frangos num jogo. É o primeiro a chegar e o último a sair do treino todo dia. Exemplo de capitão. Não me permito discutir a qualidade e a importância deste.

Sobra quem? Se a diretoria não errou, se o Muricy é perfeito, se o time é bom e a estrutura é ótima... sobra quem pra cogitar?

Nada! Então, eu não acho mais nada. Fica assim, deve ter alguém achando ótimo.

Abs,
RicaPerrone
Será?


O Flamengo tem 10 pontos em 12 disputados. Diz a lenda que isso é um baita resultado, e é.

Mas, não vamos exagerar na dose. O time tá jogando meio mal ainda, e também pegou 2 times reservas entre os 3 que venceu.

Fez o dele, merece os méritos disso.

Mas, sem exageros. Quando o Flamengo ganhar igual em 2007, ou seja, ganhando de times completos em jogos em condições iguais, o que eu acredito ser possível pelo time que tem, aí sim... euforia!

Por enquanto, apenas aplausos pros resultados. A bola não tá redonda ainda.

E o Tardelli hein...  sem comentários.

abs,
RicaPerrone

Patéticos

 
Tem gente que vai defender dizendo que os policiais fizeram o que tinham que fazer. Mas, que me desculpem os mais apaixonados defensores de seus estados, a policia local deu um show de incompetencia, vontade de aparecer e despreparo.

Primeiro: Não precisa prender ninguém. Se o André errou, eles vai expulso e depois o STJD se vira com ele. Se acertou algo num torcedor, está mais errado ainda, o que também não se faz necessário sair preso do gramado. Resolvam isso lá no vestiário, sem aparecer e tumultuar.

Agressão a polícia? Faça-me o favor. A polícia chega enfiando a mão em todo mundo, empurra jogador, dirigente e quem mais aparecer na frente e o sujeito é preso porque encostou no policia e disse: "Não me segura"?

Tudo isso só aconteceu porque a polícia local não tem o menor preparo para encarar algo deste porte.  O Luxemburgo já havia reclamado que no jogo contra o Sport aconteceu todo tipo de barbaridade extra-campo e que ninguém faz nada. Que a polícia meteu o onibus do Palmeiras no meio da torcida do Sport e tal. O Abel também reclamou, e agora fica na cara de quem quiser ver o nível desses caras.

Eles iam levar o André no meio da torcida do Náutico!? jura por Deus que alguém que se diz responsavel por segurança pode ser tão perdido na profissão?

O André está totalmente errado, o Náutico não tem nada com isso. Mas... que é brincadeira, é.

Sobre fazer gesto pra torcida já dei minha opinião aqui. O cara sabe que vai causar problema pra ele mesmo, mas... não consigo interpretar como um absurdo não. Nego fica 2 horas ali tomando cuspe, pedrada, ofensa, etc. Aí perde a paciencia e manda pra aquele lugar e nego fica putinho fazendo discurso? Tem os dois lados também... Se nego for bater um escanteio lá na Venezuela, daqueles que a polícia precisa fazer paredão pro cara, e um dia devolver a pedra eu vou achar lindo. Nada a favor de violencia, mas as vezes o único jeito de fazer um imbecil notar o quanto ele é imbecil é dando o troco.

O Corinthians que se cuide lá. Se ganhar na casa deles é capaz de não conseguir sair do estádio...

abs,
RicaPerrone

Duro de assistir


SPFC e Santos fizeram um jogo digno de suas fases.

O Santos sem time, não cria. O SPFC perdido, idem.

O jogo foi ridículo, digno de série B.

Cansei de ficar falando o que acho desse SPFC 2008, que joga pra não sofrer gols e desconhece como fazê-los.

Deixa pra lá...  o jogo não mereceu nem os 3 minutos que gastei neste post.

abs,
RicaPerrone




[ ver mensagens anteriores ]